Caracterização físico-química e sensorial de biscoitos tipo cookie elaborados com farinha de berinjela (solanum melongena l.) E quiabo (abelmoschus esculentus l. Moench). / Physico-chemical and sensory characterization of cookie type cookies made with eggplant flour (solanum melongena l.) And okra (abelmoschus esculentus l. Moench).

Thayse Wilma Nogueira de Oliveira, Andressa Nathanna Castro Damasceno, Victor Alves de Oliveira, Charles Emanuel de Oliveira Silva, Nara Vanessa dos Santos Barros, Márcia Maria Leal de Medeiros, Idila Maria da Silva Araújo, Stella Regina Arcanjo Medeiros

Abstract


A berinjela e o quiabo são vegetais amplamente conhecidos por seu valor nutricional e terapêutico. Na busca por alimentos com atividades funcionais, tem-se estudado a aplicação de farinhas vegetais no desenvolvimento de produtos, como biscoitos, no intuito de atrelar valor nutricional e sensorial. Diante disto, objetivou-se desenvolver e avaliar biscoitos tipo cookie elaborados com farinha de berinjela (Solanum melongena L.) e quiabo (Abelmoschus esculentus L. Moench). Tratou-se de uma pesquisa desenvolvida na Universidade Federal do Piauí, iniciando com preparo das farinhas através da desidratação e trituração dos vegetais. A partir de uma formulação padrão, parte da farinha de trigo integral foi substituída por farinhas de berinjela e quiabo. Foram desenvolvidas quatro formulações de biscoito: padrão (BP), com apenas farinha de trigo integral; BB, com 25% de farinha de berinjela; BQ, com 25% de farinha de quiabo e; BBD, com 25% do blend de farinhas de berinjela e quiabo. Os biscoitos foram avaliados quanto às características físico-química (umidade, cinzas, proteínas, lipídios, fibra bruta e carboidratos), aceitabilidade sensorial global e dos atributos cor, sabor, aroma e textura e, intenção de compra A análise estatística foi realizada no Software STATISTICA v.7.0. As farinhas elaboradas apresentaram bom rendimento e diferiram entre si na composição química. Quanto aos biscoitos, todos diferiram (p£0,05) quanto aos teores de umidade, cinzas, proteínas e carboidratos. Na análise sensorial, a amostra de biscoito padrão foi a que obteve maior aceitação em todos os atributos, seguido dos biscoitos de berinjela e blend (p>0,05).O BQ diferiu do padrão em todas as caracteristicas, estando as médias entre “gostei ligeiramente” a “desgostei ligeiramente”, resultado refletido na baixa intenção de compra indicada na pesquisa. Portanto, apesar das farinhas proporcionarem maior teor de nutrientes aos produtos, também forneceram características sensoriais de baixa aceitação, sendo necessário novos estudos para melhor adaptar sua formulação.

  


Keywords


Análise sensorial, nutrição, físico-quimica.

References


ADETUYI, F.; AJALA, L.; IBRAHIM, T. Effect of the addition of defatted okra seed (abelmoschus esculentus) flour on the chemical composition, functional properties and zn bioavailability of plantain (musa paradisiacal linn) flour. The Journal of Microbiology, Biotechnology and Food Sciences, v. 2, n. 1, 2012.

AMERICAN ASSOCIATION OF CEREAL CHEMISTS – AACC. Approved methods of the American Association of Cereal Chemists. 9. ed. Saint Paul: AACC, 1995.

ALAM, S.; KHAN, G. M. A. Chemical analysis of okra bast fiber (Abelmoschus esculentus) and its physic-chemical properties. Journal of textile and apparel technology and management, v. 5, n. 4, 2007.

AMIN, I. M. NutritionalPropertiesofAbelmoschusEsculentus as RemedytoManage Diabetes Mellitus: A Literature Review. In: 2011 INTERNATIONAL CONFERENCE ON BIOMEDICAL ENGINEERING AND TECHNOLOGY, v. 11, 2011, Singapore. Anais da International Conference on Biomedical Engineering and Technology, Singapore: IACSIT Press, 2011.

ANDERSON, J. W.; BAIRD, P.; JUNIOR, R. H. D.; FERRERI, S.; KNUDTSON, M.; KORAYM, A.; WATERS, V.; WILLIAMS, C. L. Health benefits of dietary fiber. Nutrition reviews, v. 67, n. 4, 2009.

ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS. Official methods of analysis. 17th ed. Gaithersburg, 2000. 2 v.

BAPTISTA, A. T. A.; SILVA, M. O.; BERGAMASCO, R.; VIEIRA, A. M. S. Avaliação físico-química e sensorial de biscoitos tipo cookies elaborados com folha de Moringa oleífera. Boletim CEPPA, v. 30, n. 1, 2012.

BASSINELLO, P.Z.; FREITAS, D.G.C.; ASCHERIB, J.L.R.; TAKEITIB, C.Y.; CARVALHO, R. N.; KOAKUZUA, S. N., CARVALHO, A. V. Characterization of cookies formulated with rice and black bean extruded flours. Procedia Food Science, v. 1, 1645 – 1652, 2011.

BERNAUD, F. S. R.; RODRIGUES, T. C. Fibra alimentar – ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, v. 57, n. 6, 2013.

BERTAGNOLLI, S. M. M.; SILVEIRA, M. L. R.; FOGAÇA, A. O.; UMANN, L.; PENNA, N. G. Bioactive compounds and acceptance of cookies made with Guava peel flour. Food Sci. Technol, Campinas, v. 34, n. 2, 303-308, 2014.

BICK, M. A.; FOGAÇA, A. O.; STORCK, C. R. Biscoitos com diferentes concentrações de farinha de quinoa em substituição parcial à farinha de trigo. BrasilianJournalof Food Technology, v. 17, n. 2, 2014.

BRASIL, D. L.; BELO, T. A. R.; ZAMBELLI, R. A.; PONTES, D. F.; SILVA, M. L. Desenvolvimento de pães tipo forma adicionado de farinha de berinjela. In: XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química, 10, 2014. Florianópolis. Anais do XX Congresso Brasileiro de Engenharia Química, Florianópolis: COBEQ, 2014.

CARNEIRO, A. P. G. et al. Composição centesimal e avaliação sensorial de biscoitos tipo cookies acrescido de pó de açaí orgânico. Alimentos e Nutrição, v. 23, n. 2, 2012.

CARVALHO, M. M. S.; LINO, L. L. A. Evaluationfactorsfeaturingeggplant

(Solanummelongena L.) as a functional food. Nutrire: Revista da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, v. 39, n. 1, 2014.

CHIELLE, E. O.; GRIEBELER, E. Efeito do flavonoide rutina sobre o perfil lipídico de ratos diabéticos induzidos por estreptozotocina. Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 3, n. 1, 2013.

CLERICI, M. T. P. S.; OLIVEIRA, M. E.; NABESHIMA, E. H. Qualidade física, química e sensorial de biscoitos tipo cookies elaborados com a substituição parcial da farinha de trigo por farinha desengordurada de gergelim. BrasilianJournalof Food Technology, v. 16, n. 2, 2013.

CRISTO, T. W.; RODRIGUES, B. M.; SANTOS, N. M.; CANDIDO, C. J.; SANTOS, E. F.; NOVELLO, D. Barra de cereais com adição de farinha de casca de chuchu: caracterização físico-química e sensorial entre crianças. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina, v. 36, n. 2, p. 85-96, jul./dez. 2015.

FERREIRA, A. E.; FERREIRA, B. S.; LAGES, M. M. B.; RODRIGUES, V. A. F.; THÉ, P. M. P.; PINTO, N. A. V. D. Caracterização e uso da casca de jabuticaba. Alim. Nutr., v. 23, n. 4, p. 603-607, out./dez. 2012.

FINCO, A. M. O.; BEZERRA, J. R. M. V.; RIGO, M.; CÓRDOVA, K. R. V. Elaboração de biscoitos com adição de farinha de berinjela. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, v. 03, n. 01, 2009.

GEMEDE, H. F.; RATTA, N.; HAKI, G. D.; WOLDEGIORGIS, A. Z.; BEYENE, F. Nutritional Quality and Health Benefits of Okra (Abelmoschus esculentus): A Review. Food Science and Quality Management, v. 33, n. 1, 2014.

HAUNER, H.; BECHTHOLD, A.; BOEING, H.; BRONSTRUP, A.; BUYKEN, A.; LESCHIK-BONNET, E.; LINSEISEN, J.; SCHULZE, M.; STROHM, D.; WOLFRAM, G. Evidence-based guideline of the German Nutrition Society: carbohydrate intake and prevention of nutrition- related diseases. AnnalsofNutritionandMetabolism, v. 60, n. 1, 2012.

