Desenvolvimento de carreiras e orientação profissional de graduandos: um estudo de caso da universidade federal de Juiz de Fora / Careers development and vocational guidance for undergraduates: a case study of the universidade federal de Juiz de Fora

Rafael Lucas da Silva Santos, José Humberto Viana Lima Júnior, Maria Cristina Drumond e Castro, Victor Douglas da Silva Santos

Abstract


A Educação Superior, segundo a Lei de Diretrizes de Bases da Educação, tem por finalidade formar diplomados nas diferentes áreas de conhecimento, aptos para a inserção em setores profissionais e para a participação no desenvolvimento da sociedade.  Nesse sentido, aspectos relacionados à orientação profissional do graduando, bem como ao desenvolvimento de sua carreira devem ser abordados desde os primeiros períodos da formação do aluno na educação superior, permitindo que este conheça as possibilidades e busque adequar seu percurso formativo aos seus anseios, planos e necessidades individuais. Nesse contexto, o presente trabalho, que constitui um estudo de caso, surge com o objetivo geral de investigar a percepção dos graduandos e também de gestores quanto à orientação profissional e desenvolvimento de carreiras dos alunos de graduação na UFJF, tendo como principais suportes teóricos a teoria da carreira proteana e carreira sem fronteiras. Utilizou-se orientação quali-qualitativa e a pesquisa de campo deu-se por meio da aplicação de questionário aos discentes de cursos de diferentes áreas do conhecimento, bem como pela realização de entrevistas semiestruturadas com gestores de graduação, pesquisa, extensão e inovação da Universidade. Por fim, quanto aos resultados, se por um lado, identificou-se um possível gap institucional no tratamento da temática na amostra pesquisada, por outro, verificou-se um alinhamento de percepção dos alunos e gestores quanto à importância de desenvolver um programa ou setor que promova a orientação profissional e de carreiras dos graduandos, sinalizando, portanto, para um campo favorável ao desenvolvimento de novos programas e ações institucionais.


Keywords


Educação Superior, Orientação profissional, Desenvolvimento de Carreiras, Carreiras sem fronteiras e proteana.

References


ARTHUR, M., CLAMAN, P.H., e DEFILLIPPI, R. Intelligent enterprise, intelligent careers. Academy of management executive, v.9, n.4, 7-20 1995.

BRASIL. CAPES. Tabela de Áreas de Conhecimento/Avaliação. Disponível em: http://www.capes.gov.br/avaliacao/instrumentos-de-apoio/tabela-de-areas-do-conhecimento-avaliacao Acesso em: 10 set. de 2019.

_______. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm Acesso em 15 set. de 2019.

CAMARGO, I. S. Gestão de carreira no início da carreira profissional: um estudo sobre atitude de carreira de jovens discentes da graduação FEA/USP. (Dissertação). USP, São Paulo: 2016.

COSTA, I. de S. da, BALASSIANO, M. Gestão de carreiras: dilemas e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2006.

DUTRA, J. S. Gestão de Carreiras - A Pessoa, a Organização e as Oportunidades, 2. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

HALL, D. T., & Mirvis, P. H. The new career contract: Developing the whole person at midlife and beyond. Journal of Vocational Behavior, 47(3), 269-289. 1995.

HALL, D. T. Careers in and out of organizations. London: Sage Publications Series, 2002.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística da Educação Superior 2018. Brasília: Inep, 2019. Disponível em: http://www.censosuperior.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior Acesso em: 15 set. de 2019

LACOMBE, B.M.B. O modelo da carreira sem fronteiras no contexto organizacional: pesquisando a carreira do professor universitário no brasil. Relatório de Pesquisa Nº 08, 56 p. São Paulo: Fundação Getúlio Vargas. 2005.

MADEIRA, A. B. et al. Análise proposicional quantitativa aplicada à pesquisa em administração. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 51, n. 4, p. 396-410, Aug. 2011. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902011000400007&lng=en&nrm=iso. Acesso em 15 set. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902011000400007.

MARCONI, M. A., LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa, 8.ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MARTINS, H. T. Gestão de carreiras na era do conhecimento: abordagem conceitual e resultados de pesquisa. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2001.

MÓSCA, H. M. B., CEREJA, J. R., BASTOS, S. A. P. Gestão de Pessoas nas organizações contemporâneas. Rio de Janeiro: LTC, 2014.

PARRY, E.; URWIN, P. Generational Differences in Work Values: A Review of Theory and Evidence. International Journal of Management Reviews, Vol. 13, 79–96, 2011.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants, On the Horizon, v. 9, n .5 p.1-6, 2001.

SANTOS, H.T.M. Gestão de carreiras na sociedade do conhecimento: uma análise de suas características no brasil. (Dissertação), FGV, Rio de Janeiro, 2001

SULLIVAN, S. E.; BARUCH Y. Advances in career theory and research: a critical review and agenda for future exploration. Journal of Management, v. 35, 2009.

UFJF. Plano de Desenvolvimento Institucional (2015-2019). Disponível em: http://www.ufjf.br/ufjf/files/2016/01/pdi_2016-2020_ufjftexto_aprovado.pdf Acesso em: 15 set. de 2019.

________. Graduação. Disponível em: https://www2.ufjf.br/ufjf/ensino/graduacao/ Acesso em: 15 set. de 2019

________. Portaria 1.105, de 28 de setembro de 1998. Disponível em: http://www.ufjf.br/ufjf/files/2015/10/estatuto.pdf Acesso em: 15 set. de 2019.

VELOSO, E. F. R. Carreiras sem fronteiras na gestão pessoal da transição profissional: um estudo com ex-funcionários de uma instituição com características de empresa pública. (Tese). USP, São Paulo: 2009.

_______________. Dutra, J.S. Processo de Transição de Carreira. In Organizações e carreiras sem fronteiras. In COSTA, Isabel de Sá da, BALASSIANO, Moisés. Gestão de carreiras: dilemas e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2006.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos, 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-104

Refbacks

  • There are currently no refbacks.