A reforma francisco campos e a conferência internacional de instrução pública de 1934 / The francisco campos reform and the 1934 international public instruction conference

Fabio Marques de Oliveira Neto, Waleska Barroso dos Santos Kramer Marques

Abstract


O objetivo do presente trabalho é demonstrar que no início da década de 1930 o ensino secundário brasileiro já apresentava características que ainda eram desejadas por organismos internacionais para vários outros países. Este artigo está dividido em três partes: a primeira apresenta os principais pontos da chamada Reforma Francisco Campos (Decreto nº 19.890, de 18 de abril de 1931 e Decreto nº 21.2141, de 4 de abril de 1932);a segunda revela  os aspectos históricos que levaram à realização das Conferências Internacionais de Instrução Pública; a terceira, traça um paralelo entre algumas recomendações da Conferência Internacional de Instrução Pública de 1934 e a Reforma Francisco Campos.


Keywords


Reforma Francisco Campos, Conferências Internacionais de Instrução Pública; Ensino secundário.

References


BRASIL. Decreto nº 19.402, de 14 de novembro de 1930. Cria uma Secretaria de Estado com a denominação de Ministério dos Negócios da Educação e Saúde Publica. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-19402-14-novembro-1930-515729-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 23 jul 2019.

BRASIL. Decreto nº 19.890, de 18 de abril de 1931. Dispõe sobre a organização do ensino secundário. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-19890-18-abril-1931-504631-publicacaooriginal-141245-pe.html. Acesso em: 16 jul 2019.

BRASIL. Decreto nº 21.241, de 4 de abril de 1932. Consolida as disposições sobre a organização do ensino secundário e dá outras providências. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-21241-4-abril-1932-503517-norma-pe.html. Acesso em: 19 jul 2019.

BRASIL. Conferências Internacionais de Instrução Pública (1934-1963). Rio de Janeiro: INEP/MEC, 1965. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me002529.pdf. Acesso em: 29 jun. 2017.

DALLABRIDA, Norberto. A reforma Francisco Campos e a modernização nacionalizada do ensino secundário. Educação, Porto Alegre, v. 32, n. 2, p. 185-191, mai./ago. 2009.

KUHLMANN JUNIOR, Moysés. As grandes festas didáticas. A educação brasileira e as exposições internacionais (1862-1922). Bragança Paulista: Editora da Universidade São Francisco, 2001.

LOURENÇO FILHO, Manoel Bergstrom. Introdução ao estudo da escola nova. Bases, sistemas e diretrizes da pedagogia contemporânea. 12. ed. São Paulo: Edições Melhoramentos/Fundação Nacional de Material Escolar, 1978.

LOURENÇO FILHO, Manoel Bergström. Educação comparada. 3. ed. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira/ Coordenação de divulgação institucional, 2004.

NUNES, Maria Thétis. Ensino secundário e sociedade brasileira. 2ª ed. São Cristóvão, SE. Editora da UFS, 1999.

ROMANELLI, Otaíza de Oliveira. História da educação no Brasil: (1930/1973). 37. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-357

Refbacks

  • There are currently no refbacks.