Desenvolvimento da atenção voluntária e a crítica medicalização da educação: TDAH à luz da psicologia histórico-cultural / Development of voluntary care and the critical medicalization of education: ADHD in the light of historical-cultural psychology

Ezequiel Francisco Carvalho Viana, João Paulo Lopes Coêlho

Abstract


O objetivo do presente artigo é compreender como a psicologia histórico-cultural tem contribuído na discussão atual em torno do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade acometido em crianças. Primeiramente, fez-se necessário assimilar como a Psicologia Histórico-Cultural compreende o desenvolvimento da atenção voluntária, para, posteriormente, entender suas críticas à medicalização da educação contemporânea que toma como princípio o suposto transtorno de atenção. Para alcançar tal objetivo, foi realizado um levantamento bibliográfico, tendo como procedimento metodológico a busca de trabalhos científicos em dois bancos de dados: Capes e Google Acadêmico. Como palavras-chave, de forma combinada, foram utilizadas: psicologia histórico-cultural, TDAH, Vygotsky. Como considerações finais, discutiu-se que a Psicologia Histórico-Cultural, ao contrário de uma visão maturacionista do desenvolvimento das funções psíquicas superiores, como é o caso da atenção voluntária, inclui questões de ordem política, social, sobretudo, cultural, sem excluir a dimensão biológica, pois esta se apresenta como o ponto de partida para que o homem se constitua como tal e como uma unidade indissociável junto com a dimensão social. Por fim, como sugestão para os próximos estudos, faz-se útil investigar as relações políticas e ideológicas que estão implicadas desde o conhecimento científico até os processos de encaminhamento, diagnóstico e tratamento da criança considerada hiperativa ou desatenta.


Keywords


Psicologia Histórico-Cultural, TDAH, Educação

References


BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

CALIMAN, Luciana Vieira. Notas sobre a história oficial do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade TDAH. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 30, n. 1, p. 46-61, 2010.

CRUZ, Murilo Galvão Amancio; OKAMOTO, Mary Yoko; FERRAZZA, Daniele de Andrade. O caso Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e a medicalização da educação: uma análise a partir do relato de pais e professores. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 20, n. 58, p. 703-714, set. 2016.

DE FREITAS, C. R. Corpos que não param: criança, "TDAH" e escola. (Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2011.

EIDT, Nadia Mara; TULESKI, Silvana Calvo. Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e psicologia histórico-cultural. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 40, n. 139, p. 121-146, abr. 2010.

EIDT, Nadia Mara; TULESKY, Silvana Calvo. Repensando os distúrbios da aprendizagem a partir da Psicologia Histórico – Cultural. Psicologia em estudo, Maringá, v. 12, n. 3, p. 531- 540, set./dez. 2007.

EIDT, Nadia Mara; TULESKY, Silvana Calvo; FRANCO, Adriana de Fátima. Atenção não nasce pronta: o desenvolvimento da atenção voluntária como alternativa à medicalização. Nuances: estudos sobre educação, Presidente Prudente, v. 25, n.1, p. 78-96, jan./abri. 2014.

FERNANDES, Rosana Aparecida; OLIVEIRA, José Menna. Quem são os autênticos intranquilos da contemporaneidade?. childhood & philosophy, Rio de Janeiro, v. 14, n. 29, p. 259-278, jan.-abr. 2018.

FREUD, Joseph Knobel. Sobre o TDAH: transtorno ou invenção?. Cienc. Cult., São Paulo, v. 66, n. 1, p. 54-57, 2014.

GIRÃO, Marina Serejo; COLAÇO, Veriana de Fátima Rodrigues. TDAH na infância contemporânea: um olhar a partir da sociologia da infância e da psicologia histórico cultural. Pesquisas e Práticas Psicossociais, São João del Rei, v.13, n 1, p. 1-13, jan-abr., 2018.

LEITE, Hilusca alves; REBELLO, Marilene Proença. O desenvolvimento da atenção como objeto de estudo: contribuições do enfoque histórico-cultural. Nuances: estudos sobre educação, Presidente Prudente, v. 25, n. 1, p. 59-77, jan./abr. 2014.

LEITE, Hilusca Alves; TULESKI, Silvana Calvo. Psicologia Histórico-Cultural e desenvolvimento da atenção voluntária: novo entendimento para o TDAH. Psicol. Esc. Educ. (Impr.), Maringá, v. 15, n. 1, p. 111-119, jun. 2011.

LEITE, H. A. A atenção na constituição do desenvolvimento humano: contribuições da psicologia histórico-cultural. Tese de doutorado. Programa de Pós-graduação em Psicologia Escolar e Desenvolvimento humano, USP, São Paulo, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-336

Refbacks

  • There are currently no refbacks.