A natureza teórico-epistemológica das publicações brasileiras no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) / The theoretical-epistemological nature of Brazilian publications in the Food Acquisition Program (PAA)

Rafael Junior dos Santos Figueiredo Salgado, Washington José de Souza, Marco Aurélio Marques Ferreira, Luana Ferreira dos Santos

Abstract


O presente estudo trata da natureza teórico-epistemológica dos artigos desenvolvimentos acerca do Programa de Aquisição de Alimentos na área de Administração e por outras áreas das Ciências Sociais Aplicadas. Utilizou-se como modelos teóricos analíticos os paradigmas de Burrel e Morgan (1979) e o modelo do ciclo de políticas públicas (policy cycle). Para tanto, realizou-se um estudo de revisão sistemática de natureza quati-qualitativa com 33 artigos encontrados nas bases de dados WebQualis e Google Acadêmico e nas bibliotecas eletrônicas SciELO e na SPELL, com o intuito de pesquisar todos os artigos publicados entre 2003 e 2017. Optou-se pelas seguintes categorias analíticas: (i) modalidades do Programa; (ii) etapas do ciclo de políticas públicas; (iii) base epistemológica. De modo a corroborar as categorias analíticas previamente escolhidas e apontar outras vertentes de análise, o conteúdo textual oriundo dos resumos foi submetido à análise textual lexicográfica, com auxílio do software IRAMUTEQ, acrescentando as categorias (iv) perfil da publicação e (v) temática. Pôde-se concluir que apesar das pesquisas acerca do PAA possuírem uma visão mais pluralista, na área de Administração ainda há a predominância do paradigma funcionalista. Conclui-se, também, que há um amplo espaço de trabalho a respeito do Programa, especialmente nas áreas de Administração e Economia. Constatou-se a predominância de estudos de cunho avaliativo sobre o PAA em abrangência subnacional, indicando carência de estudos que analisem a agenda, o processo de elaboração e implementação do Programa em âmbito nacional. Predominam análises de desempenhos da modalidade Compra com Doação Simultânea, revelando escassez de estudos nas modalidades Compra Institucional e PAA Leite. Conclui-se que os dados do presente trabalho evidenciam informações que permitem oferecer direcionamento para pesquisadores da temática, uma vez que contribui para o estado da arte sobre a política pública, fornecendo subsídios para novos estudos e aprofundamentos em aspectos que ainda podem ser explorados na academia.


Keywords


Programa de Aquisição de Alimentos; Ciclo Político; Base Epistemológica; Administração; Agricultura Familiar.

References


BALL, S. J. Educational reform: a critical and post-structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BOWE, R.; BALL, S.; GOLD, A. Reforming education & changing schools: case studies in policy sociology. London: Routledge, 1992.

BURRELL, G.; MORGAN, G. Sociological paradigms and organizational analysis. London: Heinemann, 1979.

CALDAS, M. P. Paradigmas em estudos organizacionais: uma introdução à série. RAE. Revista de Administração de Empresas, v. 45, p. 53-58, 2005.

CALDAS, M. P.; BERTERO, C. O. (org.) Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP). (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) – São Paulo: Atlas, 2007.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. Tutorial para uso do software de análise textual IRAMUTEQ. Santa Catarina: Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

CAMPOS, A. DE; BIANCHINI, V. Agricultura Familiar passa a ser prioridade de Estado. Em: DEL GROSSI, M. E.; KROEFF, D. R. (Eds.). . PAA: 10 anos de Aquisição de Alimentos. Brasília: MDS, 2014. p. 280.

CARVALHO, D. G. DE. Licitações Sustentáveis, Alimentação Escolar e Desenvolvimento Regional: Uma Discussão Sobre O Poder de Compra Governamental a Favor da Sustentabilidade. Planejamento e Políticas Públicas, v. 1, n. 32, 19 Ago. 2009.

