Gerenciamento de resíduos de glutaraldeído, xilenos e formaldeído em um hospital escola e em um laboratório universitário de anatomia / Waste management of glutaraldehyde, xylenes and formaldehyde in a hospital school and in a university anatomy lab

Kira Lusa Manfredini, Irajá do Nascimento Filho, Vania Elisabete Schneider

Abstract


O presente trabalho visa contribuir para a busca de soluções para o gerenciamento de resíduos químicos em universidades, instituições de pesquisa e hospitais, que devem atuar como modelos de políticas de preservação ambiental e prevenção de riscos à saúde, apoiadas na legislação vigente, contribuindo para a formação de cidadãos comprometidos com a saúde ambiental e com a qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi caracterizar os compostos glutaraldeído, xileno e formaldeído, após o uso, das atividades de educação e saúde, para propor melhorias no sistema de gestão. O trabalho envolveu a investigação de xileno e glutaraldeído gerados no hospital escola e o formaldeído no laboratório de anatomia da universidade através da quantificação e identificação da geração, bem como avaliando o processamento de cada resíduo. Para análise cromatográfica foram coletadas oito amostras mensais de glutaraldeído e xilol e uma amostra de formaldeído de cada um dos cinco tanques, totalizando 16 amostras no hospital e 40 amostras no laboratório de anatomia. A degradação do glutaraldeído, xileno e formaldeído foi de 9,19, 1,52 e 59,38%, respectivamente. Como alternativa à disposição convencional dos compostos de interesse, além da reciclagem, são sugeridos possíveis substitutos ao glutaraldeído, xilol e formaldeído e uma proposta de melhorias na gestão de resíduos.


Keywords


gestão; resíduos; compostos químicos.

References


Felli, V. E. A.; Anais eletrônicos do 56º Congresso Brasileiro de Enfermagem, Gramado, 2004. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2012.

Costa, T. F.; Felli, V. E. A.; Cogitare Enfermagem 2012, 17, 322.

Noisel, N.; Bouchard, M.; Carrier, G.; Regulatory Toxicology and Pharmacology 2007, 48, 118.

Suliman, F. E.; Soma, Y.; Microchemical Journal 2002, 72, 27.

Pitot, H.; Dragan, Y. Em Casarett & Doull’s Toxicology: The Basic Science of Poisons; Klaassen, C., ed.; McGraw-Hill: New York, 2001, cap. 8.

Gamiz-Gracia, L.; De Castro, M. L.; Analyst 1999, 124, 1119.

Perrone, J. Em Occupational Industrial and Environmental Toxicology; Greenberg, M., ed.; Mosby: Philadelphia, 2003, cap. 3.

World Health Organization – WHO. Environmental Health Criteria 190 – Xylenes. International Programme on Chemical Safety: Geneva, 1997.

Pereira, N. S.; Zaiat, M.; Journal of Hazardous Materials 2009, 163, 777.

Costa, D. Em Casarett & Doull’s Toxicology: The Basic Science of Poisons; Klaassen, C., ed.; McGraw-Hill: New York, 2001, cap. 28.

Machado, A. E. H.; Xavier, T. P.; Souza, D. R.; Miranda, J. A.; Duarte, E. T. F. M.; Ruggiero, R.; Oliveira, L.; Sattler, C.; Solar Energy 2004, 77, 583.

Yang, J.; Li, D.; Zhang, Z.; Li, O. Wang, H.; Journal of Photochemistry and Photobiology A: Chemistry 2000, 137, 197.

Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental – CETESB. FIT- Ficha de informação Tecnológica- Xileno. CETESB: São Paulo, 2012.

Junqueira, L.; Carneiro, J. Histologia básica. 10 ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, 2004.

Moraes, C. S.; Revista Eletrônica de Farmácia, 2005, 2, 122.

Langman, J.; Pathology, 1994, 26, 301.

De Nardi, I. R.; Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo. São Carlos, Brasil, 2002.

