Influência da depleção da fonte de nitrogênio no meio de cultura sobre o rendimento de biomassa da nannochloropsis oculata / Influence of the depletion of the nitrogen source in the culture media on the biomass income of nannochloropsis oculate

Illana Beatriz Rocha de Oliveira, Ana Cláudia Teixeira Silva, Susana Félix Moura dos Santos, Dilliani Naiane Mascena Lopes, Maria da Conceição Oliveira Freitas, Rafael Lustosa Maciel, Izana de Moraes Melo, José William Alves da Silva

Abstract


O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento e rendimento de biomassa da microalga marinha Nannochloropsis oculata com variação da fonte de nitrogênio na preparação de seu meio de cultura. A pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Tecnologias Aquícolas (LTA), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) – Campus Aracati. O experimento foi realizado em três tratamentos, nos quais foi avaliada a influência do nitrato presente no meio de cultura Guillard F/2 (variações de 25 mg.L-1, 50 mg.L-1 e 75 mg.L-1) sobre o crescimento da microalga e o rendimento de sua biomassa. A microalga N. oculata, oriunda de cepário do próprio laboratório, foi cultivada em meio Guillard F/2 com salinidade 20 ppt, numa proporção de 500 mL de inóculo acrescidos de 4.500 mL de meio de cultura (totalizando 5 L de volume, cada repetição). Cada tratamento conteve cinco repetições, dispostas em condições similares de aeração e iluminação constante de 7.000 lux e temperatura a 24° C. O cultivo foi estacionário e para avaliar o crescimento foram realizadas absorbâncias utilizando um espectrofotômetro a 680 nm e ralacionada com o peso seco. Ao atingir a fase estacionária de crescimento as microalgas foram floculadas com hidróxido de sódio (NaOH 2N), posteriormente, levadas à estufa a 60° C com circulação forçada de ar durante 24 horas. A biomassa seca foi determinada em balança analítica. Os resultados demonstraram que a microalga Nannochloropsis oculata apresentou melhor rendimento quando cultivada com meio Guillard F/2 composto por 75 mg.L-1 de nitrato (T1).  Além disso, apresentou melhor rendimento de biomassa, resultando em uma média de 2,65 g.L-1. Enquanto a biomassa obtida no tratamento utilizando meio de cultivo com 50 mg.L-1 de nitrato (T2) apresentou um peso médio de 2,47 g.L-1, e a biomassa obtida no tratamento utilizando meio de cultivo com 25 mg.L-1 de nitrato (T3) apresentou um peso médio de 2,38 g.L-1.


Keywords


Microalga marinha; Crescimento; Biotecnologia.

References


BELETTINI, F, RB DERNER & LA VINATEA, 2011. Utilização das microalgas Thalassiosira weissflogii e Nannochloropsis oculata no cultivo de Litopenaeus vannamei em sistemas de berçários, sem renovação de água. Atlântica, 33: 101- 114.

DE LA HOZ, S.; BEN-ZVI, A.; BURRELL, R.E.; McCAFFREY, W.C. The dynamics of heterotrophic algal cultures. Bioresource Technology, v. 102, n. 10, p. 5764-5774, 2011.

LOURENÇO, S. de O. Cultivo de Microalgas Marinhas: Princípios e Aplicações. Brasil: RiMa, 2006.

NORSKER, NH, MJ BARBOSA, MH VERMUË & RH WIJFFELS. 2011. Microalgal production-a close look at economics. Biotechnol Adv., 29: 24–27.

PAES, C.; FARIA, G.; TINOCO, N.; CASTRO, D.; BARBARINO, E.; LOURENÇO, S. Growth, nutrient uptake and chemical composition of Chlorella sp. and Nannochloropsis oculata under nitrogen starvation. Lat. Am. J. Aquat. Res., v. 44, n.2, p. 275-292, 2017.

SALES, R & PA ABREU. 2014. Use of natural pH variation to increase the flocculation of the marine microalgae Nannochloropsis oculata. Appl Biochem Biotechnol., 1-8.

SCAGLIONI, P. T.; DE SOUZA, T. D.; SCHMIDT, C. G.; BADIALE-FURLONG, E. Availability of free and bound phenolic compounds in rice after hydrothermal treatment. Journal of Cereal Science, v. 60, p. 526-532, 2014.

ZITTELLI, CG, F LAVISTA, A BATIANINI, L RODOLFI, M VINCENZINI & MR TREDICI. 1999. Production of eicosapentaenoic acid (EPA) by Nannochloropsis sp. cultures in outdoor tubular photobioreactors. J Biotechnol., 70: 299–312.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-025

Refbacks

  • There are currently no refbacks.