Taxonomia de critérios para avaliação de Software educativo – TaCASE / Taxonomy of criteria for educational Software evaluation - TaCASE

Ozonias de Oliveira Brito Junior, Yuska Paola Costa Aguiar, Hermano Perrelli de Moura

Abstract


A diversidade de abordagens para avaliação de Software Educativo (SE) é uma realidade. Para favorecer a compreensão uniforme dos conceitos utilizados nesse processo, uma taxonomia de critérios de avaliação se mostra útil. Tendo em vista este objetivo, uma taxonomia de critérios para avaliação de SE foi concebida a partir de 14 abordagens descritas na literatura. Esta contempla aspectos de qualidade de uso e de software. A fim de verificar a adequação da referida taxonomia junto aos potenciais avaliadores de SE, 48 especialistas das áreas de Engenharia da Usabilidade e Engenharia de Software responderam a um questionário elaborado no escopo desta pesquisa. O retornoobtido permitiu realizar refinamentos na proposição inicial.

 

 


Keywords


Abordagens para avaliação de Software Educativo. Software Educativo. Engenharia de Software. Engenharia da Usabilidade.

References


Atayde, A. P.R. “Metodologia de Avaliação de Qualidade de Software Educacional Infantil –MAQSEI”. 2003. 250 f. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Ciências daComputação, Belo Horizonte, MG, Brasil, 2003.

Bastien, C.; Scapin, D (1993). RT-0156 – Ergonomic criteria for the evaluation of human-computer interfaces. Rapport technique de l’INRIA.

Brasil, Lina Barreto et al. Objetos de aprendizagem, competências profissionais para profissionais de saúde e e-learning: estudos para desenvolvimento de uma taxonomia. Jornal Brasileiro de TeleSSaúde, v. 2, n. 2, p. 23-28, 2013.

Brito Junior, O. de O., and Aguiar, Y. P. C. (2014).“Análise de abordagens objetivas para avaliação de softwares educativos”.In: Proceedings of the 13th Brazilian Symposium on Human Factors in Computing Systems.Foz do Iguaçu-PR, 2014 .

Brito Junior, O. de O., Aguiar, Y. P. C., Tavares, T. A. (2016a). “Abordagens Objetivas para Avaliação de Softwares Educativos”. In: MOURA, Assis Souza de; AQUINO, Edineide Dias de. Pesquisas: teorias e práticas. João Pessoa: Penalux, 2016. v.3.

Brito Junior, O. de O., Aguiar, Y. P. C., Tavares, T. A. (2016b). “Abordagens para Avaliação de Softwares Educativos e sua Coerência com os Modelos de Qualidade de Software”. Anais do XXVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE), Uberlândia-MG, 2016.

Campos, G. H. B (1994). "Metodologia para avaliação da qualidade de softwareeducacional". Diretrizes para desenvolvedores e usuários. Rio de Janeiro: Coppe.

Chatzigeorgiou, Alexander et al. A Taxonomy of Evaluation Approaches in Software Engineering. In: Proceedings of the 7th Balkan Conference on Informatics Conference. ACM, 2015. p. 3.

Coomans, S.; Lacerda, G. S. (2015). "PETESE, a Pedagogical Ergonomic Tool for Educational Software Evaluation".Procedia Manufacturing, v. 3, [p. 5881-5888], 2015.

Da Silva, R. S. T., Silva, W. R. de A., Cardoso Filho, R. J., Pereira, W. S., Aguiar, Y. P. C., Dantas, V. F. (2016) “Aplicação comparativa de diferentes abordagens de avaliação para o software Duolingo - A complexidade de escolher uma abordagem adequada”. Revista Tecnologias na Educação, V.8, N.16.

De França, R. S., and Da Silva, A. C. B. (2014) “Avaliação de softwares educativos para o ensino de Língua Portuguesa”. Revista Brasileira de Informática na Educação (RBIE), V. 22, N. 03, P. 23.

Gamez, L. (1998). "TICESE - Técnica de inspeção de conformidade ergonômica desoftwareeducacional". 1998. Dissertação (Mestrado). Universidade do Minho, Portugal.

