Modelagem matemática e computacional no crescimento do glioblastoma multiforme / Modelagem matemática e computacional no crescimento do glioblastoma multiforme

Felipe Manoel Cabral, Oreste Affatato, Maria Paula Serra de Oliveira, Claudia Mazza Dias

Abstract


O  Glioblastoma  Multiforme  (GBM)  se  origina  de  astrócitos,  classe  de  células gliais  (não  neuronais  do  sistema  nervoso  central  que  proporcionam  suporte  e  nutrição  aos neurônios). Não se sabe exatamente quais fatores levam os astrócitos a se tornarem cancerosos. Com a falta de entendimento sobre a doença, diagnóstico e tratamento se tornam complexos. Atualmente, o tratamento mais comum para o GBM é feito através da cirurgia, visando remover, tanto quanto  possível,  o  tumor.   No entanto, a  extirpação  completa  é  raramente  executável porque, em geral, as células do tumor infiltram-se circundantemente no cérebro. Portanto, nenhuma terapia é eficaz contra este tipo de tumor. Este trabalho, propõe um modelo matemático para a dinâmica da doença associada ao tratamento por quimioterapia. Sabe-se que esta forma de tratamento pode não ser eficiente em função da barreira hematoencefálica, que é uma estrutura que protege o cérebro de substâncias potencialmente neurotóxicas. Assim, os fármacos quimioterápicos são, normalmente, limitados na difusão do cérebro. A modelagem matemática tem então a função de observar, através de um modelo de difusão-reação da densidade celular, a infiltrabilidade do tumor quanto a proliferação das células tumorais, mostrando que a quimioterapia como tratamento não é eficaz contra o GBM.


Keywords


Modelagem Matemática, Glioblastoma Multiforme, Biomatemtica.

References


J. R. Branco, J.A. Ferreira, P. Oliveira. Mathematical modeling of efficient protocols to control glioma growth. Mathematical Biosciences, 225, 83-90, 2014.

R. L. Burden & J. D. Faires. Análise Numérica. CENGAGE Learning, 8 ed., 2008.

L. Hathout, B. M. Ellingson, T. Cloughesy, W. B. Pope. A novel bicompartmental mathematical model of glioblastoma multiforme. International Journal of Oncology, 46, 825-832, 2005.

J. D. Murray, Mathematical Biology, Springer, 2002.

R. A. Patchell. Visão geral dos tumores intracranianos, 2012. In: https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/dist%C3%BArbios-neurol%C3%B3gicos/tumores-intracranianos-e-espinhais/vis%C3%A3o-geral-dos-tumores-intracranianos. Acesso: 06 de Junho de 2019.

R. E. Showalter. Monotone operators in Banach space and nonlinear partial differential equations. Mathematical Surveys and Monographs, 49, xiv+278, 1997.

G. Sousa, A. Rocha, T. Alfaiate, T. Carvalho, A. Veiga, M. R. Ferreira. Glioblastoma Multiforme com Apresentação Multifocal. Acta Médica Portuguesa, 15, 321-324, 20.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-096

Refbacks

  • There are currently no refbacks.