Formação, identidade e desenvolvimento profissional do egresso do curso de Pedagogia: análise em contextos escolares e não-escolares / Formation, identity and professional development of the graduate of the Pedagogy course: analysis in school and non-school contexts

Franc-Lane Sousa Carvalho do Nascimento, Nadja Regina Sousa Magalhães, Joelson de Sousa Morais, Elizangela Fernandes Martins, Shirlane Maria Batista da Silva, Cleia Maria Lima Azevedo, Maria Lourdene Paula Costa

Abstract


Este artigo é parte integrante de uma pesquisa maior intitulada: “Formação inicial/continuada e o desenvolvimento profissional em vista da construção da identidade e da profissionalização do pedagogo”. Partimos da seguinte questão norteadora: como se constitui a identidade profissional do pedagogo egresso do curso de pedagogia do CESC/UEMA em vista de sua formação e o processo de construção da profissionalização? Delimitamos como objetivo geral: analisar a importância da formação inicial e do desenvolvimento profissional para o processo de profissionalização docente do pedagogo egresso do curso de Pedagogia do CESC/UEMA e sua relação com o cenário da Pedagogia em Caxias - MA fazendo articulações com os documentos legais. Fundamentamo-nos em autores como: Giroux (1997); Imbernón (2001); Sacristán (1999); Saviani (2007), Libâneo (2002), Josso (2010), dentre outros. Realizamos uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, utilizando como dispositivos metodológicos observações e questionário no qual emergiram as narrativas dos sujeitos pesquisados. Os resultados da pesquisa apontaram pedagogos que por um lado revelam em suas narrativas características de satisfação com a sua formação e o seu desenvolvimento profissional, enquanto outros evidenciam lacunas sob as quais buscam formação continuada e estão abertos a inovações, aptos a transformações dentro dos contextos escolares. No entanto, acreditamos que tanto o curso como os profissionais necessitam estar em constante melhoria e fazer com zelo o que foram instruídos no projeto pedagógico do curso da instituição formadora, pois Caxias-MA e o Brasil necessita de profissionais bem formadas para lidar com as diversidades do contexto educativo.


Keywords


Identidade Profissional. Pedagogo Egresso. Profissionalização Docente.

References


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 4.ed. Lisboa: Edicões70, 2009.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Pedagogia. Ministério de Educação e do Desporto. Conselho Nacional de Educação. Brasília, DF: MEC/CNE, 2006.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: http://basenacionalcomum .mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acessado em: 04/01/2020.

DOMINICÉ, Pierre. O processo de formação e alguns dos seus componentes relacionais. In.: NÓVOA, A.; FINGER, M. (Orgs.) O método (auto)biográfico e a formação. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

GIROUX, Henry A. Os Professores como Intelectuais: rumo a uma pedagogia crítica da aprendizagem. Trad. Daniel Bueno, Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

IMBERNÓN, Francisco. Formação Docente e Profissional. São Paulo: Cortez, 2001.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. Tradução de José Cláudio, Júlia Ferreira; revisão Maria da Conceição Passeggi, Marie-Christine Josso. 2. ed. rev. E ampl. Natal, RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2010.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e Pedagogos: inquietações e buscas. In: Educar, Curitiba: Editora da UFPR, nº17, p. 153-176, 2002.

______. Diretrizes curriculares da Pedagogia: um adeus à Pedagogia e aos pedagogos?. 13º ENDIPE. Recife, 2006.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto Editora, 1999.

NASCIMENTO, Franc-Lane S. C. do. Curso de pedagogia, desenvolvimento professional e a profissionalização docente. Revista Internacional de Formação de Professores (RIPF), Itapetininga. V.2, n.2, p. 34-55, 2017.

NÓVOA, Antônio (Org). Vidas de professores. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. São Paulo: Cortez, 2000.

______.; ANASTASIOU, G. C. Docência do Ensino superior. São Paulo: Cortez, 2002.

RAMALHO, Betania Leite; NUÑEZ, Isauro Beltrán e GAUTHIER, Clermont. Formar o professor, profissionalizar o ensino: perspectivas e desafios. Porto Alegre: Sulina, 2004.

RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa. Tradução Claudia Berliner. Revisão da tradução Márcia Valéria Martinez de Aguiar. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.

SACRISTÁN, José Gimeno. Poderes instáveis em educação. Porto Alegre: Artmed, 1999.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia: o espaço da educação na universidade. Cad. Pesqui. São Paulo, v. 37, n. 130, 2007. Disponível em: http://scielo.br. Acesso em: 14 jan. 2018.

SOARES, Magda. As pesquisas nas áreas específicas influenciando o curso de formação de professores. In: ANDRÉ, M. E. D. A. O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. 2. ed. São Paulo: Papirus, 2002.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação professional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

VEIGA, Ilma Passos A.; D´ÁVILA, Cristina (Orgs.). Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas. Campinas, SP: Papirus, 2008.

ZEICHNER, Kenneth. M. A formação reflexiva de professores: idéias e práticas. Lisboa: Educa, 1993.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-276

Refbacks

  • There are currently no refbacks.