Uso do sensoriamento remoto para monitoramento da redução das águas do complexo curema-mãe d’água / Use of remote sensing for monitoring water reduction in the curema-mother d’água complex

José Diogenes Alves Pereira, Virgínia de Fátima Bezerra Nogueira, César Lincoln Oliveira de Souza, Valner da Silva Nogueira, Filipe Tawã Gomes, Daniel Sousa Rocha

Abstract


O semiárido do Nordeste possui grande variabilidade de precipitação e secas históricas, portanto se fazem necessários o monitoramento e gestão eficiente dos recursos hídricos da região. O sistema Curema-Mãe D’Água é de grande importância para a região, perenizando o rio Piancó beneficiando muitas cidades e comunidades rurais da Paraíba e do Rio Grande do Norte, tanto áreas ribeirinhas quanto municípios mais distantes por meio de adutoras que levam a água a áreas mais distantes. O sensoriamento remoto é uma ferramenta ideal para o conhecimento e monitoramento dos recursos naturais. O objetivo desse trabalho foi realizar uma análise multitemporal da lâmina d’água dos açudes de Curema e Mãe d’Água para auxiliar na gestão desse recurso hídrico. Foi observado uma diminuição significativa do volume de água do complexo entre os anos de 2008 a 2015.


Keywords


TST, NDVI, Recurso Hídrico, LandSat 8.

References


AB'SÁBER, Aziz. Floram: Nordeste Seco. Estudos avançados, v. 4, n. 9, p. 149-174, 1990.

AB’SÁBER, Aziz Nacib et al. Dossiê nordeste seco. Estudos avançados, v. 13, n. 36, p. 1999, 1999.

AESA. Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA). Disponível em:http://site2.aesa.pb.gov.br/aesa/volumesAcudes.do?metodo=preparaGraficos&codAcude=9654./ Acesso em: 05/08/2019.

ALMEIDA, A. J. P, JUNIOR, S. A. M. G., ANDRADE, E. L., NETO, J. V. F. Relação entre o Índice de Vegetação e a Temperatura de Superfície na estimativa e identificação das ilhas de calor na cidade de Maceió-AL. Anais XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto-SBSR, João Pessoa-PB, Brasil, v. 25, 2015.

HASTENRATH, S., 1984: Interannual variability and annual cycle: mechanisms of circulation and climate in the tropical Atlantic. Mon. Wea. Rev., 112, 1097-1107.

IDEIÃO, S. M. A., CUNHA, J. E. B. L., RUFINO, I. A. A., SILVA, B. B. Determiação da temperatura de superfície o estado da Paraíba a partir de imagens LADSAT 5 –tm. II Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação, Recife - PE, 8-11 de setembro de 2008. p. 000-000.

JACOMINE, P. K. T. Solos sob caatingas – Características e uso agrícola. In: ALVAREZ, V. H.; FONTES, L. E. F.; FONTE, M. P. F. (Ed.). O solo nos grandes domínios morfoclimáticos do Brasil e o desenvolvimento sustentado. Viçosa: SBCS/UFV. 1996. p.95-111.

LIMA, C. A. G (2004). Análise e Sugestão para Diretrizes de Uso das Disponibilidades Hídricas Superficiais da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó, Localizada no Estado da Paraíba. Tese de Doutorado. UFCG, Campina Grande – PB. 274p.

LIMA, Cícero Aurélio G.; CURI, Wilson F.; CURI, Rosires C. Marco Regulatório para a Gestão do Sistema Curema-Açu e as Disponibilidades Hídricas do Reservatório Curema-Mãe D’Água. RBRH—Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v. 12, n. 4, p. 73-86, 2007.

MELO, Josandra Araújo Barreto; PEREIRA, Ronildo Alcântara; NETO, José Dantas. Atuação do estado brasileiro no combate à seca no nordeste e ampliação das vulnerabilidades locais. Qualitas Revista Eletrônica, v. 8, n. 2, 2009.

MENDONÇA, Francisco; DANNI-OLIVEIRA, Inês Moresco. Climatologia: noções básicas e climas do Brasil. Oficina de textos, 2017.

MOURA, M. S. B. et al. Clima e água de chuva no Semi-Árido. Embrapa Semiárido-Capítulo em livro científico (ALICE), 2007.

NOBRE, Paulo; MELO, ABC de. Variabilidade climática intrasazonal sobre o Nordeste do Brasil em 1998-2000. Revista Climanálise, ano, v. 2, 2001.

NOBREGA, M. D. A. C. Domínio das águas no trecho perenizado do rio Piancó pelos reservatórios Coremas e Mãe D’Água: estudo de caso. 2016. 71 f. Dissertação (Ciências e Tecnologia Agroindustriais) – Universidade Federal de Campina Grande. Pombal – PB. 2016.

NORDESTE sertanejo: a região semi-árida mais povoada do mundo. Estudos Avançados, São Paulo, v. 13, n. 35 p.60-68, Mai/Ago. 1999.

PIRES, E. G. JUNIOR, L. G. F. Mapeamento da temperatura de superfície a partir de imagens termais dos satélites Landsat 7 e Landsat 8. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, 17, 2015, João Pessoa. Anais. São José dos Campos: INPE, 2015. p. 7421-7428. Disponível na biblioteca digital URLib: . Acesso em: 28 jul. 2019.

SOUZA, J. D. DE, SILVA, B. B. DA. "Correção atmosférica para temperatura da superfície obtida com imagem TM: Landsat 5." Revista Brasileira de Geofísica 23.4 (2005): 349-358.

SOUSA, T. M. I., FFERREIRA, P. M. L., GARRIDO, J. W. A., QUEIROZ, M. M. F., SILVA, F. M. Qualidade ambiental da bacia do Rio Piancó iranhas Açu Environmental qualityofriverbasin Piancó Piranhas Açu. Revista Verde de groecologia e Desenvolvimento Sustentável, v 9, n. 4 , p. 84-94, out-dez, 2014.

USGS (Serviço Geológico Americano). Disponível no site:https://earthexplorer.usgs.gov/. Acesso em: 05/07/2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-312

Refbacks

  • There are currently no refbacks.