Progesterona injetável em vacas nelores submetidas a protocolos de inseminação artificial em tempo fixo / Progesterone injectable in nelores cows submitted to artificial insemination protocols at a fixed time

Anderson Eduardo Amâncio de Lima, Yuri Faria Carneiro, Lauro César Ferreira Beltrão, Daniele Alves Corrêa de Abreu, Daniel de Almeida Rabello, Eduardo Valcácer Brandstetter, Fabrício Carrião dos Santos, Wesley José de Souza

Abstract


O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação de progesterona injetável após a Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) em vacas Nelore. Neste estudo foram utilizadas 49 vacas Nelores criadas em regime extensivo com suplementação mineral e com escore de condição corporal de 3. As vacas foram sincronizadas e posteriormente a IATF foram separados aleatoriamente em dois grupos experimentais: vacas não receberam a progesterona injetável (T1), vacas duas doses 150 mg de progesterona injetável, via intramuscular nos 4º e 14º dia após a IATF (T2). Decorridos 100 dias da IATF realizou-se o diagnóstico de gestação por ultrassonografia. A taxa de prenhez entre os tratamentos foi compara pelo teste de Qui-Quadrado. O uso de progesterona injetável não influenciou taxas de prenhez em vacas Nelore após IATF durante a estação de monta, porém, a diferença numérica obtida pode significar o aumento do número de bezerros nascidos em sistemas de criação em larga escala.

 


Keywords


IATF, Reprodução bovina, Taxa de Prenhez.

References


CLEEFF, J.; MACMILLAN, K. L.; DROST, M.; LUCY, M. C.; THATCHER, W. W. Effects of administering progesterone at selected intervals after insemination of synchronized heifers on pregnancyrates and resynchronization of returns to service. Theriogenology 1996;46:1117–30.

FRANDSON, R. D.; WILKE, W. L.; FAILS, A. D. Anatomia e fisiologia dos animais de fazenda. 7a ed.Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2011. 413p.

LOIOLA, M. V. G. Marcadores de fertilidade e associação da suplementação exógena com progesterona a protocolos de IATF em gado de corte / Marcus Vinícius Galvão Loiola. -- Salvador, 2016. 127 f.

PUGLIESI, G.; OLIVEIRA, M. L.; SCOLARI, S. C.; LOPES, E.; PINAFFI, F. V.; MIAGAWA, B. T.; PAIVA, Y. N.; MAIO, J. R. G.; NOGUEIRA, G. P.; BINELLI, M. Corpus luteum development and function after supplementation of long-acting progesterone during the early luteal phase in beef cattle. Reprod Dom Anim 2014;49:85–91.

ROCHA, D. C. Utilização de progesterona injetável de longa ação no manejo reprodutivo de fêmeas bovinas de corte / Dimas Corrêa Rocha. – 2011. 86f.

NISWENDER, G. D.; JUENGEL, J. L.; SILVA, P. J.; ROLLYSON, M. K.; MCINTUSH, E. W. Mechanisms controlling the function and life span of the corpus luteum. Physiological reviews, v. 80, n. 1, p. 1–29, 2000.

DUNNE, L. D.; DISKIN, M. G.; SREENAN, J. M. Embryo and foetal loss in beef heifers between day 14 of gestation and full term. Animal Reproduction Science, v. 58, p. 39-44, 2000

WILTBANK, M. C.; BAEZ, G. M.; GARCIA-GUERRA, A.; TOLEDO, M. Z.; MONTEIRO, P. L.; MELO, L. F.; OCHOA, J. C.; SANTOS, J. E.; SARTORI, R. 114 Pivotal periods for pregnancy loss during the first trimester of gestation in lactating dairy cows. Theriogenology, v. 86, p. 239-253, 2016.

MANN, G. E.; LAMMING, G. E. The influence of progesterone during early pregnancy in cattl. Reprod Dom Anim 1999;34:269-274.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-388

Refbacks

  • There are currently no refbacks.