Desenvolvimento vegetativo do tomateiro sweet heaven irrigado com água tratada magneticamente / Vegetative development of sweet heaven tomato irrigated with magnetically treated water

Rodrigo Cesar de Almeida, Fábio Ponciano de Deus, Adriano Valentim Diotto, André Luiz Pinheiro Teixeira, Lis Tavares Ordones Lemos, Samuel Cola Pizetta, Cintia Nayara de Góes Vieira

Abstract


Atualmente estudos científicos têm mostrado benefícios no desenvolvimento de culturas quando irrigadas com água tratada magneticamente. Assim, objetivou-se avaliar os benefícios da irrigação com este tratamento de água nas características de crescimento (altura de planta e diâmetro de caule) do tomate tipo cereja, híbrido Sweet Heaven. O experimento foi conduzido em casa de vegetação no campo experimental da UFLA, em Lavras – MG, no período entre 13/02/2017 e 27/07/2017. Os tratamentos foram compostos por cinco  percentuais de volume de reposição de água de irrigação (30%; 60%; 90%; 120% e 150% do volume de evapotranspirado da cultura - V) combinados com dois tipos de água (tratada magneticamente e não tratada), dois tipos de substrato (fibra de coco e solo) e sete repetições. O efeito sobre a altura de planta foi estatisticamente significativo somente para o tipo de substrato, com destaque para o cultivo em solo (228,61 cm). Por outro lado, os efeitos sobre o diâmetro de caule foram significativos para lâmina de irrigação, tipo de substrato e tipo de água. Verificou-se que o cultivo de tomateiro em substrato fibra de coco, irrigado com água tratada magneticamente teve desenvolvimento de caule superior.


Keywords


tratamento de água de irrigação, cultivo em vaso, tomate cereja.

References


FERREIRA, D. F. Sisvar: a Guide for its Bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciênc. agrotec. [online]. 2014, vol.38, n.2 [citado 2015-10-17], pp. 109-112.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION – FAO (2018). FAOSTAT. Disponível

em < http://www.fao.org/faostat/en/#data>. Acesso em 23 de março de 2018.

HOZAYN, M. et al. Applications of magnetic technology in agriculture: a novel tool for improving crop productivity. Afr. J. Agric. Res. 11 (5), 441–449. 2016.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE (2017).

Levantamento Sistemático da Produção Agrícola. Disponível em < https://sidra.ibge.gov.br/tabela/6588#resultado >. Acesso em 23 de março de 2018. >.

MAHESHWARI, B. L.; GREWAL, H. S. Magnetic treatment of irrigation water: its effects on vegetable crop yield and water productivity. Agric. Water Manage. v. 96, p.1229–1236, 2009.

PANG, XiaoFeng; DENG, Bo. Investigation of changes in properties of water under the action of a magnetic field. Science in China Series G: Physics, Mechanics and Astronomy, v. 51, n. 11, p. 1621-1632, 2008.

SILVA, B. A.; SILVA, AR da; PAGIUCA, L. G. Cultivo protegido: em busca de mais eficiência produtiva. Hortifruti Brasil, v. 1, p. 10-18, 2014.

SURENDRAN, U., SANDEEP, O., JOSEPH, E.J., The impacts of magnetic treatment of irrigation water on plant, water and soil characteristics. Agric. Water Manag. v. 178, p. 21– 29, 2016.

TURKER, M.et al. The effects of an artificial and static magnetic field on plant growth chlorophyll and phytohormone levels in maize and sunflower plants. Phys. Ann. Rev. Bot. v. 46, p. 271–284, 2007.

ZIETEMANN, C.; ROBERTO, S.R. Produção de mudas de goiabeira (Psidium guajavaL.) em diferentes substratos. Revista Brasileira de Fruticultura, v.29, p.137-142, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-007

Refbacks

  • There are currently no refbacks.