Gladcheff, A. P, Zuffi, E. M and Silva, M. D. (2001). "Um Instrumento para Avaliação daQualidade de Softwares Educacionais de Matemática para o Ensino Fundamental". VIIWorkshop de Informática na Escola, Fortaleza-CE, 2001.

ISO/IEC 9214-1 (2003), Ergonomic Requirements for office work with visual display terminals – part 11.

ISO/IEC 9126-1 (2003). Software engineering - Product quality - Part 1: Quality model. In: Associação Brasileira de Normas Técnicas, 2003.

Marques, J., De Fátima, R. B. M., Gonçalves, P. L. (2005) “Uma proposta de taxonomia de competências para a área de computação”. In: Proceedings of XXV Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, São Leopoldo-RS, Brasil. 2005.

Muchielli, Alex (1987). "L`enseignement par ordinateur". Paris: Presses Universitaires deFrance. Que sais-je?.

Nesbit, John C., Belfer, Karen and Leacock, Tracey (2003). "Learning object reviewinstrument (LORI). E-learning research and assessment network".

Nielsen, J (1995). “Usability engineering”. San Francisco: Morgan Kaufman.

Peixoto, D. C. C., Campos, S. T., Resende, R. F. (2015) “Avaliação de Jogos Educacionais Multiusuários: Uma Revisão Sistemática da Literatura,” Anais do XXVI Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE), Maceió, Brasil.

Pereira, W. S., Cardoso Filho, R. J., Silva, W. R. D. A., et al. (2016a). “Validação de uma abordagem combinada para avaliação de Software Educativo: avanços e desafios”. Revista Tecnologias na Educação, V. 8, N. 16.

Pereira, W. S., da Silva, R. S. T., Cardoso Filho, R. J., et al. (2016b) “Avaliação de Software Educativo: Análise de Abordagens para Definição de Diretrizes.”. Nuevas Ideas en Informática Educativa. Santiago do Chile, p. 557-562.

Reeves, T. (1994). "Systematic Evaluation Procedures for Interactive Multimedia forEducation and Training" .In: Multimedia Computing: preparing for the 21 st century.Harrisburg, PA: Idea Group.

Rocha, A. R. and Campos, G. H. B (1993). Avaliação da Qualidade de Software Educacional.Brasília: Em aberto.

Rodrigues, G. C. F. S (2014). "Instrumento para avaliação de jogos eletrônicos educativos doEnsino Fundamental I". Dissertação (Mestrado Profissional em Linguística e Ensino).Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa.

Savi, Rafael (2010). "Proposta de um modelo de avaliação de jogos educacionais". RENOTE, v. 8, n. 3.

Shneiderman, B. and Plaisant, C (2004). Designing the user interface: strategies for effective human-computer interaction.4. ed. Addison-Wesley Publishing Company.

Silva, Cassandra Ribeiro de Oliveira (2002). "MAEP: um método ergopedagógico interativode avaliação para produtos educacionais informatizados". Tese de Doutorado.Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduaçãoem Engenharia de Produção.

Swebok (2004)."Guide to the Software Engineering Body of Knowledge".Version Project of the IEEE Computer Society Professional Practices Committee.

Vieira, F. M. S (1999). "Avaliação de Software Educativo: Reflexões para uma AnáliseCriteriosa", Centro Interdisciplinar de novas Tecnologias na Educação. Rio Grande do Sul.

Webber, Carine, Boff, Elisa and Bono, Fernanda (2009). "Ferramenta Especialista paraAvaliação de Software Educacional". In: XX Simpósio Brasileiro de Informática naEducação. Florianópolis, SBIE/SBC, 2009.

Ziegler, Cai-Nicolas; Lausen, Georg; Schmidt-Thieme, Lars. Taxonomy-driven computation of product recommendations. In: Proceedings of the thirteenth ACM international conference on Information and knowledge management. ACM, 2004. p. 406-415.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-400

Refbacks

  • There are currently no refbacks.