Análise do Relacionamento Universidade x Empresa: um estudo de caso/ University x Company Relationship Analysis: a case study

Valter João de Sousa, Dalessa Vilela Marcondes, Claudemir Alves Pereira

Abstract


O objetivo deste estudo é identificar os fatores intervenientes no relacionamento de cooperação entre empresas e universidades, assim como definir elementos representativos da eficácia destes processos de relacionamento. Neste trabalho optou-se por uma investigação de pesquisa aplicada, qualitativa, exploratória e descritiva para permitir um entendimento do relacionamento entre a universidade e a empresa. A estrutura conceitual da pesquisa foi elaborada a partir da literatura existente, sendo a problemática valorizada a partir do que as empresas percebem ou enfrentam na criação e desenvolvimento de relacionamento com a universidade. As universidades têm como papel chave a promoção da educação na geração de conhecimento científico e tecnológico. Para a efetiva aproximação das universidades com as empresas, diversos esforços estão sendo dispendidos com a intenção de que haja um maior aproveitamento de conhecimento. Para atingir os objetivos propostos optou-se pela realização de uma pesquisa qualitativa, por meio de entrevistas em profundidade com um empresário de uma empresa de pequeno porte e com o diretor de uma universidade, objeto do estudo. A análise e categorização dos dados coletados foram feitos por meio da análise de conteúdo e como resultado foram encontradas as seguintes categorias: tempo, recursos, cultura, conhecimento, tecnologia e network

Keywords


Conhecimento tecnológico - Cooperação - Governo - Universidade - Empresa

References


ALESSIO, P.A. Informação e conhecimento. Um modelo de gestão para potencializar a inovação tecnológica e a cooperação universidade-empresa. Tese. (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução Luís Antero Reto; Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 1977.

BILESSIMO, L.D. Instrumento para diagnóstico da expectativa de sucesso da Micro e Pequena Empresa Brasileira. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2002.

BIGNETTI, L.P. 2001. O processo de inovação em empresas intensivas em conhecimento. In: ENCONTRO DA

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 25, Rio de

Janeiro, 2001. Anais... Rio de Janeiro, Scan Editora e Produção Gráfica, p. 84.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRISOLLA, S.N. Universidade/empresas: os problemas de um relacionamento. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v.13, n. 14, p.101-116, abr. 1992.

CALDERA, A.; DEBANDE, O. Performance of Spanish universities in technology transfer: an empirical analysis. Research Policy, n. 39(9), p. 1160-1173, 2010.

CANTELE, L.F. 2006. As relações universidade empresa: uma análise de estratégias das unidades de gestão e desenvolvimento tecnológico das universidades. São Leopoldo, RS. Dissertação de mestrado. Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 177 p.

CRUZ, C.H.B. A Universidade, a empresa e a pesquisa que o país precisa. Revista Humanidades, Brasília, 2000.

ETZKOWITZ, H.; PETERS, L.S. Profiting from knowledge: organizational innovations and the normative changes in American universities. Minerva. RiMA/FIPAI, v.29, n.2, p. 133-166, 1991.

ETZKOWITZ, H.; LEYDESDORFF, L. 1997. The triple helix-universityindustry- government relations: a laboratory for knowledgebased economic development. European Association Study Science and Technology Review, 14(1):14-19.

FLORES, M.J. 2005. Contribuições da cooperação universidade empresa para a capacitação tecnológica de PMEs moveleiras: o pólo de Arapongas. Curitiba, PR. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Paraná, 151 p.

KATZ, J. 2004. The limits of the prevailing orthodoxy: technology and education as restriction to productivity growth and international competitiveness in Latin America. Disponível em: http://www.druid.dk. Acesso em: 10/08/2007.

LÓPEZ-MARTINEZ, R.; MEDELLÍN, E.; SCANLON, A.P.; SOLLEIRO, J.L. 1994. Motivations and obstacles to university industry Cooperation: a Mexican case. R&D Management, 24 (1):17- 31.

MOTA, T.L.N.G. 1999. Interação universidade-empresa na sociedade do conhecimento: reflexões e realidade. Revista Ciência da Informação, 28(1):79-86.

