Contribuições da escuta orientada nos fundamentos psicanalíticos e vygotskiano para o processo de ensino e aprendizagem / Contributions of listening oriented on psychoanalytical and vygotskian fundamentals to the teaching and learning process

Maria Suerda Queiroz Moura, Zenaide Maria Da Silva Santiago, Elza Helena Da Silva Costa Barbosa, Silvia Maria Costa Barbosa, Antônia Batista Marques

Abstract


O presente trabalho, parte de um estudo de caso, cujo objetivo é discutir as contribuições da escuta orientada para comunicação e melhoria do ensino e aprendizagem na sala de aula. Em uma escola do ensino fundamental no estado do Ceará. A princípio, para uma melhor abordagem e promover a compreensão das diferenças entre ouvir e escutar utilizou-se como prática a escuta orientada na linha psicanalítica assim como, identificando as dificuldades na comunicação efetiva entre educando, professores e familiares a partir da linguagem, fazendo uso da fala que se configura parte das funções psicológicas superiores de Vygotsky e socializando a importância da escuta orientada no processo de ensino-aprendizagem e por fim no fortalecimento das interações sociais. A comunicação é essencial nas interações sociais, as crianças e os adolescentes necessitam estabelecer essas relações através da fala e da escuta como um canal comunicativo, para melhoria do conhecimento e dos vínculos afetivos. A escola, como espaço propício para o incentivo e o desenvolvimento do diálogo, favorece ao exercício da fala e o aprimoramento da escuta orientada, esses meios de interações entre os sujeitos de diferentes contextos familiares, engrandece sua atuação diante a sociedade e de seu conhecimento de mundo. Diante da prática docente, professores e alunos precisam construir relações comunicativas eficazes, com fins a um desenvolvimento de aprendizagem significativa e vínculos afetivos essenciais para o processo de construção do conhecimento.   


Keywords


Comunicação. Aprendizagem. Mediação. Fala. Escuta.

References


BACHELARD, Gaston. Filosofia do novo espírito científico. Trad. Joaquim J. Moura Ramos. Lisboa: Editora Presença, 1972.

BASTOS, Alice Beatriz B. Izique. A escuta psicanalítica e a educação. Psicólogo inFormação. São Paulo: Instituto Metodista de Ensino Superior, v. 13, n. 13 jan./dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2015.

BOCK, Ana Mercês Bahia. A perspectiva sócio-histórica de Leontiev e a crítica à naturalização da formação do ser humano: a adolescência em questão. Campinas: Caderno Cedes, , v. 24, n. 62, p. 26-43, abr. 2004.

BOCK, Ana Mercês Bahia. A adolescência como construção social: estudo sobre livros destinados a pais e educadores. Revista: Psicologia Escolar e Educacional, Campinas-SP, v. 11, n. 1, p. 63-76, jan/jun. 2007. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2015.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CASASSUS, J. Fundamentos da educação emocional. Brasília: UNESCO, Liber Livro 2009.

COUTINHO, Luciana Gageiro; ROCHA, Ana Paula Rongel. Grupos de reflexão com adolescentes: elementos para uma escuta psicanalítica na escola. Rio de Janeiro: Psicologia Clinica vol.19 nº.2 - Dez. 2007. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-56652007000200006&script=sci_arttext> Acesso em: 13 out. 2019.

CURY, A. Pais brilhantes, professores fascinantes. RJ, sextante, 2008.

DOCKHORN, Carolina Neumann de Barros Falcão; MACEDO, Mônica Medeiros Kother. Estratégia Clínico-Interpretativa: Um Recurso à Pesquisa Psicanalítica. Psic.: Teoria e Pesquisa. 2015, vol.31, n.4, p. 529-535. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-37722015000400529&script=sci_abstract&tlng=pt> Acesso em: 15 nov. 2019.

FRANCO, V; ALBUQUERQUE, C. Contributos da Psicanálise para a Educação e para a Relação Professor – Aluno. Millenium Revista do IPV, n. 38, jun. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2015.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREUD, S. (1972) Três ensaios sobre a teoria da sexualidade. In S. Freud Obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Edição Standard Brasileira, Vol. 7, Original publicado em 1905, pp.123-252). Rio de Janeiro: Imago.

FREUD, S. (1974) Algumas Reflexões sobre a psicologia do escolar. In S. Freud Obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Edição Standard Brasileira, vol. 13, Original publicado em 1914, p.281-289). Rio de Janeiro: Imago.

KUPFER, M.C. Freud e a educação. SP: Scipione, 1989

KUPFER, M. C. Freud e a educação – o mestre do impossível. 3ª ed. 7ª impressão, São Paulo: Scipione, 2002.

MACEDO, Mônica Medeiros Kother; FALCÃO, Carolina Neumann de Barros. A escuta na psicanálise e a psicanálise da escuta. Universidade São Marcos. São Paulo, Brasil: PSYCHÊ, vol. IX, n. 15, p. 65-76, jan./jun. 2005. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2014.

MARTINS, João Carlos. Vygotsky e o papel das interações sociais na sala de aula: reconhecer e desvendar o mundo. São Paulo: Série Ideias, n. 28, p. 111-122, 1997. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2019.

MACEDO, Mônica Medeiros Kother; FALCÃO, Carolina Neumann de Barros. A escuta na psicanálise e a psicanálise da escuta. Universidade São Marcos. São Paulo: PSYCHÊ, vol. IX, n. 15, p. 65-76, jan./jun., 2005,. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2014.

MILLOT, C. Freud antipedagogo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987. Tradução: Ari Roitman.

PIVATTO, Wanderley; SILVA, Sani de Carvalho Rutz da. O papel da oralidade sob a perspectiva Vigotskiana: breve revisão teórica e apresentação de iniciativas para valorização da oralidade. Lageado: Caderno Pedagógico, v. 11, n.2, p. 113-123, 2014.

ROUDINESCO, E. A família em desordem. Tradução: Telles, A. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

SOUZA, Vera Lucia Trevisan de; ANDRADA, Paula Costa de. Contribuições de Vigotski para a compreensão do psiquismo. Campinas: Estudos de Psicologia, vol.30, n.3, p.355-365, jul-set, 2013. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=t>. Acesso em: 13 out. 2019.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Os desafios da indisciplina na sala de aula. 2001. Disponível em: . Acesso em: 27 set. 2015.

VYGOTSKY, L. S. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes. 1984.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-133

Refbacks

  • There are currently no refbacks.