Ética do advogado ao médico: pontos convergentes e divergentes de ambos os códigos / Lawyers and physician’s ethic: converging and dissonant points in both statutes

Pedro Henrique Marangoni, Rafael Guimarães Ribeiro, Luiz Roberto Prandi

Abstract


A medicina e as ciências jurídicas, especificamente a advocacia, estão entre as ocupações mais antigas da história da humanidade, sendo assim, as posturas éticas dos profissionais que atuam nessas áreas já possuem fortes alicerces, os quais podem contribuir reciprocamente, assim como, auxiliar na ética das profissões contemporâneas. O presente estudo visa a comparar o Código de Ética Médica com o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e o Código de Ética e Disciplina da OAB. A partir disso, busca-se estabelecer pontos convergentes e divergentes quanto ao posicionamento ético de ambas profissões que tutelam relevantes bens jurídicos, a saúde e a justiça. Para isso, utilizou-se do método indutivo, partindo-se da análise dos textos dos códigos até a conclusão crítica. A investigação iniciou-se pelos princípios norteadores da ética, após, a forma de publicidade e remuneração das profissões. Por conseguinte, observou-se que ambas as profissões possuem semelhanças éticas, tanto em relação aos princípios norteadores, como em casos mais específicos, como na publicidade e honorários profissionais.


Keywords


Honorários profissionais, Publicidade, Direitos.

References


BRASIL. Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Brasília: Senado Federal, 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm. Acesso em: 28 nov. 2019.

BRASIL. Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994. Dispõe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Brasília: Senado Federal, 1994. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8906.htm. Acesso em: 28 nov. 2019.

BRASIL. Supremo Tribunal de Justiça. (quarta turma). Agravo interno no recurso especial - ação de revisão contratual de honorários advocatícios - inaplicabilidade do CDC - escólio jurisprudencial - decisão monocrática que deu provimento ao recurso especial. Recorrente: Adriane Santana da Costa Júlio e Edelson Hortêncio Alves Júlio. Recorrido: Altair Hening Silva. Relator: Min. Marco Buzzi, 20 de março de 2018. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/inteiroteor/?num_registro=201400717451&dt_publicacao=27/03/2018. Acesso em: 28 nov. 2019.

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL. Código de Ética e Disciplina da OAB. Diário da Justiça, Seção I, do dia 01.03.95, pp. 4.000/4004. Brasília. Disponível em: https://www.oab.org.br/content/pdf/legislacaooab/codigodeetica.pdf. Acesso em: 28 nov. 2019.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Código de Ética Médica. Resolução CFM n° 2.217, de 27 de setembro de 2018, modificada pelas Resoluções CFM nº 2.222/2018 e 2.226/2019. Aprova o Código de Ética Médica. Brasília. Disponível em: https://portal.cfm.org.br/images/PDF/cem2019.pdf. Acesso em: 28 nov. 2019.

DAHINTEN, Augusto Franke. A relação médico-paciente e o Código de Defesa do Consumidor. Revista dos Tribunais Online: Revista de Direito Privado. Vol. 77/2017, p. 79-107, maio 2017, DTR/2017/1102.

GONZAGA, Álvaro de Azevedo; NEVES, Karina Penna Neves; BEIJATO JUNIOR, Roberto. Estatuto da Advocacia e Novo Código de Ética e Disciplina da OAB Comentados. 4. ed. rev. e atual. São Paulo: Método, 2018.

OLIVEIRA, Bruno Batista da Costa de. Aplicabilidade do Código de Defesa do Consumidor aos contratos de prestação de serviços advocatícios. Revista dos Tribunais Online: Revista de Direito do Consumidor, vol. 54/2005, p. 54 – 76, Abr/Jun, 2005, DTR2005255.

SALGARELLI, Kelly Cristina. Não se aplica o CDC na relação entre cliente e advogado. Disponível em: encurtador.com.br/bdgmA. Acesso em: 28 nov. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-075

Refbacks

  • There are currently no refbacks.