O Ensino Colaborativo Como Prática De Iniciação À Docência Em Educação Especial: Anos Finais Do Ensino Fundamental / Collaborative Education As A Practice To Begin Teachers In Special Education: Final Years Of Fundamental Education

Gabriela Brutti Lehnhart, Thais da Silva Oliveira, Cláucia Honnef, Sabrina Fernandes de Castro

Abstract


O presente artigo relata as ações realizadas no ano 2017 no projeto de extensão “O ensino colaborativo e à docência articulada como práticas na iniciação à docência em educação especial”, vinculado a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), foram desenvolvidas as propostas de ensino colaborativo e o trabalho articulado com Atendimento Educacional Especializado (AEE), para alunos com Deficiência Intelectual (DI) em uma escola da cidade de Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul. Buscando parcerias entre professores do ensino regular e acadêmicos do Curso de Educação Especial. No projeto contou com a participação da direção da escola, a educadora especial, e os professores dos anos finais do ensino fundamental.  As acadêmicas colaboradoras iniciaram suas atividades na escola, no segundo semestre de 2016, durante as reuniões de exposição da proposta do projeto aos professores e equipe diretiva da escola, afim de proporcionar um melhor entendimento aos professores sobre os conceitos básicos do ensino colaborativo, do AEE e consequentemente, sobre trabalho docente articulado. No texto serão descritas as ações que foram desenvolvidas durante a trajetória das bolsistas na escola, assim como, as atividades propostas e percepções dos professores sobre a abordagem do projeto de extensão. Desse modo, entende-se que o desenvolvimento do projeto na escola, estimulou os professores a observar os alunos de formas diferentes, destacando que planejamento de aula não é pensado individualmente para cada aluno, mas podendo ser trabalhando de forma participativa com todos, olhando também para as singularidades dos alunos. Assim, proporcionando formas mais independentes e atividades concretas para o desenvolvimento do aluno com deficiência e os demais.


Keywords


Educação Especial; ensino colaborativo, iniciação a docência

References


BRASIL. Ministério da Educação. Políticas Nacionais de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, 2008.

BRASIL, Decreto nº 7611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a Educação Especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providencias. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2011b.

GATELY, S. E.; GATELY F. J. Understanding co-teaching componentes. Teaching Exceptional Children (TEC), Arlington, v.33, n. 4, p.40-47, 2001.

HONNEF, C. Trabalho docente articulado: a relação entre a educação especial e o ensino médio e tecnológico. Dissertação (Mestrado) – Centro de Educação, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.

HONNEF, C. Trabalho docente articulado: a relação entre a educação especial e o ensino comum, 37ª Reunião Nacional da ANPED, UFSC, Florianópolis, 04 a 08 de outubro de 2015.

HONNEF, C. O trabalho docente articulado como concepção teórico-prática para a educação especial. Tese (Doutorado) – Centro de Educação, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2018.

MENDES, E. G.; VILARONGA, C. A. R.; ZERBATO, A. P.; Ensino Colaborativo como Apoio à Inclusão Escolar, EdUFSCar, 2014 160p.

VIRALONGA, C.A.R; MENDES, E. G. Ensino Colaborativo para apoio à inclusão escolar: práticas colaborativas entre professores. Revista Brasileira Estudos Pedagógicos (Online), Brasília, v. 95, n. 239, p.139-151, jan./abr. 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-022

Refbacks

  • There are currently no refbacks.