Análise de implantação de coleta seletiva nas centrais de abastecimento de Goiás / Analysis of the implementation of selective collection in the supply centers of Goiás

Diógenes Aires de Melo, Roberta Vieira Nunes Pinheiro, Renata Gonçalves Moura, Simone Costa Pfeiffer

Abstract


O município de Goiânia (GO) possui uma Central de Abastecimento (CEASA), localizada na BR-153, Jardim Guanabara. A CEASA-GO é um local com bastante fluxo de pessoas, tanto por parte dos produtores e funcionários quanto de compradores, além de ser um dos maiores geradores de resíduos orgânicos da cidade, o que faz com que o local mereça atenção especial quanto ao gerenciamento de seus resíduos sólidos. O presente trabalho tem como objetivo determinar a composição gravimétrica dos resíduos sólidos gerados nessa central para que seja possível analisar a viabilidade de implantação de um programa de coleta seletiva e respectivas destinações dos resíduos orgânicos e materiais recicláveis para a compostagem e reciclagem, respectivamente. Para a realização do presente trabalho foram cumpridas as seguintes etapas: conhecimento de características gerais do CEASA que possuem relação direta com a gestão e gerenciamento dos resíduos sólidos; levantamento de dados sobre a atual gestão e gerenciamento dos resíduos sólidos; levantamento da quantidade de resíduos sólidos gerados e encaminhados ao aterro sanitário, de março de 2009 a setembro de 2011; definição do plano de amostragem para a determinação da composição gravimétrica; realização da análise gravimétrica e interpretação dos dados encontrados. Identificou-se que os resíduos são coletados na CEASA-GO diariamente de segunda-feira a sábado, entre 12:00 e 20:00 h, sendo realizadas, em média, 3 viagens. Nesta atividade, são utilizados 12 trabalhadores e um caminhão do tipo VW truck equipado com prensa. A partir da análise realizada em outubro de 2011, foi possível determinar a composição gravimétrica dos resíduos e a determinação de uma geração diária de 18,26 toneladas de resíduos sólidos na CEASA-GO. A partir dessa gravimetria, pode-se estimar a quantia de 16,60 toneladas de matéria orgânica (90,92%), 1,65 toneladas de recicláveis (9,03%) e o restante de rejeitos (0,05%). Conclui-se que essas quantias equivalem a um município de 20 a 30 mil habitantes, aproximadamente. A análise demonstra que é viável a implantação de um programa de coleta seletiva com destinação tanto para a reciclagem, da parcela inorgânica, quanto para a compostagem da matéria orgânica. A CEASA-GO possui área disponível para a instalação de pátio de compostagem, contudo pode ser estudada a escolha de outras áreas. Para a implantação do programa de coleta seletiva, será necessária a elaboração de um plano de educação ambiental, sinalização e instalação de contêineres específicos.

 

Palavras-chave: Gravimetria, Resíduos Sólidos, Ceasa, Goiânia.

 


Keywords


Gravimetria, Resíduos Sólidos, Ceasa, Goiânia.

References


BARROS, R. T. de V. Elementos de resíduos sólidos. Belo Horizonte: Tessitura, 2012. 424 p. ISBN: 978-85-99745-36-6.

BRASIL. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Brasília, p.1-21, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2015.

COMPANHIA MUNICIPAL DE URBANIZAÇÃO DE GOIÂNIA – COMURG (2011). Relatório de Pesagem dos Resíduos Sólidos Encaminhados ao Aterro Sanitário de Goiânia de 2009 e 2011. Prefeitura Municipal de Goiânia. Companhia de Urbanização de Goiânia. Goiânia, 2011.

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE GOIÁS – CEASA-GO. Disponível em www.ceasa.go.gov.br. Acesso em: 2 de out. de 2011.

FADE/UFPE – Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal de Pernambuco. Relatório final sobre as principais rotas tecnológicas de destinação de resíduos sólidos urbanos no exterior e no Brasil. Pesquisa científica BNDES FEP n° 02/2010, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2016.

Resplandes, H.M.S; Jorge, L.N.; Santos, L.M.; Ferreira, M.M.B; Ferreira, O. M. Caracterização Física dos Resíduos Sólidos da CEASA-GO. Universidade Católica de Goiás. Ano 2004. Goiânia-GO.

SNSA - Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento: diagnóstico do manejo de resíduos sólidos urbanos, 2014. Brasília: MCIDADES. SNSA, 2016, 154 p. Disponível em: . Acesso em: 29 nov. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-390

Refbacks

  • There are currently no refbacks.