Produtos alternativos para o manejo de doenças em frutos de mamoeiro pós-colheita / Alternative products for the management of post-harvest diseases in papaya fruits

Natália Moreira Mafra, Cláudio Soares Reis, Fernanda Ananias Martins, Lívia de Fátima Carvalho Machado, Bruna Cantarino Duarte, Maria Eduarda Ferreira Naves, Dalilla Carvalho Rezende

Abstract


Doenças de pós-colheita podem trazer importantes prejuízos, pois causam deterioração do produto e inviabilizam a comercialização do mesmo, devido à redução da qualidade dos frutos. No mamão, essas perdas podem ocorrer principalmente durante o armazenamento. Dentre essas doenças, podemos citar podridões causadas por fungos do gênero Colletotrichum, Lasiodiplodia, Fusarium, Phoma, Rhizopus, entre outros. Desse modo, para o manejo dessas doenças em pós-colheita, muitos agrotóxicos são utilizados de maneira indiscriminada e podem causar problemas de toxicidade aos consumidores e ao meio ambiente, além da pouca quantidade de produtos registrados disponíveis no mercado. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito direto de produtos alternativos sobre o crescimento micelial de C. gloeosporioides e verificar o potencial desses produtos como ferramentas para o manejo das doenças de pós-colheita em frutos de mamoeiro. Para o experimento in vitro, foram adicionados produtos comerciais à base de extrato de alga Ascophyllum nodosum nas concentrações de 0; 20; 40; 60 e 80 mL.L-1, fosfito de potássio nas concentrações de 0; 0,5; 1,0; 2,0 e 5,0 mL.L-1 e fertilizante organomineral nas concentrações de 0; 1,5; 3,0; 6,0 e 12,0 mL.L-1, separadamente, em meio de cultura (batata-dextrose-ágar) e avaliou-se o crescimento micelial de Colletotrichum gloeosporioides, causador da antracnose. No experimento in vivo os frutos foram imersos em solução contendo produtos alternativos à base de extrato de alga a 80 mL.L-1, fosfito de potássio a 50 mL.L-1 e fertilizante organomineral a 3 mL.L-1. Posteriormente, os frutos foram submetidos à câmara úmida por 48 horas e as avaliações se sucederam a cada 24 horas por oito dias. Além disso, realizou-se análises físico-químicas dos frutos após os tratamentos com os produtos alternativos, em relação aos seguintes parâmetros: coloração da casca, firmeza da polpa, pH, acidez titulável e sólidos solúveis. Os produtos comerciais à base de fosfito de potássio e fertilizante organomineral inibiram o crescimento micelial do C. gloeosporioides, enquanto que o produto à base de extrato de alga não foi capaz de reduzir o crescimento do patógeno nas dosagens testadas. A incidência das doenças em pós-colheita foi reduzida nos frutos tratados com os produtos alternativos no terceiro e quarto dia de avaliação e nos demais não houve diferença significativa. Os tratamentos utilizados foram eficientes para a redução da severidade das doenças de pós-colheita ao longo dos dias de avaliação. Quanto aos atributos físico-químicos, não houve diferença significativa entre os tratamentos indicando o potencial desses produtos para o manejo de doenças em pós-colheita de frutos de mamoeiro.


Keywords


Biofertilizante, Fitopatologia, Segurança de Alimentos.

References


AMARAL, D. D.; MONTEIRO, A. L. R.; SILVA, E. I.; LINS, S. R. O.; OLIVEIRA, S. M. A. Frequency of quiescent fungi and post-harvest alternative management of stem end rot in papaya. Revista Caatinga, Mossoró, v. 30, n. 3, p. 786-793, 2017.

AMARAL, D. R. Formulações de extratos vegetais e micronutrientes na indução de resistência em mudas de cafeeiro contra Cercospora coffeicola. 2008. 92 f. Tese (Doutorado em Fitopatologia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, 2008.

BRACKMANN, A.; GIEHL, R. F. H.; SESTARI, I.; WEBER, A.; PINTO, J. A. V.; EISERMANN, A. C. Controle de podridões em maçãs ‘Fuji’ Frigoconservadas com a aplicação de fosfitos e cloretos de benzalcônio em pré e pós-colheita. Revista da FZVA, Uruguaiana, v.15, n.2, p. 35-43, 2008.

CARVALHO, C. R. L.; MANTOVANI, D. M. B.; CARVALHO, P. R. N.; MORAES, R. M. M. Análises químicas de alimentos. Campinas: ITAL, 1990. 121 p.

CEAGESP - COMPANHIA DE ENTREPOSTOS E ARMAZÉNS GERAIS DE SÃO PAULO. Classificação do Mamão. Disponível em: http://www.ceagesp.gov.br/entrepostos/servicos/produtos/classificacao/ > Acesso em 19 dez. 2019.

