Mercado de trabalho em Angola: dinâmica contemporânea e informalidade / Labor market in Angola: contemporary dynamics and informality

Anacleto Aníbal Xavier Domingos, Alexsandro Sousa Brito, Ricardo Zimbrão Affonso de Paula

Abstract


A economia angolana passou por modificações significativas nos últimos 15 anos, impactando o mercado de trabalho e aumentando significativamente a informalidade. De 2002 a 2017 houve um encolhimento da participação do setor que evidencia a condição de economia de enclave angolana, isto é, o setor petrolífero e um aumento das atividades ligadas ao comércio. Modificações ocorreram na estrutura setorial, mas não resvalaram na composição lucros-salários, isto é, os trabalhadores não aproveitaram muito essas modificações. Em 2002 os lucros e juros representavam 76% da renda nacional enquanto os salários 23%, não variaram muito 15 anos depois, 76% e 24% respectivamente.


Keywords


Mercado de trabalho, Angola. Economia angolana. Setor petrolífero. Informalidade.

References


ALVES, M.A e TAVARES, M.A. A dupla face da informalidade do trabalho: “autonomia” ou precarização. In: Ricardo Antunes (organizador). Riqueza e miséria do trabalho no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2006.

CEIC. Relatório Econômico de Angola – 2008: Universidade Católica de Angola.

ERNESTO, A; CAPILO, G. A economia informal em Angola: caracterização do trabalhador informal. Luanda, Osisa, 2018.

INGHAM, Geoffrey. Capitalism. Oxford: Polity Press, 2009.

INE (Instituto Nacional de Estatística), Contas Nacionais, 2002-2017

____________ Inquérito Integrado sobre o Bem-Estar da População (IBEP) 2008-2009.

KON, Anita. A economia do trabalho: qualificação e segmentação no Brasil. Rio de Janeiro: Atlas Books, 2015.

LOPES, Carlos. M. A economia informal em Angola: breve panorâmica: Revista Angolana de Sociologia, 14 | 2014, 61-75.

MALAGUTI, Manoel Luiz. Crítica à razão informal: a imaterialidade do salariado. São Paulo, Boitempo, 2000.

MENEZES, Solival. Mamma Angola: sociedade e economia de um país nascente. São Paulo: Edusp/FAPESP, 2000.

ROCHA, José Alves da. Salários, distribuição de rendimento e crescimento equitativo. Luanda, Mayamba, 2014.

______________ Pensamentos soltos, mas estruturados sobre a economia e sociedade em Angola: os ciclos do petróleo em Angola desde 1987. Luanda, CEIC, 2015.

SILVA, Mara Eloise Caetano da. O processo de inserção da mulher no mercado de trabalho angolano: estratégias, trajetórias e contextos socioprofissionais. Lisboa, Dissertação, 2013.

https://pt.tradingeconomics.com/angola/unemployment-rate. Acesso em:18 mar de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-301

Refbacks

  • There are currently no refbacks.