HIROSE, Y.; FUJITA, T.; ISHII, T.; UENO, N. Antioxidative properties and flavonoid composition of Chenopodium quinoa seeds cultivated in Japan. Food Chemistry, v. 119, n. 4, 2010.

HUR, I. Y.; REICKS, M. Relationship between whole-grain intake, chronic disease risk indicators, and weight status among adolescents in the national health and nutrition examination survey, 1999-2004. Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, v. 112, n. 1, 2012.

KACZMARCZYK, M. M.; MILLER, M. J.; FREUND, G.G. The health benefits of dietary fiber: Beyond the usual suspects of type 2 diabetes mellitus, cardiovascular disease and colon cancer. Metabolism clinical and experimental, v.61, n. 8, 2012.

LIRA, C. P.; ALVES, T. N.; HUGUENIN, G. V. B.; ROSA, G.; TEODORO, A. J. Avaliação da composição centesimal e atividade antioxidante de farinhas não convencionais produzidas a partir de resíduos de alimentos. Nutrire: Revista da Sociedade Brasileira de Alimentos e Nutrição, v. 38, n. 1, 2013.

MACHADO, R. M. D.; TOLEDO, M. C. F. Determinação de glicoalcalóides em batatas in natura (SolanumTuberosum L.) comercializadas na cidade de campinas, estado de São Paulo. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 24, n. 1, 2004.

MANAL, A.M; HASSAN; HEND, M. A. The Nutritional Composition of Three Cultivars of Okra (Abelmoschus esculentus L.) Seeds Flour. World Journal of Dairy & Food Sciences, v. 10, n. 2, 122-131, 2015.

MARIANI, M.; OLIVEIRA, V. R.; FACCIN, R.; RIOS, A. O. VENZKE, J. G. Elaboração e avaliação de biscoitos sem glúten a partir de farelo de arroz e farinhas de arroz e de soja. Brazilian Journal of Food Technology, Campinas, v. 18, n. 1, p. 70-78, jan./mar. 2015

MAURO, A. K.; SILVA, V. L. M.; FREITAS, M. C. J. Caracterização física, química e sensorial de cookies confeccionados com Farinha de Talo de Couve (FTC) e Farinha de Talo de Espinafre (FTE) ricas em fibra alimentar. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, 30(3): 719-728, jul.-set. 2010.

MEDEIROS, G. R.; KWIATKOWSKI, A.; CLEMENTE, E. Características de qualidade de farinhas mistas de trigo e polpa de pupunha (BactrisGasipaesKunth). Alim. Nutr, v. 23, n. 4, 2012.

MIRA, G. S.; GRAF, H.; CÂNDIDO, L. M. B. Visão retrospectiva em fibras alimentares com ênfase em beta-glucanas no tratamento do diabetes. BrazilianJournalofPharmaceuticalSciences, vol. 45, n. 1, 2009.

MIRANDA, A. A.; CAIXETA , A.C.A.; FLÁVIO, E.F., PINHO, L.. Desenvolvimento e análise de bolos enriquecidos com farinha da casca do maracujá (passiflora edulis) como fonte de fibras. Alimentos e Nutrição, v. 24, n. 2, 2013.

MOURA, K. L. A.; MOURA, S. I. A. Desenvolvimento e avaliação das características nutricionais, físico-químicas e sensoriais de bolo com diferentes tipos de farinhas e Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa H. B. K.). 2014, 65 f. Monografia (Bacharelado em Engenharia de Alimentos) - Fundação Universidade Federal de Rondônia, Ariquemes, 2014.

NASCIMENTO, E. M. G. C.; ASCHERI, J. L. R.; CARVALHO, C. W. P.; GALDEANO, M. C. Benefícios e perigos do aproveitamento da casca de maracujá (Passiflora edulis) como ingrediente na produção de alimentos. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v. 72, n. 1, 2013.

OLIVEIRA, A. M. M. M.; MARINHO, H. A. Desenvolvimento de panetone à base de farinha de pupunha (BactrisgasipaesKunth). Alim. Nutr., v. 21, n. 4, 2010.

OLIVEIRA, F. A.; CAMPOS, M. S.; OLIVEIRA, F. R. A.; OLIVEIRA, M. K. T.; MEDEIROS, J. F.; MELO, T. K. Desenvolvimento e concentração de nitrogênio, fósforo e potássio no tecido foliar da berinjela em função da salinidade. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v.6, n.1, 2011.

