Produção da cultivar de trevo branco zapican como cobertura verde e sua resposta a utilização de esterco bovino/ Influence of cattle manure on the production and protective quality of olives brs ponteio cultivar

Bruno de Oliveira Nascimento, Gustavo Kruger Gonçalves, Emilio Mateus Schuller, Rodrigo De Moraes Galarza, Paulo Elias Borges Rodrigues, Eduarda Arteche Beron da Fontoura, Michelle da Luz Munhoz, Meline Schuller

Abstract


A introdução de espécies exóticas cultivadas no período outono-hibernal tem como objetivo suprir esse vazio forrageiro e manter ou aumentar a capacidade de suporte das pastagens. Além disso, essas espécies podem ser utilizadas como adubos verdes promovendo a melhoria das características físicas, químicas e biológicas do solo em Sistema Plantio Direto. Dentre as espécies com enorme potencial para a utilização como adubos verdes destaca-se o trevo branco, o qual adapta-se bem as condições climáticas da região sul do Brasil. Como desvantagem, o trevo branco apresenta baixa tolerância a solos ácidos e de baixa fertilidade química do solo, como é o caso do sul do Brasil, exigindo correção e adubação para viabilizar seu estabelecimento e sua persistência. Como alternativa a utilização de fertilizantes químicos de custo atual elevado, existe a possibilidade de utilização de insumos orgânicos como o esterco bovino. Em função do exposto, foi realizado um trabalho com o objetivo de avaliar o efeito do esterco bovino sobre a produção do trevo branco utilizado como cobertura verde. Os tratamentos foram constituídos pelas doses de esterco bovino: 0, 37, 74, 111 e 148 T ha-1. No final do estádio vegetativo, a parte aérea do trevo branco foi cortada para a avaliação das seguintes características respostas: produção de massa verde, produção de massa seca e a concentração de nutrientes. Os resultados demonstraram que a produção de massa seca, massa verde e as concentrações de nitrogênio, fósforo e enxofre responderam linearmente as doses de esterco bovino adicionados. Em função dos resultados observados, conclui-se que o esterco bovino é um insumo orgânico que pode substituir alternativamente os adubos químicos solúveis.


Keywords


leguminosa, adubo orgânico, produtividade, macronutrientes.

References


ALLAWAY, W.H.; THOMPSON, J.F. Sulfur in lhe nutrition of plants and animal. Sou Science, Baltimore, v.101, n.4, p.240-247, 1966.

ASSMANN, J. M. Produção de forragem e sementes de trevo branco (Trifolium repens L.) em função de manejos de corte e doses de boro. Pato Branco. UTFPR, 2009.

AZEVEDO, R.L.; RIBEIRO, G.T.; AZEVEDO, C.L.L. Feijão Guandu: Uma Planta Multiuso. Revista da Fapese, v.3, n. 2, p. 81-86. 2007.

BALL, D. M.; HOVELAND, C. S.; LACEFIELD, G. D. Southern forages. 4th. ed. Lawrenceville, Georgia: International Plant Nutrition Institute.

CARVALHO, P. C. F.; FISHER, V.; SANTOS, D. T.; RIBEIRO, A. M. L.; QUADROS, F. L. F.; CASTILHOS, Z. M. S.; POLI, C. H. E. C.; MONTEIRO, A. L. G.; NABINGER, C.; GENRO, T. C. M.; JACQUES, A. V. A. Produção animal no bioma Campos Sulinos. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 35, Supl. Esp., p. 156-202, 2006.

COELHO, R.W., RODRIGUES, R.C.; REIS, J.C.L. Rendimento de forragem e composição bromatológica de quatro leguminosas de estação fria. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2002. Embrapa Clima Temperado. Comunicado Técnico,78.

DALL'AGNOL, M.; PAIN, N.R.; RIBOLDI, j. Cultivares e progênies de policruzamento de trevo branco consorciadas com gramíneas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.27, n.11, p. 1591-1598, 1982.

DUNLOP, J., HART, A.L., BAKER, M.J., WILLIAMS, W.M. Mineral nutrition. In: White-clover. CAB International; Wallingford; UK. p. 153-183, 1987.