CARVALHO, S. N. Avaliação de programas sociais: balanço das experiências e contribuição para o debate. Revista São Paulo em Perspectiva, v. 17, p. 185-197, 2003.

CORBITT, B. Implementing policy for homeless kids in schools: reassessing the micro and macro levels in the policy debate in Australia. Journal of Education Policy, London, v. 12, n. 3, p. 165-176, 1997.

COSTA, A. B.; ZOLTOWSKI, A. P. C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In KOLLER, S. H.; COUTO, M. C. O.; HOHENDORFF, J. V. (Orgs.), Manual de Produção Científica (pp. 55-70), Porto Alegre: Penso, 2014.

COSTA, F. L.; CASTANHAR, J. C. Avaliação de programas públicos: desafios conceituais e metodológicos. Revista Brasileira de Administração Pública, v. 37, p. 969-992, 2003.

CUNHA, C. G. S. Avaliação de políticas públicas e programas governamentais: tendências recentes e experiências no Brasil. Secretaria de Coordenação e Planejamento/RS, 2006.

CRESWELL, J. W. Research Design - Qualitative, Quantitative, and mixed Approaches. 4. ed. London: Sage Publications, 2013.

DELGADO, A. B.; TRIANA, D. R. R.; SAYAGO, D. A. V. A perspectiva relacional das redes sociais no contexto das políticas públicas participativas. Contribuciones a las Ciencias Sociales, 2013.

DIAS, T. F. et al. O programa de aquisição de alimentos da agricultura familiar (PAA) como estratégia de inserção socioeconômica: o caso do Território da Cidadania Sertão do Apodi (RN). Revista Brasileira de Gestao e Desenvolvimento Regional, v. 9, n. 3, p. 100–129, 2013.

DRUMOND, A. M. Análise do Programa Lares Habitação Popular do estado de Minas Gerais a partir da perspectiva do policy cycle. 2014. 170f. Dissertação (Mestrado em Administração), Departamento de Administração e Contabilidade, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2014.

FAVARETO, A. Paradigmas do desenvolvimento rural em questão. São Paulo: Iglu-Fapesp, 2007.

FREITAS, A. F. Dinâmicas locais de implementação do Programa Nacional de Alimentação Escolar: uma abordagem relacional. 2017, 222F. Tese (Doutorado em Extensão Rural) – Departamento de Economia Rural, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2017.

FREY, K. Políticas públicas: um debate conceitual e reflexões referentes à prática da análise de políticas públicas no Brasil. Planejamento e políticas públicas, n. 21, 2009.

GRISA, C. Políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil: produção e institucionalização das ideias. 2012, 280f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade/UFRRJ, 2012.

GRISA, C.; SCHNEIDER, S. Três Gerações de Políticas Públicas para a Agricultura Familiar e Formas de Interação entre Sociedade e Estado no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, n. Sulp. 1, p. 125–146, 2014.

JANN, W.; WEGRICH, K. Theories of the policy cycle. In: FISCHER, f.; MILLER, G. J.; SIDNEY, M. S. (eds.). Handbook of public policy analysis: Theory, politics and methods, p. 43-62. Boca Raton: CRC Press, 2007.

KAMINSKI, R. DA S. et al. Desafios metodológicos para a avaliação de programas governamentais: o caso do Programa de Aquisição de Alimentos. Boletim Regional, Urbano e Ambiental, n. 18, 2018.

KUHN, T. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1997.

LAHLOU, S. Text mining methods : an answer to Chartier and Meunier. Papers on Social Representation, v. 20, n. 38, p. 1–7, 2012.

LASSWELL, H. D. The Analysis of Political Behavior: An Empirical Approach. Londres: Routledge and Kegan Paul, 1948.

MORGAN, G. Paradigmas, metáforas e resolução de quebra-cabeças na teoria das organizações. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 45, n. 1, p. 58-71, 2005.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Editora Sulina, 2005.

MORIN, E. O método V. A humanidade da humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2002.