OGUNGBENLE H. N.; OMOSOLA S. M. The Comparative Assessment of Nutritive Values of Dry Nigerian Okra (Abelmoschus esculentus) Fruit and Oil. International Journal of Food Science and Nutrition Engineering, v. 5, n. 1, 8-14, 2015.

OLANIYAN, A. M.; OMOLEYOMI, B. D. Characteristics of Okra under Different Process Pretreatments and Different Drying Conditions. J Food Process Technol, v., n. 6, 2013.

PASCOAL, A. M.; SANTOS, L. G. L.; VERDE, G. M. S. V. Avaliação farmacognóstica do extrato de Abelmoschusesculentus (L.) Moench (malvaceae). In: II JORNADA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIEVANGÉLICA, Vol. 1, 2011. Anápolis. Anais do IX Seminário de PBIC, Anápolis: UniEVANGÉLICA, 2011.

PEREIRA, S. C. L.; MONTEIRO, M. R. P.; HENRIQUES, G. S.; ORGANO, J. P.; ALMEIDA, L. V. M. Desenvolvimento de um biscoito tipo cookie a base de soja/aveia e avaliação de seus efeitos metabólicos em ratos diabéticos. Revista do Médico Residente, v. 13, n. 2, 2011.

PEREZ, P. M. P.; GERMANI, R. Farinha mista de trigo e berinjela: Características físicas e químicas. Boletim CEPPA, v. 22, n. 1, 2004.

POSSETTI, T.; DUTRA, M. B. L. Produção, composição centesimal e qualidade microbiológica de farinha de berinjela (Solanummelongena, L.). ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, v. 7, n. 13; 2011.

QUEIROZ, I. S. R.; LEITÃO, A. R. F.; FERREIRA, L. L.; DIAS, N. S.; COSME, C. R.; MOTA, A. F. Tolerância da berinjela à salinidade cultivada em substrato de fibra de coco. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido, v. 9, n. 2, 2013.

SAN JOSÉ, R. M.; SÁNCHEZ-MATA, M. C.; CÁMARA, M.; PROHENSB, J. Eggplant fruit composition as affected by the cultivation environment and genetic constitution. J Sci Food Agric., v. 94, 2774–2784, 2014.

SOARES, K. A.; RESENDE, A.; SILVA JUNIOR, W.; ITAIA, N.; PANDOLFO, C. Avaliação do efeito da farinha da berinjela (Solanummelongena, L.) em roedores (Rattusnovergicus) nos teores de glicose, colesterol total e triglicerídeos. Ensaios e ciência: ciências biológicas, agrárias e da saúde, v. 16, n. 6, p.9-26, 2012.

SOARES JÚNIOR, M. S.; REIS, R.C.; BASSINELLO, P. Z.; LACERDA, D. B. C.; KOAKUZU, S. N.; CALIARI, M. Qualidade de biscoitos formulados com diferentes teores de farinha de casca de pequi. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 39, n. 2, p. 98-104, abr./jun. 2009.

SEYFRIED, M. Caracterização química dos polissacarídeos provenientes dos frutos de Abelmoschusesculentus L. Moench e suas atividades biológicas in vitro. Curitiba: 2014. 157f. Dissertação (Mestrado em ciências bioquímicas) - Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Disponível em: . Acesso em 02 de maio de 2015.

SHILS, M. E.; OLSON, J. A.; SHIKE, M.; ROSS, A. C.; CABALLERO, B,; COUS. Tratado de nutrição moderna na saúde e na doença. 10ª ed. São Paulo: Manole, 2009.

TSUDA, J.; CARVALHO, A. C. B.; COSTA, A. B. S.; FREIRE, F. B. Análise da secagem convectiva de fatias de berinjela. In: X Congresso Brasileiro de Engenharia Química Iniciação Científica, vol. 1, 2014, Vassouras – RJ. BlucherChemicalEngineeringProceedings, Vassouras – RJ: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2014.

ZAMARIOLA, N.; OLIVEIRA, J. A.; GOMES, L. A. A.; JÁCOME, M. F.; REIS, L. V. Effect of drying, pelliculation and storage on the physiological quality of eggplant seeds. Journal of Seed Science, v.36, n.2, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-335

Refbacks

  • There are currently no refbacks.