MCT. 2007. CT Verde-Amarelo (Universidade-Empresa). Disponível em: http://www.mct.gov.br. Acesso em: 18/06/2007.

NETO, R.C. 2003. A criação do conhecimento na relação universidade empresa: estudo do caso de desenvolvimento de um software de configuração para um equipamento de rede. Porto Alegre, RS. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 130 p.

Odontologia – campus de Ribeirão Preto – e nas empresas do setor de equipamentos médicos, hospitalares e odontológicos. Ribeirão Preto, SP.

Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo, 304 p.

PORTO, G.S. 2000. A decisão empresarial de desenvolvimento tecnológico por meio da cooperação universidade-empresa. São Paulo, SP. Tese de doutorado. Universidade de São Paulo, 276 p.

PLONSKI, G.A. 1995. Cooperação empresa-universidade: antigos dilemas, novos desafios. RAUSP – Revista de Administração da Universidade de São Paulo, 25 (1): 32-41.

PLONSKI, G.A. 1999. Cooperação universidade-empresa: um desafio gerencial complexo. RAUSP – Revista de Administração da Universidade de São Paulo, 34 (1):46-55.

PRADO, F.O.; PORTO, G.S. 2002. Fontes de tecnologia no setor de telecomunicações: um estudo multicaso em três multinacionais (MNCs) e um centro de pesquisa instalados no Brasil. In: SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, XXIII, Salvador, 2002. Anais... Salvador, p. 1-15.

RAMPAZZO, L. Metodologia Científica: Para Alunos dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação. São Paulo: Loyola, 2001.

SÁBATO, J.; BOTANA, N. La ciência y la tecnologia em el dessarrollo futuro de América Latina. Revista de La Integración. ANDIMA, nov. 1968, p. 19.

SÁBATO, J.; BOTANA, N. 1968. La ciencia y la tecnología en el desarrollo futuro de América Latina. In: The world order models conference. Disponível em: http://cecae.usp.br/tecla/html/pg_info_arti1.html/. Acesso em: 20/11/2007.

SANTANA, E.P. 2005. A transferência de tecnologia na USP: um estudo multi caso no Departamento de Física e Matemática e nas Faculdades de Medicina e

SEGATTO-MENDES, A. P.; SBRAGIA, R. O Processo de cooperação universidade-empresa em universidades brasileiras. Revista de Administração da Universidade de São Paulo, n. 37(4), p. 58-71, 2002.

SEGATTO, A.P. 1996. Análise do processo de cooperação tecnológica universidade-empresa: um estudo exploratório. São Paulo, SP. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo, 175 p.

SIEGEL, D. S. et al. Toward a model of the effective transfer of scientific knowledge from academicians to practitioners: Qualitative evidence from the commercialization of university technologies. Journal of Engineering and Technology Management, n. 21(1/2), p. 115-142, 2004.

SILVEIRA, L.A. 2005. Relação universidade-empresa: fatores propulsores e restritivos no processo de transferência de tecnologia nas empresas catarinenses. Florianópolis, SC. Tese de doutorado. Universidade Federal de Santa Catarina, 224 p.

SOUZA, E.C.L. A relação universidade empresa: análise e reflexões sobre o papel da extensão universitária na formação de recursos humanos. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DELCLAD, 5. Caracas, 2000. Anais... Caracas, 2000.

STAL, E. 1999. Centro de Pesquisa Cooperativa: um modelo eficaz de interação universidade-empresa. RAUSP – Revista de Administração da Universidade de São Paulo, 34(4): 71-79.

TORKOMIAN, A.L.V. Gestão de tecnologia na pesquisa acadêmica: o caso de São Carlos. Tese. (Doutorado em Administração) – Universidade de São Paulo, São Carlos, 1997.

ZAGOTTIS, D.L. Sobre a interação entre a universidade e o sistema produtivo. Revista USP, São Paulo, n. 25, mar./maio, 1995, p.74-83.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-090

Refbacks

  • There are currently no refbacks.