Presença da carnavalização no poema Pé Quebrado, de patativa do Assaré: uma paródia político-religiosa do contexto da Colonização do Brasil/ Presence of carnivalization in the poema Pé Quebrado, patativa do Assaré: a political-religious parody of the context of Brazil's Colonization

Graciela Ferreira da Silva, Maria Silvânia Santos de Oliveira, Nagraely dos Prazeres Sousa, Nataely dos Prazeres Sousa Tomas, Josivaldo Custódio da Silva

Abstract


Este artigo de cunho bibliográfico e qualitativo possui como objetivo analisar o poema popular Pé Quebrado, de Patativa do Assaré. Para realização da análise utilizamos como pressuposto teórico a Carnavalização proposta por Bakhtin (1987), além dos estudos críticos de Discini (2006), Fiorin (2006) e Vasconcelos sobre a teoria e sua aplicabilidade na obra de arte. Essa obra é uma paródia do célebre poema As Flô de Puxinanã, de Zé da Luz e, sobretudo, uma crítica social de nossa história, do contexto da Colonização do Brasil, em particular da exploração indígena brasileira. Para compreender melhor essas questões, buscamos verificar como a carnavalização se apresenta nesse poema, no que diz respeito aos elementos que remetem à visão ambivalente e universalizante, pois num só momento degenera e regenera o comportamento do ser humano sobre o aspecto da ambição. Do poema, apresentamos passagens que possuem a carnavalização, discutindo elementos específicos que caracterizam o texto como carnavalizado porque o eu poético muitas vezes nos revela a inversão da ordem oficial com seus múltiplos sentidos, o uso de elementos subversivos, o destronamento e regeneração do que é oficial. Através do poema, o poeta cearense cria um eu poético que desmistifica ideologias e poderes estabelecidos, unindo no seu discurso paródico crítica e ironia, buscando demonstrar ao leitor a realidade de um Brasil marcado pelas injustiças sociais, um país que foi e ainda continua sendo explorado.


Keywords


Poesia Popular. Patativa do Assaré. Paródia. Carnavalização. Colonização do Brasil.

References


ASSARÉ, Patativa do. Ispinho e Fulô. São Paulo: Hedra, 2005.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec; Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1987.

BÍBLIA. Português. Bíblia Sagrada: Nova tradução na linguagem de hoje. Barueri (SP): Sociedade Bíblica do Brasil, 2009.

DISCINI, Norma. Carnavalização. In: BRAIT, Beth (Org.) Bakhtin: outros conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2006, p. 53-93.

FIORIN, José Luiz. A carnavalização. In: _________. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática, 2006, p. 89-114.

VASCONCELOS, Montgomery José de. A Poética Carnavalizada de Augusto dos Anjos. São Paulo: Editora AnnaBlume, 1996.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-067

Refbacks

  • There are currently no refbacks.