Recursos didáticos visuais e audiovisuais: um breve paralelo entre tics e o album seriado no contexto das disciplinas que representam as ciências da natureza / Visual and audiovisual didactic resources: a brief parallel between tics and the serial album in the context of the disciplines that represent the sciences of nature

Rosangela Mota Lunas, Ranlig Carvalho de Medeiros, Liliani Aparecida Sereno Fontes de Medeiros

Abstract


Recurso didáticos são ferramentas facilitadoras à aprendizagem. Recursos audiovisuais pertencentes às tecnologias de informação e comunicação (TICs) prometem substituir em eficácia os recursos visuais e auditivos na escola. Este trabalho, embasado pela problemática do letramento digital docente, dentre outros que limitam a utilização das TICs na escola, buscou compreender se os recursos visuais ainda possuem lugar à escola contemporânea. Para tal, compararmos em eficácia e importância os recursos didáticos visuais e audiovisuais, traçando um paralelo entre as novas TICs e o álbum seriado, sob o foco do ponto de vista de discentes e docentes, no contexto do grupo das disciplinas das Ciências Naturais. Identificamos uma tendência entre os docentes de utilizarem mais recursos audiovisuais do que os visuais. Porém, os discentes reconheceram a aplicabilidade e importância do álbum seriado enquanto recurso didático.


Keywords


Educação, Recursos Didáticos, Álbum Seriado

References


CASTILHO, E. M.; PROENÇA, M. F.; LEITE M. Educação infantil orientações pedagógicas rotina do MII, Pré I e Pré II. 2013.Disponível em: < http://www.educacao.itapeva.sp.gov.br/downloads/4e704039e7ce6c8ba44a77b38f0a167c.pdf>. Acesso em 16 de setembro de 2019.

DOURADO, L. F. Gestão da Educação Escolar. Brasília, 4 edição atualizada e revisada. 2012. Disponível em: < http://redeetec.mec.gov.br/images/stories/pdf/eixo_social/formacao_pedagogica/240912_form_pedag_gestaodaeducacaoescolar.pdf >. Acesso em 01 novembro 2019.

GLOBO, G1 Aluno que ainda não faz o 3º ano não poderá usar Enem como vestibular. G1, São Paulo. 2015 Disponível em: . Acesso em 01 novembro 2019.

KIM, H. Is there a crowding-out effect between school expenditure and mother´s child care time? Economics of Education. Review. volum 20, number 1, p. 71-80. 2001.

LIBANEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MEDEIROS, R. C.: PINTO, B, C, T. Formação Continuada de Professores em Ensino de Biologia: Análise de um curso Online e suas Interfaces em um Ambiente Virtual de Aprendizagem. (Dissertação de Mestrado) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, p. 124. 2019. Disponível em: . Acesso em 20 de janeiro 2020.

MIRANDA, G. L. Limites e possibilidades das TIC na educação.2007. Disponível em: < http://ticsproeja.pbworks.com/f/limites+e+possibilidades.pdf >. Acesso em 01 novembro 2019.

PILETTI, N. Psicologia Educacional. São Paulo: Ática, 2006.

SANTOS, O. K. C.; BELMINO, J. F. B. Recursos didáticos: uma melhoria na qualidade da aprendizagem. Disponível em: < http://editorarealize.com.br/revistas/fiped/trabalhos/Trabalho_Comunicacao_oral_idinscrito__fde094c18ce8ce27adf61aedf31dd2d6.pdf. >. Acesso em 01 novembro 2019.

SILVA, S. M. G. Utilização das tecnologias de informação e comunicação como recurso educativo na formação profissional. 2010. Disponível em: < http://www.senept.cefetmg.br/galerias/Anais_2010/Artigos/GT2/UTILIZACAO_DAS_TECNOLOGIAS.pdf >. Acesso em 01 novembro 2019.

SOUZA, J. A ralé brasileira: quem é e como vive- A instituição do fracasso. 2009 Disponível em: < http://www.mom.arq.ufmg.br/mom/arq_interface/1a_aula/A_rale_brasileira.pdf >. Acesso em 01 novembro 2019.

TAPIA, A. J. A motivação em sala de aula: o que é, e como se faz. 2004 Disponível em: < https://cadernoselivros.files.wordpress.com/2016/08/tapia-j-fita-e-a-motivac3a7c3a3o-em-sala-de-aula.pdf >. Acesso em 15 outubro de 2019.

VISCOVINI, R. C.; GOZZI, M. E.; ARIAS, C.; MIRANDA, D. P. ; SIGOLI, L. S. M.; ZANQUETTA, V. A. Recursos pedagógicos e atuação docente. 2009. Disponível em: < http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2009/anais/pdf/1872_1130.pdf >. Acesso 16 outubro de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-014

Refbacks

  • There are currently no refbacks.