A viabilidade do teletrabalho na administração pública brasileira / The feasibility of tele-work in brazilian public administration

Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, Lucio Carlos Dias Oliveira, Anne Gabriela Bastos Veiga

Abstract


É inegável o aumento das demandas no setor público brasileiro, exigindo, cada vez mais, a superação do trabalho burocratizado por prestação de serviços mais céleres e eficientes, de modo a modernizar os procedimentos internos de funcionamento da Administração Pública. Nesse contexto, com o advento do computador e, especialmente, da tecnologia de informação, o teletrabalho se apresenta como uma alternativa de reorganização da política de trabalho institucional na esfera pública, haja vista dispor de uma flexibilização do trabalho, com redução de custos operacionais, os quais culminam na atomização das atividades organizacionais.

 


Keywords


Setor Público; Administração Pública; Teletrabalho; Atividades Organizacionais.

References


BARROS, A. M.; SILVA, J. R. G. Percepções dos indivíduos sobre as consequências do teletrabalho na configuração home-office: estudo de caso na Shell Brasil. Cadernos EBAPE. BR, v. 8, n. 1, 2010.

BERNARDINO, A. F. Teletrabalho e gestão de recursos humanos: estudo de caso em uma organização de prestação de serviços em tecnologia da informação. Dissertação. Pontifica Universidade Católica do Paraná: Curitiba. 2010. 131 p.

BRASIL. Lei nº 12.551, de 15 de dezembro de 2011. Altera o art. 6º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, para equiparar os efeitos jurídicos da subordinação exercida por meios telemáticos e informatizados à exercida por meios pessoais e diretos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 16 dez. 2011. Seção 1, p. 3.

BRASIL. Consolidação das Leis Trabalhistas - CLT. Disponível em . Acesso em 05 de março 2020.

COSTA, Isabel de Sá Affonso da. 2004. Teletrabalho. Disponível em: http:bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/3273/Capaetc202.pdfsequence=1&i sAllowed=y. Acesso em 05 de março 2020.

_____________. Controle em novas formas de trabalho: teletrabalhadores e o discurso do empreendedorismo de si. Cadernos EBAPE.BR, v. 11, p. 462-474, 2013.

CRUZ, Carlos Henrique. Como fica o teletrabalho (home office) com a reforma trabalhista? Disponível em: http://chcadvocacia.adv.br/blog/teletrabalho-reforma-trabalhista/. Acesso em 05 de março 2020.

FERREIRA, Pâmela Igesca. O Teletrabalho e a Reforma Trabalhista. São Paulo – SP. Disponível em: http://www.sobratt.org.br/index.php/29112017-o-teletrabalho-e-a-reforma-trabalhista-tcc-pamela-igesca-ferreira/. Acesso em 05 de março 2020.

FREITAS, Silvia Rodrigues de. (2008). Teletrabalho Na Administração Pública Federal: Uma Análise Do Potencial De Implantação Na Diretoria De Marcas Do INPI. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro.

GASPAR, M. A.; SANTOS, S. A.; DONAIRE, D.; KUNIYOSHI, M. S.; PREARO, L. C. Gestão do conhecimento em ambientes de teletrabalho: um estudo em empresas atuantes na indústria de software no Brasil. In: VII Encontro de Estudos Organizacionais. Anais. Curitiba: ANPAD, 2012.

GREEN, K. A.; LÓPEZ, M.; WYSOCKI, A.; KEPNER, K. Telecommuting as a True Workplace Alternative. University of Florida. 2012. Disponível em: . Acesso em 05 de março 2020.

JÚNIOR, Jessé de Souza Oliveira. Teletrabalho: vantagens e desvantagens para indivíduos, organizações e sociedade, 2013. Disponível em: https://social.stoa.usp.br/articles/0028/9731/Oliveira_Jr_-_Teletrabalho_-_TCC_-_MBA_USP_GE_T1-2011.pdf. Acesso em 05 de março 2020.

LACOMBE, Francisco José Masset. Recursos Humanos: princípios e tendências. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

LEITE, Ana Luiza e MULLER, Isabela Regina Fornari. Teletrabalho no serviço público: estudo de caso no Ministério Público de Santa Catarina – MPSC, nov 2017. Disponível em: https://login.semead.com.br/20semead/arquivos/1275.pdf. Acesso em 05 de março 2020.

MELLO, A. A. A. O uso do teletrabalho nas empresas de call center e contact center multiclientes atuantes no Brasil: Estudo de caso para identificar as forças propulsoras, restritivas e contribuições reconhecidas. Tese. Universidade de São Paulo. São Paulo, p. 268, 2011.

NOGUEIRA, A. M.; PATINI, A. C. Trabalho remoto e desafios dos gestores. Revista de Administração e Inovação, São Paulo, v. 9, n.4, p. 121 - 152, Out/Dez, 2012.

PEREIRA, José Matias. A adoção do teletrabalho na Administração Pública. Brasília, DF: 2013. Disponível em: . Acesso em 05 de março 2020.

PINTO, Artur Emílio de Carvalho. Teletrabalho no Poder Judiciário: uma proposta de regulamentação na Justiça Federal. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/27892/1/2013_tcc_aecpinto.pdf. Acesso em 05 de março 2020.

REIS, Junio Alves do. O Teletrabalho e a Lei 13.467/2017. Goiatuba-GO. Disponível em: https://junin7.jusbrasil.com.br/artigos/612507652/o-teletrabalho-e-a-lei-13467-2017. Acesso em 05 de março 2020

ROVER, A. J; WULFING, J. Teletrabalho e Tecnologia: (re) adaptações sociais para o exercício do labor. In: CELLA, J. R. G.; ROVER, A. J.; GOMES, M. F. (coord.). Direito, Governança e novas tecnologias. Florianópolis: CONPEDI, 2015.

SAKUDA, L. O.; VASCONCELOS, F. C. Teletrabalho: desafios e perspectivas. O&S. v. 12. n. 33. Abr/Jun, 2005.

SILVA, Luiz de Pinho Pedreira. O teletrabalho. Revista LTr, São Paulo, v. 64, n. 5, maio 2000.

SILVA, F. S. E. O Teletrabalho como novo meio de laborar e sua compatibilidade com o ordenamento jurídico. R. CEJ, Brasília, 2004. n. 27, p. 102-109.

SILVA, P. A. M. Breves anotações sobre o teletrabalho no direito do trabalho brasileiro. Suplemento Trabalhista, editora LTR, v. 065, p. 317-320, 2012.

SILVA, Gabriella di Felício Ferreira da. (2014). Perspectivas sobre o teletrabalho no contexto da administração pública brasileira: um anteprojeto. Dissertação (Mestrado) - Curso de Administração Pública, FGV, Rio de Janeiro. Disponível em: . Acesso em 05 de março 2020

SILVA, Aimée Mastella Sampaio da. A aplicação do teletrabalho no serviço público brasileiro, 2015. Disponível em: http://coral.ufsm.br/congressodireito/anais/2015/1-2.pdf. Acesso em 05 de março 2020.

SOBRATT – Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades. 2013. Disponível em: . Acesso em 05 de março 2020.

TREMBLAY, D. G. Organização e satisfação no contexto do teletrabalho. Revista de A




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-222

Refbacks

  • There are currently no refbacks.