O desenvolvimento econômico regional, seus impactos sócio-ambientais e o fluxo do comércio de materias-primas no Brasil e no exterior / Regional economic development, its social and environmental impacts and the flow of raw materials trade in Brazil and abroad

Educélio Gaspar Lisbôa, Érico Gaspar Lisbôa

Abstract


São inegáveis as transformações ocorridas no setor rural brasileiro nos últimos trinta anos. Profundas mudanças setoriais públicas e investimentos privados em equipamentos, sementes e o uso de tecnologia no plantio e na colheita, bem como um sistemático acompanhamento de todas as etapas da produção e comercialização por técnicos, engenheiros e administradores promoveram uma revolução e automaticamente uma reconfiguração no cenário rural brasileiro. Em função das inserções dos mecanismos de produção em busca cada vez maior da corrida internacional do agribusiness e dos commodities rurais deixaram e deixam severas marcas devido ao uso e ocupação do solo. Os impactos ao meio ambiente são visíveis e inegáveis tanto no campo quanto nos centros urbanos através da contaminação dos aqüíferos e os impactos sociais também são visíveis através dos conflitos pela posse da terra e do aniquilamento das pequenas propriedades.

Keywords


Agronegócio, Agrotóxicos, CT&I, Lixiviação, Mananciais, exportações, balança comercial e meio ambiente

References


ALVES, E. R. DE A ; LOPES, M. & CONTINI, E. O Empobrecimento da Agricultura Brasileira. Revista de Política Agrícola. Ano VIII (3): 5-19, 1999.

ARAUJO, N.B; WEDEKIN, I; PINAZZA, L. A Complexo Agroindustrial - o "Agribusiness Brasileiro", Agroceres, São Paulo, 1990, p. 238.

CALDAS, R de A. e outros (Editores). Agronegócio Brasileiro: Ciência, Tecnologia e Competitividade. Brasilia, CNPq, 1998. p 275.

CASTRO GOMES e outros (Editores). Cadeias Produtivas e Sistemas Naturais: Prospecção Tecnológica. Embrapa, 1998. p 564.

DAVIS, J. H. & GOLDBERG, R.A A concept of Agribusiness. Harvard University, 1957.

EDUARDO, P. N. & GONTINI, E. Dimensão do Complexo Agroindustrial Brasileiro, 2004.

FURTUOSO, M.C.O O Produto Interno Bruto do Complexo Agroindustrial Brasileiro. Tese de Doutorado (ESALQ), Piracicaba, 1998.

GASQUEZ, J.G. Gastos Públicos na Agricultura. IPEA, 2000, 26 p. (artigo a ser publicado na Revista de Política Agrícola).

HADDAD, P.R A competitividade do Agronegócio e o Desenvolvimento Regional no Brasil. Estudos de Clusters. Brasilia, CNPq/Embrapa, 1999.

IPEA. www.ipeadata.gov.br. Dados macroeconômicos analíticos de séries temporais anuais.

IBGE. Matriz de insumo - produto de 1996. IBGE, Rio de Janeiro, 1999a. Novo sistema de contas nacionais do Brasil - Metodologia e resultados provisórios, ano-base 1980. Série Textos para Discussão, n. 10, vol. I e II. IBGE, Rio de Janeiro, dez./1988.

KEYNES, J. M. A teoria geral do emprego, do juro e da moeda. Coleção "Os Economistas". São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MARTINS, G. A.; DOMINGUES, O. Estatística Geral e Aplicada. 6. Ed. São Paulo: Editora Atlas, 2017.

NUNES, Eduardo Pereira. Sistemas de contas nacionais: a gênese das contas nacionais modernas e a evolução das contas nacionais no Brasil. Campinas, SP: 1998. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. O desafio do agronegócio brasileiro. USP, 2010.

PINAZZA, L. A & ALEMANDRO, R. Reestruturação do Agribusiness Brasileiro - Agronegócio no III Milênio - São Paulo, ABAG/FGV, 1999. 266 p.

SILVA, José Craziano da. SEADE-UNICAMP. Campinas, 2004.

SOBER. Anais do XXXVII Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. Foz do Iguaçú, 1999. (CDROM).




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-125

Refbacks

  • There are currently no refbacks.