CHEN, M. H.; CHEN, C. C.; WANG, D. N.; CHEN, F. C. Somatic embryogenesis and plant regeneration from immature embryos of Carica papaya x Carica cauliflora cultured in vitro. Canadian Journal of Botany, Ottawa, v. 69, n. 9, p. 1913-1918, 1991.

CIA, P.; PASCHOLATI, S. F.; BENATO, E. A. Indução de resistência no manejo de doenças pós-colheita. In: RODRIGUES, F.A.; ROMEIRO, R.S. (Org.). Indução de Resistência em Plantas a Patógenos. Anais da III Reunião Brasileira sobre Indução de Resistência em Plantas a Patógenos. 1 ed. Viçosa: UFV, v. 1, p. 245-268, 2007.

DEMARTELAERE, A. C. F.; NASCIMENTO, L. C.; GUIMARÃES, G. H. C.; SILVA, J. A.; LUNA, R. G. Elicitors on the control of anthracnose and post-harvest quality in papaya fruits. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 47, n. 2, p. 211-217, 2017.

DIAS, L. R. C. Regulação da explosão oxidativa, qualidade fisiológica de mamões e efeito in vitro do extrato da alga marinha Ascophyllum nodosum sobre o fungo Colletotrichum sp. 2019. 131f. Dissertação (Mestrado em Agroecologia) – Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, MA, 2019.

FAO - FOOD AGRICULTURE ORGANIZATION. Save food: global iniciative on food losses and waste reduction. 2011. Disponível em: Acesso em: 23 jul. 2019.

FERREIRA, D. F. Sisvar: um guia dos seus procedimentos de comparações múltiplas Bootstrap. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 38, n. 2, 2014.

IBRAF - INSTITUTO BRASILEIRO DE FRUTAS. Cadeia produtiva de frutas. Brasília: MAPA, 2007. Disponível em:

Acesso em: 11 nov. 2019.

LOPES, L. F. Efeito de aplicações pós-colheita de fosfitos, ácido acetilsalicílico e 1-metilciclopropeno sobre a antracnose do mamoeiro. 2008. 82f. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2008.

MELO, T. A. de. Efeito do extrato da alga marinha Ascophyllum nodosum e do fosfito de potássio na morfofisiologia do fungo Colletotrichum gloeosporioides, na indução de resistência em mangas ‘Tommy Atkins’ contra a antracnose em características físicas e químicas desses frutos. 2017. 56 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Piracicaba, 2017.

MINOLTA, K. Comunicação precisa da cor: controle de qualidade da percepção à instrumentação. Seoul: Konica Minolta, 1998. 59p.

NEGREIROS, R. J. Z., SALOMÃO, L. C. C., PEREIRA, O. L., CECON, P. R., SIQUEIRA, D. L. Controle da antracnose na pós-colheita de bananas ‘Prata’ com produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 35, n. 1, 2013.

OLIVEIRA, A. A. R; SANTOS FILHO, H. P; MEISSNER FILHO, P. E. Manejo de Doenças do mamoeiro. 2011. Disponível em: . Acesso em: 9 de set. 2019.

PARISI, M. C. M., HENRIQUE, C. M., PRATI, P. Pesquisa & Tecnologia. Doenças pós-colheita: um entrave na comercialização. 2015. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2019.

PORTO, B.L. Avaliação do potencial de controle biológico da mancha marrom de alternaria com Trichoderma spp., Bacillus subtilis e fertilizante organomineral. 2016. 54f. Dissertação (Pós-graduação em Biotecnologia) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, 2016.

RIBEIRO, J. G.; SERRA, I. M. R. S.; ARAÚJO, M. U. P. Uso de produtos naturais no controle de antracnose causado por Colletotrichum gloeosporioides em mamão. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 42, n. 2, p. 160-164, 2016.

ROMA, R. C. C. Fosfito de potássio no controle de doenças pós-colheita em bagas de uva ́Itália ́ e possíveis mecanismos de ação à Rhizopus stolonifer. 2013. 117f. Tese (Doutorado em Fitopatologia) – Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, SP, 2013.

SILVA, M. S.; FERRAZ, R. A.; LEONEL, S. Características físicas e físico‐químicas de mamões 'Formosa’ provenientes de diferentes regiões de cultivo. Revista Iberoamericana Tecnología Postcosecha, v. 16, n. 1, p. 42-48, 2015.

VENTURA, J. A.; REZENDE, J. A. M. Doenças do Mamoeiro. In: KIMATI, H.; AMORIM, L.; REZENDE, J. A. M; BERGAMIN FILHO, A.; CAMARGO, L. E. A. (Ed.). Manual de Fitopatologia: doençase extrato dee extrato de das plantas cultivadas. 5. ed. São Paulo: Ceres, 2016. v. 2.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-098

Refbacks

  • There are currently no refbacks.