Costa, K. N. S.; Pinheiro, I. O.; Calazans, G. T.; Nascimento, M. S.; Revista Brasileira de Saúde Ocupacional 2007, 32, 50.

Silva, R. L. B.; Barra, C. M.; Monteiro, T. C. N. Brilhante, O. M. Cadernos de Saúde Pública 2002, 18, 1599.

Frăţilă, O.; Tanţău, M. Journal of gastrointestinal and liver diseases 2006, 15, 89.

http://www.bsg.org.uk/bsgdisp1.php?id=5ab3755137d1050e76b8&h=1&sh=1&i=1&b=1&m =00023, acessada em 28 de fevereiro de 2008.

Rey, J.; Kruse, A. Endoscopy 2003, 35, 878.

http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/controle/alertas/informe_tecnico_04.pdf, acessada em 02 ago. 2012.

Xelegati, R.; Robazzi, M. L. C.; Marziale, M. H. P.; Haas, V. J.; Revista Latino-America de Enfermagem 2006, 14, 214.

Vyas, A.; Pickering, C. A.; Oldham, L. A.; Francis, H. C.; Fletcher, A. M.; Merrett. T.; Niven, R. M. Occupational and Environmental Medicine 2000, 57, 752.

Katagiri, H.; Suzuki, T.; Aizawa, Y.; Kadowaki, T.; Industrial Health 2006, 44, 225.

http://monographs.iarc.fr/ENG/Monographs/vol88/mono88-6.pdf, acessada em 30 jul. 2011.

Teaf, C. M. Em Principles of Toxicology – Environmental and Industrial Applications; Williams, P. L.; James, R. C.; Roberts, S. M., eds.; Wiley-Interscience: New York, 2000, cap. 4.

Alvarado, C.; Reichelderfer, M. American Journal of Infection Control 2000, 28, 138.

http://www.osha.gov/Publications/3258-08N-2006-English.html, acessada em 25 de março de 2013.

Takayanagui, A. M. M.; Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, Brasil, 1993.

Vieceli, N. C.; Lovatel, E. R.; Cardoso, E. M.; Nascimento Filho, I. Journal of the Brazilian Chemical Society 2011, 6, 1150.

Fedrizzi, F.; Cagliari, J.; Teixeira, C. T.; Finotti, A. R. Nascimento Filho, I. International journal of environment and waste management 2013, 11, 148.

Lovatel, E. R.; Cardoso, E. M.; Vieceli, N. C.; Calábria L.; Nascimento Filho, I. Journal of Environmental Science and Health 2011, 46, 258.

Sociedade Brasileira de Enfermagem em Endoscopia Gastrointestinal – SOBEEG. Manual de Reprocessamento de Limpeza e Desinfecção de Aparelhos e Acessórios Endoscópicos, SOBEEG: Brasília, 2006.

http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/controle/alertas/informe_tecnico_04.pdf, acessada em: agosto 2012.

Padoveze, M. C.; Graziano, K. U. Limpeza, desinfecção e esterilização: aspectos gerais de artigos em serviços de saúde. São Paulo: APECIH; 2010.

http://www.euro.who.int/__data/assets/pdf_file/0014/123062/AQG2ndEd_5_8 Formaldehyde .pdf, acessada em 01 agosto 2012.

Oliveira, S. V. W. B.; Zaiat, M.; Revista Brasileira de Ciências Ambientais 2004, 1, 18.

Rodrigues, H. Técnicas Anatômicas. 4th ed., GM Gráfica e Editora: Vitória, ES, 2010. 269p.

. Acessada em agosto 2012.

Przybysz, C. H.; Scolin, E.; Forcato, A.; Araújo, K.; Costa, L. Revista Saúde e Pesquisa 2009, 2, 3, 325.

Prado, A. G. S.; Revista Química Nova 2003, 26, 5, 738.

Sanseverino, A. M.; Revista Química Nova 2000, 23, 1, 102.

http://www.lincoln.ne.gov/city/health/environ/pollu/, acessada em maio de 2014.

Levada, J. C.; Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo, São Carlos, Brasil,2008.

