Controle de antracnose na cultura do feijão com produtos alternativos em casa de vegetação / Control of anthracnosis in the bean culture with alternative products in vegetation house

Andriéli Terezinha dos Santos Assunção, Maristella Dalla Pria, Polyana Elvira Tobias Pinto Christmann, Taize Schafranski

Abstract


O feijão é uma cultura de extrema importância econômica e alimentar para a população brasileira. A incidência e severidade de doenças podem causar declínio na produtividade e qualidade do produto final. Uma das principais doenças da cultura é a antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) que, caso não haja controle, pode ocasionar em danos de até 100% na produção. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viablidade de fungos endofíticos, ácido salicílico, fosfito de cobre, acibenzolar-S-metílico e fungicida (azoxistrobina + difenoconazol) no controle da antracnose. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação, com as cultivares de feijão IPR Tuiuiú, IPR Uirapuru, IPR Quero-quero e BRS Esteio. O delineamento experimental utilizado foi em blocos aleatorizados, com sete tratamentos e quatro repetições. Com os dados de severidade calculou-se a área abaixo da curva de progresso da doença. Os produtos alternativos não foram eficazes para reduzir o progresso da antracnose nas plantas de feijão das cultivares avaliadas. A aplicação dos fungos T. viride e T. tomentosum resultou em comportamento similar ao fungicida azoxistrobina + difenoconazol em todas as cultivares avaliadas, podendo ser alternativa ao controle químico. A aplicação de fosfito de cobre resultou em maior severidade da antracnose.


Keywords


Colletotrichum lindemuthianum, Phaseolus vulgaris, Trichoderma spp., ácido salicílico, fosfito.

References


BALLARÉ, C. L. Light regulation of plant defense. Annual Review of Plant Biology, Palo Alto, v. 65, n. 1, p. 335-363, 2014.

BARBOSA, F. R.; GONZAGA, A. C. O. Informações técnicas para cultivo do feijoeiro comum na Região Central-Brasileira: 2012-2014. Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2012. 247 p.

BONETT, L. P.; HURMANN, E. M. de. S.; POZZA JÚNIOR, M. C.; ROSA, T. B.; SOARES, J. L. Biocontrole in vitro de Colletotrichum musae por isolados de Trichoderma spp. Uniciências, v. 17, n. 1, p. 5-10, dez., 2013.

BORSATO, L. C.; DI PIERO, R. M.; STADNIK, M. J. Mecanismos de defesa eliciados por ulvana contra Uromyces appendiculatus em três cultivares de feijoeiro. Tropical Plant Pathology, Brasília, v. 35, n. 5, p. 318-322, 2010.

CANTERI, M. G.; ALTHAUS, R. A.; VIRGENS FILHO, J. D. das.; GIGLIOTI, É. A.; GODOY, C. V. SASM-Agri: sistema para análise e separação de médias em experimentos agrícolas pelos métodos Scott-Knott, Tukey e Duncan. Revista Brasileira de Agrocomputação, Ponta Grossa, v. 1, n. 2, p. 18-24, 2001.

CONAB (Companhia Brasileira de Abastecimento). Acompanhamento da safra brasileira de grãos – quinto levantamento, safra 2019/20. Disponível em: < https://www.conab.gov.br/info-agro/safras/graos/boletim-da-safra-de-graos >. Acesso em: 22.fev.2020.

CHRISTMANN, P. E. T. P.; DALLA PRIA, M.; HENNIPMAN, H. S.; GODOY, A. R. In vitro control of Colletotrichum lindemuthianum by Trichoderma spp. and in vivo with alternative products. International Journal of Advanced Engineering Research and Science, v. 6, n. 10, oct., 2019.

DALLA PRIA, M. CANTERI, M. G.; BERGAMIN FILHO, A.; AMORIM, L. Avaliação de diferentes meios de cultura na esporulação de Colletotrichum lindemuthianum, Phaeoisariopsis griseola e Alternaria sp. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 23, n. 2, p. 181-183, 1997.

DILDEY, O. D. F. Interação Trichoderma-feijoeiro e seus efeitos na fisiologia e indução de resistência contra antracnose (Colletotrichum lindemuthianum). 2014, 74 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Marechal Cândido Rondon, 2014.

GADAGA, S. J. C.; ABREU, M. S. de.; RESENDE, M. L. V. de.; RIBEIRO JÚNIOR, P. M. Phosphites for the control of anthracnose in common bean. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 52, n. 1, p. 36-44, jan., 2017.

GODOY, C. V.; CARNEIRO, S. M T. P. G.; IAMAUTIIM. T.; DALLA PRIA, M.; AMORIM, L.; BERGER, R. D.; BERGAMIN FILHO, A. Diagrammatic scales for bean diseases: Diagrammatic scales for bean diseases: development and validation. Journal of Plant Diseases and Protection, Heidelberg, v. 104, n. 4, p. 336-345, 1996.

HENNIPMAN, H. S.; DALLA PRIA, M.; CHRISTMANN, P. E. T. P.; JACQUES, F. L.; BAPTISTÃO, A. R. G. Biotic and abiotic products for bean angular spot control. International Journal of Advanced Engineering Research and Science, v. 6, n. 9, sep., 2019.

