Política pública de execução penal: Contradições e inconstitucionalidades/ Public criminal execution policy: Contradictions and unconstitutionalities

Vinicius Ramos Rigotti, Lobélia da Silva Faceira

Abstract


Este trabalho se propõe a refletir a função social da prisão no âmbito da sociedade capitalista. De modo que para tanto procurou-se observar as contradições entre as garantias legais da população carcerária e o estado do coisas inconstitucional do sistema carcerário reconhecido pela ADPF 347, julgada pelo STF no ano de 2015. Para tanto, foi desenvolvida, por meio de revisão bibliográfica uma abordagem teórica das instituições prisionais a partir de uma análise foucaultiana das prisões, sem prejuízo da ilustração de outros autores que também tratam o tema de políticas públicas voltadas para a população carcerária. Por fim, buscamos entender se a precarização dos direitos fundamentais da população carcerária é fruto da ineficiência estatal ou se as instituições prisionais são desenhadas de modo a mitigar a cidadania desta mesma população, asseverando o processo de mortificação do eu, se tratando desta forma de uma poderosa ferramenta de controle social.


Keywords


Prisão. Cidadania. Custódia. Violência. Políticas Públicas.

References


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

BRASIL. Lei 7.210 de 11 de julho de 1984 (Lei de Execução Penal).

BRASIL. Departamento Penitenciário Nacional. Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias. Brasília: INFOPEN, 2016

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: História das violências nas prisões. Tradução de Raquel Ramalhete, 13 ed. RJ, Petrópolis: Vozes, 1987.

QUINTINO, S. A. A prisão como castigo, o trabalho como remição: contradições do Sistema Penitenciário Paranaense. In: Revista Sociologia Jurídica (nº 3). Dossiê Questões Penitenciárias. Julho-Dezembro de 2006.

SÁ, G. R. A prisão dos excluídos: origens e reflexões sobre a pena privativa de liberdade. Juiz de Fora: Ed. da Universidade Federal de Juiz de Fora, 1996.

SANTOS, W. G. Cidadania e Justiça. A política social na ordem brasileira. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1979.

SPOSATI, A. A Assistência na Trajetória das Políticas Sociais Brasileiras: uma questão em análise. 6º ed., São Paulo: Cortez, 1995.

THOMPSON, Augusto. A questão penitenciária. 5ª Ed. Rio de janeiro: Forense, 2002.

WACQUANT, L. As prisões da miséria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-129

Refbacks

  • There are currently no refbacks.