MÜLLER, A. L. A construção das políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil: o caso do Programa de Aquisição de Alimentos. 2007. 132f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural), Faculdade de Ciências Econômicas, UFRGS, Porto Alegre, 2007.

MÜLLER, A. L.; SILVA, M. K.; SCHNEIDER, S. A construção de políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil: o Programa de Aquisição de Alimentos. Revista Estudos Sociedade e Agricultura (UFRJ), Rio de Janeiro, v. 20, p. 139, 2012.

PERRET. V; SEVILLE, M. Fondements épistémologiques de la recherche. In: THIETART, R. A. et al (Org). Méthodes de rechercheemmanagement. Paris: Dunod, 2003, p. 13-33.

RODRIGUES, L. P.; MOREIRA, V. Habitação e políticas públicas: o que se tem pesquisado a respeito. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 8, n. 2, p. 167-180, 2015.

RUA, M. G. Análise de políticas públicas: conceitos básicos. Programa de Apoio a Gerência Social no Brasil. Brasília: BID, 1997.

SARAVIA, E. Introdução à teoria da política pública. In: Políticas públicas: coletânea. SARAVIA, E.; ELISABETE, F. (Orgs.). – Brasília: ENAP, 2006. 2 v. p. 21- 42.

SCHIMITT, C. J.; GUIMARÃES, L. A. O mercado institucional como instrumento para o fortalecimento da agricultura familiar de base ecológica. Agriculturas, v. 5, n. 2, 2008.

SCHNEIDER, S.; CRUZ, F. T. DA; MATTE, A. Estratégias alimentares e de abastecimento: desafios e oportunidades para as cidades e para o meio rural. Em: CRUZ, F. T. DA; MATTE, A.; SCHNEIDER, S. (Eds.). . Produção, consumo e abastecimento de alimentos: Desafios e novas estratégias. 1a ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2016. p. 324.

SCHNEIDER, S. Situando o desenvolvimento rural no Brasil: o contexto e as questões em debate. Revista de Economia Política, São Paulo, v.30, n.3, p.511-531, jul./set. 2010.

SCHNEIDER, S.; CRUZ, F. T.; MATTE, A. Estratégias alimentares e de abastecimento: desafios e oportunidades para as cidades e para o meio rural. In: CRUZ, F. T.; MATTE, A.; SCHNEIDER, S. (Orgs.). Produção, consumo e abastecimento de alimentos: Desafios e novas estratégias. Porto Alegre: Editora da UFRGS, Série Estudos Rurais, 2016.

SILVA, E.; JOHANN, J. A.; BASSO, D.; NASCIMENTO, D. Produção científica sobre políticas públicas para a agricultura familiar: o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). In: Encontro Nacional dos Cursos de Graduação em Administração, 2015, Foz do Iguaçu. Anais..., 2015.

SILVA, P. L. B.; MELO, M. A. B. O processo de implementação de políticas públicas no Brasil: características e determinantes da avaliação de programas e projetos. Caderno NEPP/UNICAMP, Campinas, n. 48, p. 1-16, 2000.

SOUZA, C. “Estado do campo” da pesquisa em políticas públicas no Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 18, n. 51, p. 15-20, fev. 2003.

SOUZA, C. Políticas Públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, n. 16, jul/dez 2006, p. 20-45.

VERGARA, S. C.; CALDAS, M. P. Paradigma interpretacionista: a busca da superação do objetivismo funcionalista nos anos 1980 e 1990. RAE-revista de administração de empresas, v. 45, n. 4, p. 66-72, 2005.

VIDOVICH, L.; O’DONOGHUE, T. Global-local dynamics of curriculum policy development: a case-study from Singapore. The Curriculum Journal, London, v. 14, n. 3, p. 351-370, 2003.

VIEGAS, G. L. et al. Compêndio de Estudos Conab - Programa de Aquisição de Alimentos - PAA: resultados das ações da Conab em 2016. Brasília: CONAB, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-033

Refbacks

  • There are currently no refbacks.