A arte de tramar e tecer presente no espaço escolar / The art of weaving and weaving presente in the school space

Lucinéa Aparecida Dobrychlop

Abstract


O Projeto Oficilinha, Oficina da Linha, é uma experiência que vem acontecendo no Ensino Fundamental, no interior da Escola Municipal Presidente Pedrosa, na cidade de Curitiba. Neste projeto, que é desenvolvido nos momentos de recreio, estudantes são convidados a fazer Arte a partir das técnicas do tecer e do tramar. Para isso, a professora que idealizou o projeto, orienta os interessados nas questões técnicas de produção, do fazer artístico e na organização dos materiais. Nesses momentos meninos e meninas desenvolvem suas tramas, por vezes individualmente, por vezes em equipe, fator este que é definido pelos próprios participantes e de acordo com as suas respectivas intenções. Assim, estes estudantes colocam em prática a sua autonomia e a sua liberdade para produzir seus trabalhos, sendo a professora a mediadora das técnicas e dos materiais que são disponibilizados de acordo com as necessidades que os alunos demonstram. É perceptível que os alunos artistas, dentro de suas estéticas e gostos, procuram estabelecer relações com os diferentes tipos de materiais (cores e texturas de lãs) e também com relação às técnicas que podem ter acesso, entre elas o tricô, o bordado, o crochê e o tear. Com esses dois elementos, técnicas e materiais, estudantes desenvolvem suas produções artísticas. Essas produções entram nos contextos de exposições da escola durante o ano letivo. Os alunos participantes do projeto Oficilinha, têm acesso ás diversas reproduções de imagens de diferentes artistas que se utilizam, ou se utilizaram, do tecer e/ou do tramar para a produção de suas obras. Estabelecendo assim, um vínculo com produções artísticas de pessoas, que no início desconhecidas para eles, mas que estão presentes no cenário da História da Arte através de diferentes obras. O projeto em questão é objeto de estudo e pesquisa da professora que o desenvolve há dois anos.


Keywords


Produção artística; Tramas; Pesquisa

References


MUSEU OSCAR NIEMEYER. Anni e Josef Albers: Viagens pela América Latina. Curitiba, 2008. Cátalogo de exposição.

CARRIERI, Alexandre de Pádua, SOUZA, EloisioMoulin de. A analítica queer e seu rompimento com a concepção binária de gênero. Revista de Administração Mackenzie, v. 11, n. 3, Edição Especial. São Paulo, SP. Mai/Jun. 2010. p. 46-70. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/RAM/article/view/1712. Acesso em 14 de junho de 2015;

CURITIBA, Prefeitura Municipal. Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Curriculares para a Educação Municipal de Curitiba. Ensino Fundamental. Curitiba: SME, 2006 – v.3.

DUARTE JUNIOR, João Francisco. O Sentido dos Sentidos: a educação (do) sensível. Campinas, São Paulo: Criar Edições, 2001;

CHAVES, Priscila Freitas, GARCIA, Narjara Mendes, SANTOS, Lída Oliveira dos, YUNES, Maria Angela Mattar. Educando meninos e meninas: transmissão geracional da pesca artesanal no ambiente familiar. Psicologia da Educação, n.25 São Paulo. Dez. 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414- 69752007000200006. Acesso em 13/05/2016;

NARDINI, Rafael. Homem na Agulha: Porque não tem nada de errado em ser homem e fazer tricô e crochê. HuffpostBrazil. São Paulo. Jun. 2015. Disponível em http://www.brasilpost.com.br/2015/06/28/homens-na-agulha_n_7676208.html Acesso em 01/05/2016

RICHTER, Ivone Mendes. Interculturalidade e estética do Cotidiano no Ensino das Artes Visuais. Campinas, São Paulo: Mercado das Letras, 2003;

HOLLANDA, Lula Buarque, TSCHÄPE, Janaína. Coletivos Artísticos do Brasil. Disponível em: https://crowdartizing.wordpress.com/2011/08/16/coletivos-artisticos-no-brasil/. Acesso em 20/05/2016


Refbacks

  • There are currently no refbacks.