Considerações sobre a logoterapia e a análise existencial como leituras do funcionamento do psíquico: uma revisão de literatura / Considerations on logotherapy and existential analysis as readings of the psychic's functioning: a literature review

Leone Agapito Lima, Francisco Flávio Firmino, Leonice Abreu Pereira, Patrícia Mendes Lemos

Abstract


 Este trabalho objetiva apresentar a teoria psicológica de Viktor Emil Frankl, destacando brevemente seu histórico, os conceitos da tríade trágica e os pilares da escola frankliana: Liberdade da Vontade, Vontade de Sentido e Sentido da Vida. Destacamos que a relevância para tal estudo é o fato de que a Logoterapia e Análise Existencial está implicada ao contexto social contemporâneo, cujas fatores: de falta de sentido, o “vácuo” existencial e a interrogação acerca do sentido da vida, têm se tornado cada vez mais presente.


Keywords


Pilares da Logoterapia. Tríade trágica. Viktor Frankl.

References


ANDRADE, R. R. A logoterapia como uma proposta peculiar de psicologia humanista. Logos e Existência: revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial. 4 (1), 23-35, 2015.

AQUINO, A. A. T. Et al. Logoterapia no contexto da psicologia: Reflexões acerca da análise existencial de Viktor Frankl como uma modalidade de psicoterapia. Logos e Existência: revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial. 4 (1), 45 – 65, 2015.

CORRÊA, A. D; RODRIGUES, D. M. C. Finitude e sentido da vida: do torpor à tarefa. Logos e Existência: revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial. 2 (1), 37 – 46, 2013.

DOMINGOS, P. T. A autêntica imago hominis no limiar entre a filosofia e a psicologia. Logos e Existência: revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial 4 (2), 143-151, 2015.

FRANKL, E. V. A vontade de sentido: fundamentos e aplicações da Logoterapia. São Paulo: Paulus, 2011.

__________. Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração: 28 ed. São Leopoldo – Sinodal: Petrópolis: Vozes, 2015.

__________. Logoterapia e Análise Existencial: texto de seis décadas. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2017.

__________. O que não está escrito nos meus livros: memórias. São Paulo: É realizações,

__________. Sede de sentido. 5 ed. São Paulo: Quadrante, 2016.

__________. Um sentido para a vida: psicoterapia e humanismo. Aparecida - São Paulo: Santuário, 1989.

LUKAS, E. Logoterapia: “A força desafiadora do espírito”. Tradução de José de Sá Porto. Santos: Edições Loyola, São Paulo, 1989.

PEREIRA, S. I. A ética do sentido da vida: Fundamentos Filosóficos da Logoterapia. Aparecida – São Paulo: Idéias & Letras, 2013.

SANTOS, D. M. B. Logoterapia: compreendendo a teoria através de mapa de conceitos. Arquivos Brasileiros de Psicologia. 68 (2): 128-142 128: Rio de Janeiro, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-329

Refbacks

  • There are currently no refbacks.