FONSECA, M. Plantio Direto de Forrageiras. Sistemas de Produção. 101p. 1997.

FONTANELI, R. S.; SANTOS, H. P.; AMBROSI, I.; IGNACZAK, J. C.; DENARDIN, J. E.; REIS, E. M.; VOSS, M. Sistemas de produção de grãos com pastagens anuais de inverno, sob plantio direto. Passo Fundo: EMBRAPA Trigo, 2000. 84 p. (Circular Técnica nº 6).

FONTANELI, R. S.; SANTOS, H. P.; FONTANELI, R. S. Forrageiras para Integração

Lavoura-Pecuária-Floresta na Região Sul-Brasileira. Brasília: EMBRAPA, 544p. 2012.

GUSS, A.; GOMIDE, J.A.; NOVAIS, R.F. Exigências de fósforo para estabelecimento de quatro leguminosas forrageiras em solos com distintas características físicoquímicas. Revista da Sociedade Brasileira de Zootecnia, v.19, p.450-458, 1990.

JONES, R.K.; ROBSON, P.S.; HAYDOCK, K.P.; MEGARRITY, R.G. Sulphur - nitrogen relationship in lhe tropical legume Stylosanthes humilis. Australian Journal of Agricultural Research, Melbourne, v.22, n.4, p.885-894, 1971.

KIEHL, J.E. Fertilizantes orgânicos. Piracicaba: Agronômica Ceres, 1985. 492p.

KROLOW, R.H.; MISTURA, C.; COELHO, R.W.; SIEWERDT, S.; ZONTA, E.P. Efeito do fósforo e do potássio sobre o desenvolvimento e a nodulação de três leguminosas anuais de estação fria. R. Bras. Zootec. 2004, vol.33, n.6, pp.2224-2230, 2004.

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Editora Agronômica Ceres Ltda., 2006. 638 p.

MONTARDO, D.P.; BRANDOLI, M.A.A.; PEREIRA, E.A. Produção de forragem de trevo branco em cinco locais diferentes do Sul do Brasil. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zooctenia, 45., 2008, Lavras. Anais...Viçosa: SBZ, 2008, 1 CD-ROM.

MORENO, José Alberto. 1961.Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Secretaria da Agricultura, 42p.

PAIM, R.N. Manejo de Leguminosas Forrageiras de Clima Temperado. Simpósio sobre Manejo da Pastagem, 9. Piracicaba, 358 p. 1988.

PEDREIRA, C.G.S., MOURA, J.C. de, FARIA, V.P. de. Fertilidade do solo para pastagens produtivas. Piracicaba, SP, FEALQ, 2004. 480p.

PENTEADO, S.R. Manual Prático de Agricultura Orgânica. 1. Campinas (SP): Ed.

Via Orgânica, 2007. 213p.

SANTOS, G.A.; SILVA, L.S.; CANELLAS, L.P.; CAMARGO, F.A.O. (Editores). Fundamentos da matéria orgânica do solo – Ecossistemas tropicais e subtropicais. 2. ed. revisada e atualizada – Porto Alegre: Metropole, 2008. 654p.

SCHEFFER-BASSO, S.M.; JACQUES, A.V.; DALL' AGNOL, M. et al., Disponibilidade e valor nutritivo de forragem de leguminosas nativas (Adesmia DC.) e exóticas (Lotus L.). Revista Brasileira de Zootecnia, v.31, n.6, p.2197-2203, 2002.

SHNEIDER, R. Avaliação agronômica, morfológica e molecular de progênies de policruzamento de trevo branco (Trifolium repens L.) em dois locais no Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Agronomia. 2010. 136p.

SILVA, F. de A. S. e.; AZEVEDO, C. A. V. de. The Assistat Software Version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. Afr. J. Agric. Res, v.11, n.39, p.3733-3740, 2016.

STRECK, E.V.; KÄMPF, N.; DALMOLIN, R.S.D.; KLAMT, E.; NASCIMENTO, P.C.; SCHNEIDER, P.; GIASSON, E. & PINTO L.F.S. Solos do Rio Grande do Sul. 3.ed. Porto Alegre, Emater/RS, 2018. 251p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n2-005

Refbacks

  • There are currently no refbacks.