KESSMANN, H.; OOSTENDORP, M.; STAUB, T. CGA 2455704: Mode of action of a new plant activator. Brighton Crop Protection Conference – Pests & Diseases, p. 961-966, 1996.

LOURENÇO JÚNIOR, V. Manejo de doenças visando a sustentabilidade da cultura do feijão. Disponível em: < https://www.asbraer.org.br/index.php/consulta/item/2474-apres-manejo-doencas-feijoeiro-iapar-pdf >. Acesso em: 22.fev.2020.

MYRESIOTIS, C. K.; VRYZAS, Z.; PAPADOPOULOU-MOURKIDOU, E. Enhanced root uptake of acibenzolar-S-methyl (ASM) by tomato plants inoculated with selected Bacillus plant growth-promoting rhizobacteria (PGPR). Applied Soil Ecology, v. 77, p. 26-33, 2014.

OLIVEIRA, M. G. de. C.; OLIVEIRA, L. F. C. de.; WENDLAND, A.; GUIMARÃES, C. M.; QUINTELA, E. D.; BARBOSA, F. R; CARVALHO, M. da. C. S.; LOBO JUNIOR, M.; SILVEIRA, P. M. da. Conhecendo a fenologia do feijoeiro e seus aspectos fitotécnicos. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/173690/1/CNPAF-2018-lvfeijoeiro.pdf >. Acesso em: 22.fev.2020.

PADDER, B. A.; SHARMA, P. N.; AWALE, H. E.; KELLY, J. D. Colletotrichum lindemuthianum, the causal agent of bean anthracnose. Journal of Plant Pathology, Dordrecht, v. 99, n. 2, p. 317-330, 2017.

PEDRO, E. A. de S.; HARAKAVA, R.; LUCON, C. M. M.; GUZZO, S. D. Promoção do crescimento do feijoeiro e controle da antracnose por Trichoderma spp. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 47, n. 11, p. 1589-1595, 2012.

RIBEIRO JUNIOR, P. M.; RESENDE, M. L. V. de.; PEREIRA, R. B.;CAVALCANTI, F. R.; AMARAL, D. R.; PÁDUA, M. A. de. Fosfito de potássio na indução de resistência a Verticillium dahliae Kleb. em mudas de cacaueiro (Theobroma cacao L.). Ciências Agrotécnicas, Lavras, v. 30, n. 4, p. 629-636. 2006.

SEAB (Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento). Pesquisa de Agrotóxicos. Disponível em: < http://celepar07web.pr.gov.br/agrotoxicos/apresentacao.asp >. Acesso em: 26.fev.2020.

SHANER, G.; FINNEY, R. E. The effect of nitrogen fertilization on the expression of slow-mildewing resistance in knox wheat. Phytopathology, Saint Paul, v. 67, n. 8, p. 1051-1056, 1977.

SILVA, O. C.; SANTOS, H. A. A.; DESCHAMPS, C.; DALLA PRIA, M.; MAY DE MIO, L. L. Fontes de fosfito e acibenzolar-S-metílico associados a fungicidas para o controle de doenças foliares na cultura da soja. Tropical Plant Pathology, Brasília, v. 38, n. 1, p. 72-77. 2013.

STANGARLIN, J. R.; PASCHOLATI, S. F. Atividades de ribulose-1,5-bifosfato carboxilase-oxigenase (rubisco), clorofilase, β-1,3 glucanase e quitinase e conteúdo de clorofila em cultivares de feijoeiro (Phaseolus vulgaris) infectados com Uromyces appendiculatus. Summa Phytopathologica, Botucatu, v. 26, n. 1, p. 34-42, 2000.

SUREKHA, C.; NEELAPU, N. R. R.; PRASAD, B. S.; GANESH, P. S. Induction of defense enzymes and phenolic content by Trichoderma viride in Vigna mungo infested with Fusarium oxysporum and Alternaria alternata. International Journal of Agricultural Science and Research, Chhattisgarh, v. 4, n. 4, p.31-40, 2014.

TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MOOLER, I. M.; MURPHY, A. Fisiologia e Desenvolvimento Vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 888 p.

TRIPATHI, D.; YU-LIN, J.; KUMAR, D. SABP2, a methyl salicylate esterase is required for the systemic acquired resistance induced by acibenzolar-S-methyl in plants. FEBS Letters, v. 584, p. 3458–3463, 2010.

WALTERS, D.; NEWTON, A.; LYON, G. Induced resistance for plant defence – a sustainable approach to crop protection. 2. ed. Oxford: Blackwell, 2014. 332p.

WENDLAND, A.; LOBO JÚNIOR, M.; FARIA, J., C. de. Manual de Identificação das Principais Doenças do Feijoeiro-Comum. Disponível em: < https://www.embrapa.br/busca-de-publicacoes/-/publicacao/1102266/manual-de-identificacao-das-principais-doencas-do-feijoeiro-comum >. Acesso em: 22.fev.2020.

WRÓBEL-KWIATKOWSKA, M.; LORENC, K.; STARZYCKI, M.; SZOPA, J. Expression of β-1,3-glucanase in flax causes increased resistance to fungi. Physiological and Molecular Plant Pathology, v. 65, p. 245-256, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-031

Refbacks

  • There are currently no refbacks.