Trajetória das políticas públicas de trabalho e qualificação profissional no Brasil e no Maranhão: um estudo entre os anos de 2008 a 2017 / Trajectory of public policies for work and professional qualification in Brazil and Maranhão: a study between the years 2008 to 2017

Inácio Ferreira Façanha Neto, Josanne Cristina Ribeiro Ferreira Façanha

Abstract


 

O presente artigo tem por objetivo compreender a relação entre as políticas públicas de trabalho e qualificação profissional para o desenvolvimento econômico-social no Brasil e no Estado do Maranhão entre os anos de 2008 a 2017. Metodologicamente, a pesquisa se configura como qualitativa, quantitativa, descritiva, de natureza exploratória, bibliográfica e documental. Destaca-se que, no Maranhão, durante o período estudado, apesar dos esforços empreendidos pelo governo para implementação de tais políticas públicas, as iniciativas adotadas ainda se relevam não efetivas e eficazes para solucionar o problema de geração de emprego e renda e de crescimento econômico do Estado.

 


Keywords


Políticas públicas de trabalho e qualificação profissional. Precarização das relações de trabalho. Desemprego. Maranhão.

References


ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaios sobre a afirmação e a negociação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999.

AZEVEDO, B. Políticas públicas de emprego: a experiência brasileira. São Paulo: Abet, 1998.

BEHRING, E. Expressões políticas da crise e as novas configurações do Estado e da sociedade civil. In: Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS, 2008.

DEDECCA, C. S. Emprego e qualificação no Brasil dos anos 90. In: OLIVEIRA, M. A. (Org.). Reforma do Estado e Políticas de Emprego no Brasil. Campinas, SP: IE/UNICAMP, 1998. p. 269-294.

DIAS, T. MA precisa de 100 mil trabalhadores qualificados. Maranhão Maravilha Blog, [S. l.], 2011. Não paginado. Disponível em:https://maranhaomaravilha.blogspot.com.br/2011/01/ma-precisa-de-100-mil- trabalhadores.html. Acesso em: 20 dez 2018.

DURKEIM, Emile. Da divisão do trabalho social. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

ENGELS, Friedrich. Sobre o papel do trabalho na transformação do macaco em homem. In: ENGELS, Friedrich; MARX, Karl. Obras escolhidas. São Paulo: Alfa-Omega, s.d., v. II, 1876.

HARVEY, D. A condição pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1993.

HOLANDA, Felipe Macedo de. O Programa Maranhão Profissional: qualificar para o desemprego. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas, Centro de Ciências Sociais, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2017. 171 f.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. O Estado de uma nação: políticas públicas de emprego, trabalho e renda no Brasil. Rio de Janeiro, 2006.

KEYNES, J. M. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. São Paulo: Atlas, 2014.

MARX, Karl. Contribuição à crítica da economia política. São Paulo: Martins Fontes, 1985a.

OBSERVATÓRIO DO MERCADO DE TRABALHO DO MARANHÃO (OMT). Relatório Estrutural do Mercado de Trabalho do Maranhão. Ano I, vol. I São Luís: UFMA, 2016.

OLIVEIRA, Francisco. Privatização do público, destituição da fala e anulação da política: o totalitarismo neoliberal. In: OLIVEIRA, Francisco. PAOLI, Maria Célia. Os sentidos da democracia. Petrópolis: Vozes, 1999.

POCHMANN, Márcio. Políticas públicas e situação social na primeira década do século XXI. In: SADER, Emir (Org.). Lula e Dilma: 10 anos de governo pós-neoliberais no Brasil. Rio de Janeiro: FLACSO Brasil, 2013.

RAMOS, A. L. Acumulação flexível, toyotismo e desregulamentação do direito do trabalho. [S. l.: s. n.], 2015. Disponível em: http://www.ccj.ufsc.br/alramos/trabalho.html. Acesso em 18 dez 2018.

SOUZA, Jobson Monteiro de. Economia brasileira. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-190

Refbacks

  • There are currently no refbacks.