Caracterização das propriedades elétricas, mecânicas e estruturais da liga al-cu-si-mg modificada com teores de [0,2-0,5]% fe / Characterization of electrical, mechanical and structural properties of the al-cu-si-mg alloy modified with [0.2-0.5]% fe

Marielle Maria Medeiros Vital, Brenda Thayssa Figueira Daniel, Emerson Rodrigues Prazeres, Lucas Rezende Almeida, Gabriel da Cruz Oliveira, Willian Rayol da Silva, Deibson Silva da Costa, Reginaldo Sabóia de Paiva, José Maria do Vale Quaresma

Abstract


As ligas de alumínio apresentam grande potencial para serem utilizadas, principalmente pela sua elevada condutividade elétrica, baixo peso específico, além de sua razoável resistência mecânica. Em vista disso, o presente trabalho propõe caracterizar o comportamento mecânico, elétrico e estrutural em corpos de prova deformados (fios com diâmetro de 3mm) e não deformados (corpos de prova com diâmetro de 14,4 mm), objetivando determinar a influência do ferro na liga Al-0,25%Cu-0,7%Si-1,0%Mg modificada com [0,2-0,5]% Fe e solidificadas em molde metálico tipo "U". Tendo como foco a aplicação na fabricação de fios e cabos para reparos de cabos elétricos em linhões danificados e para ligações elétricas. Observou-se que a inserção dos elementos Cu, Si, Mg na liga de Al-Fe, minimiza o desempenho do ferro em refinar os grãos na estrutura, por sua vez, a micro dureza da estrutura fica mais elevada com o aumento do teor de ferro. Em relação à condutividade elétrica das ligas como deformadas o resultado foi relativamente bem próximos, isso justifica a influência de quanto mais ferro na liga a diferença de perda é bem pequena, sendo que os demais elementos contribuíram para tal resultado no caso da liga estudada. 


Keywords


Alumínio, Ferro, Caracterização.

References


ABAL. Associação Brasileira do Alumínio. Disponível em: http://abal.org.br/aluminio/caracteristicas-quimicas-e-fisicas/. Acesso em: 22 ago. 2018.

AMERICAN SOCIETY FOR METALS (ASM INTERNATIONAL), Aluminum and Aluminum alloys. v. 4. American Society for Metals - ASM Handbook, 1998.

ASM METALS HANDBOOK – Alloy Phase Diagrams, Vol. 03x21, 10ª Edition, 1992. 1741p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT NBR 5118). Fios de alumínio 1350 nus, de seção circular, para fins elétricos. Rio de Janeiro, ago. 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT NBR 5285)– “Fios de alumínio-liga, nus, de seção circular, para fins elétricos”, Rio de Janeiro, Nov. 1985.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT NBR 6810). Fios e cabos elétricos – Tração à ruptura em componentes metálicos. Rio de Janeiro, ago. 1981.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT NBR 6892). Materiais

Metálicos – Ensaio de tração à temperatura ambiente. Rio de Janeiro, ago. 2002.

CNI. Confederação Nacional da Indústria. A sustentabilidade da indústria brasileira do alumínio. Associação Brasileira do Alumínio. Brasilia: CNI, 2012. Disponível em: http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_24/2012/09/03/191/20121122181146586007o.pdf . Acesso em: 22 ago. 2019.

FERNANDEZ, H. J. L. Influência do teor de soluto na molhabilidade e características estruturais correlacionadas com propriedades mecânicas e elétricas de fios e cabos para transmissão e distribuição de energia nas ligas Al-EC-0,7%Si[0,05%; 0,15%]Ti. Dissertação de mestrado – Universidade Federal do Pará, Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica, Belém, 2011.

GARCIA, A. Solidificação: Fundamentos e aplicações. Campinas: 2ª Ed. Unicamp, 2007.

HATCH, J.E. Aluminum: Properties and Physical Metallurgy, ASM, Metals Park, USA, 1990.

KAUFMAN, J. G.; ROOY, E. L. Aluminium alloy casting: properties, process and applications. ASM International – Metalspark, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-087

Refbacks

  • There are currently no refbacks.