Gerbase, A. E.; Gregório, J. R.; Calvete, T.; Revista Química Nova 2006, 29, 2.

Huylebroeck, G. G. Em Technology transfer: from invention to Innovation; Inzelt, A.; Hilton J., eds.; Kluwer Academic Publisers: Netherlands, 1999, cap. 2.

Amaral, S. T.; Machado, P. F. L.; Peralba, M. C. R.; Camara, M. R.; Santos, T.; Berleze, A. L.; Falcão, H. L.; Martinelli, M.; Gonçalves, R. S; Oliveira, E. R.; Brasil, J. L.; Araújo, M. A.; Borges, A. C. A.; Revista Química Nova 2001, 24, 3.

Palma, M. S. A.; Di Vitta, P. B. Em Manual de Biossegurança; Hirata, M. H., Hirata, R. D. C., Filho, J. M., eds.; Manole: Barueri, 2011, p. 67-106.

De Conto, S. M.; Brustolin, I.; Pessin, N.; Scneider, V. E.; Beal, L. L. Em Gestão de resíduos em universidades; De Conto, S. M., ed, EDUCS: Caxias do Sul, 2010, p. 33-60.

Müller, S.; Gruber, A. C.; Hoefel, H. H. K.; Barros, S. G. S. de.; Arquivos de Gastroenterologia 2001, 38, 4.

São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde; Uso do ácido peracético na prática clínica em saúde bucal, no âmbito da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, São Paulo: SMS, 2011. 14p.

Premalatha, B. R.,Patil, S.; Rao, R. S.; Indu, M.; Journal of Contemporary Dental Practice 2013, 14, 2, 281.

Cury, F. S.; Censoni, J. B.; Ambrósio, C. E.; Revista Pesquisa Veterinária Brasileira 2013, 33,

Mcdonnell G, RUSSEL D.; Clinical Microbiology Reviews 1999, 1, 147.

Psaltikidis, E. M; Quelhas, M. C. F. Limpeza, desinfecção e esterilização de artigos em serviços de saúde; Padoveze, M. C., Graziano, K. U., eds., APECIH- Associação Paulista de Estudos e Controle de Infecção Hospitalar: São Paulo, 2010. cap. 13, p. 265-304.

Carrara, D. Shirahige, C. A.; Braga, A. C. P. V.; Ishioka, S.; Sakai, P.; Takeiti, M. H.; Strabelli, T. M. V.; Revista SOBECC 2013, 18, 4, 26.

Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico Recuperação, Anestésica e Centro de Material e Esterilização – SOBECC. Práticas Recomendadas. 5. Ed. SOBECC: São Paulo, 2009.

Daniel, L. A., coord., Projeto PROSAB. Processos de desinfecção e desinfetantes alternativos na produção de água potável, ABES, RiMa: Rio de Janeiro, 2001. 155p.

Buschini, A. Carboni P, Furlini M, Poli P, Rossi C.; Mutagenesis 2004, 19, 2, 157.

Lin, J.; Kennedy, S. H.; Svarovsky, T.; Rogers, J.; Kemnitz, J. W.; Xu, A.; Zondervan, K. T. Analytical Biochemistry 2009, 395, 265.

Buesa, R. J.; Journal of histotechnology 2000, 23, 2, 143.

Scapin, M. A.; Tese de Doutorado, Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares. Autarquia Associada à Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

Pigossi, N.; Tese de Doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, 1864.

Leite, J. B. F.; Marques, A. F.; Gomes, O. M.; Pigossi, N.; Revista Paulista de Medicina 1979, 93, 81.

Kimura, A. K. E.; Carvalho, W. L.; Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, SP, Brasil, 2010.

KRUG, L.; Pappen, F.; Zimermann, F.; Dezen, D.; Rauber, L.; Semmelmann, C.; Roman, L. I.; Barreta, M. H.; Anais da I Mostra de Iniciação Científica, Concórdia, Brasil, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-408

Refbacks

  • There are currently no refbacks.