Estimates of phenotypic correlations between the productivity components of upland rice / Estimativas de correlações fenotípicas entre os componentes de produção de arroz de terras altas

Douglas Goulart Castro, Gabriel Mendes Villela, Tácio Peres da Silva, Antônio Rosário Neto, Marco Renan Félix, Flávia Barbosa Silva Botelho

Abstract


This research aimed to study the phenotypic correlations, in highland rice, between the characters described as components of production (number of spikelets per panicles, percentage of filled spikelets, and number of panicles per m2) and productivity in kg/ha. The experiments were carried out in the 2014/2015 crop at two sites: in the municipality of Lavras/MG and at Lambari/MG. They were conducted in a complete block design with three replications. We evaluated 34 strains of the Preliminary Comparative Test, belonging to the Breeding Program of Highland Rice of the Embrapa Rice and Beans. Joint analysis of variance of the sites was carried out for each character. The measured variables were subjected to Pearson phenotypic correlation. The significance of the correlation coefficients was evaluated by Student’s t-test. It was concluded in this work that the correlation between productivity (kg/ha) × percentage of filled spikelets was significant and positive, showing that sterility in highland rice is a factor that strongly affects the productivity of the crop. From frequency distribution by histograms, it is known that the percentage of filled spikelets and productivity are controlled by a large number of genes, being considered quantitative characters by the normal distribution of the data.


Keywords


Oryza sativa; plant breeding; grain yield; lines.

Full Text:

PDF

References


Abreu HKA, Teodoro PE, Pantaleão ADA & Correa AM (2016) Genetic parameters, correlations and path analysis in upland rice genotypes. Bioscience Journal, v. 32, n. 2, p. 354–360.

Allard RW (1999) Principles of plant breeding. 2ªEd. New York: John Willey & Sons, 254p

Bassinello PZ & Naves, MMV (2006) Bioquímica e saúde humana. In: Santos AB, Stone LF, Vieira NRA. (Org.). A cultura do arroz no Brasil. 2ed.Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão (Embrapa CNPAF), v., p. 31-51.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Available from: . Access on: April. 24, 2017.

Crusciol CAO, Soratto RP & Andreotti M (2003) Produtividade do arroz de terras altas sob condições de sequeiro e irrigado por aspersão em função do espaçamento entre fileiras. Agronomia, Rio de Janeiro, v. 37, n. 1, p. 10-15.

Cruz CD (2001) Programa GENES: versão Windows: aplicativo computacional em Genética e Estatística. Viçosa: UFV, 648 p.

Cruz CD & Castoldi FL (1991) Decomposição da interação genótipos x ambientes em partes simples e complexa. Revista Ceres, v.38, p.422-430.

Dalchiavon FC, De Passos M & Coletti AJ (2012) Correlação linear entre componentes da produção e produtividade do arroz de terras altas em sistema plantio direto. Ciências Agrárias, v. 33, n. 5, p. 1629–1642.

Farinelli R, Penariol FG, Fornasieri Filho D & Bordin L (2004) Características agronômicas de arroz de terras altas sob plantio direto e adubação nitrogenada e potássica. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 28, n. 3, p. 447-454.

Ferreira CM, Rucatti EG & Villar PM (2006) Produção e aspectos econômicos. In: A. B. dos Santos; L.F. Stone & N.R.de A. Vieira. (Org.). A cultura do arroz no Brasil. 2ed.Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, v. 2, p. 109-130.

Ferreira PV (1991) Estatística Experimental aplicada à Agronomia. EDUFAL, 437p.

Guimarães CM, Dos Santos AB, De Magalhães Júnior AM & Stone LF (2006) Sistemas de cultivo. In: Santos AB Dos, Stone LF, Vieira NRA. A cultura do arroz no Brasil. 2ª edição revista e ampliada. Santo Antônio de Goiás: Embrapa arroz e Feijão, cap. 3, p. 53-96.

Guimarães CM, Stone LF & Neves PCF (2008) Eficiência produtiva de arroz com divergência fenotípica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.12, n. 5, p. 465-470.

Hallauer AR, Carena MJ & Miranda Filho JB (2010) Quantitative genetics in maize breeding. [3rd ed.]. New York, NY: London: Springer, xv, 663 p.

Little RC, Freund RJ & Spector PC (1991) SAS System for linear models. 3. ed. SAS Institute Inc.: Cary, NC, USA. 329 p.

Machado JR (1994) Desenvolvimento da planta e produtividade de grãos de populações de arroz (Oryza sativa L.) irrigado por inundação em função de épocas de cultivo. Tese de Doutorado. Faculdade de Ciências Agronômicas. Universidade Estadual Paulista, Botucatu.

Marchezan E (2017) Análise de coeficiente de trilha para os componentes de produção em arroz. Ciência. Rural, Santa Maria, v. 35, n. 5, p. 1027-1033, October. 2005.

Marchezan E, Martin TN, Santos FM & Camargo ER (2005) Análise de coeficiente de trilha para os componentes de produção em arroz. Ciência Rural, Santa Maria, v. 35, n. 5

Marchioro VS (2003) Herdabilidade e correlações para caracteres de panícula em populações segregantes de aveia. Revista Brasileira de Agrociência, v.9, n.4, p.323-328.

Meira FA, Buzetti S, Freitas JG, Arf O & Sá M (2005) E. Resposta de dois cultivares de arroz à adubação nitrogenada e tratamento foliar com fungicidas. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v. 27, n. 1, p. 91-95.

Pinheiro BS (1999) Características morfofisiológicas da planta relacionadas à produtividade. In: Viera NR, Santos AB Dos, Sant´Ana EP (Org.). A Cultura do Arroz no Brasil, p. 116-147.

Ramalho MAP, Abreu AFB, Santos JB & Nunes JAR (2012). Aplicações da genética quantitativa no melhoramento de plantas autógamas. Lavras: Universidade Federal de Lavras, 522 p.

Rangel PHN, Galvão JD, Silva JC & Cardoso AA (1986) Coeficientes de trilha, em cultivares de arroz (Oryza sativa L.). In: Reunião Nacional de Pesquisa de Arroz, 2., 1980, Goiânia. Resumos... Goiânia: EMBRAPA-CNPAF, p 154-158.

Regazzi AJ (2000) Análise multivariada, notas de aula INF 766, Departamento de Informática da Universidade Federal de Viçosa, v.2.

Resende MDV & Duarte JB (2007) Precisão e controle de qualidade em experimentos de avaliação de cultivares. Pesquisa Agropecuária Tropical. 37:182-194.

Saif-Ur-Rasheed M, Sadaqat HA & Babar M (2002) Correlation and path co-efficient analysis for yield and its components in rice (Oryza sativa L.). Asian Journal of Plant Sciences, v.1, n.3, p.241-244.

Silva EA, Soratto RP, Ozeki M & Arf O (2002) Manejo da época de aplicação da adubação potássica em arroz de terras altas irrigado por aspersão em solo de cerrado. Acta Scientiarum: Agronomy, Maringá, v. 24, n. 5, p. 1455-1460.

Vencovsky R & Barriga P (1992) Genética biométrica no fitomelhoramento. Ribeirão Preto: Sociedade Brasileira de Genética, 496p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-132

Refbacks

  • There are currently no refbacks.