Verificação da equivalência farmacêutica de comprimidos de referência, genéricos e similares de antihipertensivos distribuidos pela rede pública de saúde / Verification of pharmaceutical equivalence of reference, generic and similar pills of antihypertensive distributed by the public health system

Heloísa Costa dos Santos, Guilherme Roque Zidiotti, Milena Nascimento Cabreira, Geovane Aparecido Ramos da Silva, Juliana Harumi Miyoshi, Alex Fiori Silva, Tania Mara Antonelli- Ushirobira, Vanessa Aparecida Marcolino

Abstract


Na produção de um comprimido, este deve passar por um rigoroso controle de qualidade para que possa suportar ações mecânicas, que ocorrem durante o transporte, e o armazenamento anterior à distribuição, sem que tal sofra mudanças físico-químicas que alterem sua eficácia farmacêutica. Entretanto, estudos vêm revelando inconsistências em relação ao controle de qualidade de diversos medicamentos. Dados da ANVISA apontam que mais de 30 de milhões de brasileiros sofrem com a hipertensão arterial, sendo esta uma das doenças crônicas que mais causam mortes no país. Diante essa problemática, os anti-hipertensivos são uma das classes de medicamentos mais consumida no país, presente em diversos estabelecimentos e com ampla distribuição, sendo sua eficácia integral indispensável para a melhora da qualidade de vida dos consumidores. Assim, os princípios ativos selecionados para esse estudo foram o cloridrato de propranolol, no formato de comprimidos de 40 mg, classificado como antagonista beta-adrenérgico não seletivo, e o maleato de enalapril no formato de comprimidos de 10 mg, representante da classe de inibidores de angiotensina. Ambos os medicamentos selecionados são amplamente utilizados no tratamento da hipertensão arterial, sendo de baixo custo e também distribuídos gratuitamente pelo SUS. Assim, o presente estudo, teve como objetivo principal a verificação da equivalência farmacêutica entre comprimidos genéricos, de referência e similares de Propranolol 40 mg, e Enalapril 10 mg, adquiridos em diferentes estabelecimentos comerciais na cidade de Paranavaí, por meio das análises de peso médio, friabilidade, dureza, desintegração, dissolução e determinação da concentração do princípio ativo, tais já preconizadas pela Farmacopéia Brasileira de 2010.


Keywords


propranolol, enalapril, controle de qualidade

References


ª DIRETRIZ BRASILEIRA DE HIPERTENSÃO ARTERIAL. Sociedade Brasileira de Cardiologia. Volume 107, Nº 3, Supl. 3, Setembro 2016

ANSEL, H. C.; POPOVICH, N. G.; ALLEN JR, L. V. Sólidos perorais, cápsulas, comprimidos e sistemas de liberação controlada. In: Farmacotécnica: formas farmacêuticas & sistemas de liberação de fármacos. 6a ed. São Paulo: Premier, p. 175-250, 2000

BIANCHIN, M. D. et al. Avaliação da qualidade de comprimidos de propranolol e enalapril distribuídos no sistema público de saúde em uma cidade do sul do Brasil. 2012. Disponível em: Acesso em 23 de dezembro de 2019.

FARMACOPEIA BRASILEIRA. 5ª edição. São Paulo: Atheneu, v.1, 2010a.

FARMACOPEIA BRASILEIRA. 5ª edição. São Paulo: Atheneu, v.2, 2010b.

LIMA, D. M. Estudo da estabilidade e do perfil de liberação de comprimidos de maleato de enalapril e determinação da concentração plasmática em pacientes. 2008. Disponível em:. Acesso em 23 de dezembro de 2019.

LINBINSKI, L. M. et al.Avaliação da equivalência farmacêutica de comprimidos de captopril. Disponível em:< rbfarma.org.br/files/138_pag_214a219_avaliacao_equivalencia.pdf>. Acesso em 28 de agosto de 2019.

MARIA, V. A IMPORTÂNCIA DOS MEDICAMENTOS GENÉRICOS, 2007. Disponível em: . Acesso em 24 de julho de 2019.

MESSA, R. V. et al. Avaliação da qualidade de comprimidos de hidroclorotiazida: medicamentos de referencia, genérico e similar comercializados na cidade de dourados - MS. Interbio v.8 n.1, p 72-78. 2014.

PORTAL DO GOVERNO BRASILEIRO: Um em cada quatro brasileiros adultos dizem ter diagnóstico médico de hipertensão, 2018. Disponível em:.

RIGOBELLO, C. et al. Avaliação da qualidade e perfil de dissolução de comprimidos de cloridrato de propranolol. Acta Scientiarum. Health Sciences, 2013.

ROCHA, A, C. et al. Análise da Qualidade Físico-química de comprimidos de cloridrato de propranolol dispensados pelo programa Farmácia Popular do Brasil. 2013. Dísponível em: . Acesso em 24 de julho de 2019.

RODRIGUES, P. O.; STULZER, H. K.; CRUZ, A. P.; FOPPA, T.; CARDOSO, T. M.; SILVA, M. A. S. Equivalência farmacêutica entre comprimidos de propranolol comercializados no mercado nacional. Infarma,v. 18, n. 3-4, p. 16-21, 2006.

SALGADO, C. M.; CARVALHAES, J. T. A. Hipertensão arterial na Infância. Jornal de Pediatria - Vol.79, Supl.1, p S115-S124, 2003.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-124

Refbacks

  • There are currently no refbacks.