Zika vírus: análise, discussões e impactos no Brasil / Zika virus: analysis, discussions and impacts in Brazil

Gabriela Caroline Coelho Canossa, Letícia Bugança Stelute, Daltro Cella

Abstract


O Zika é uma doença que está aumentando no Brasil desde 2014. O vetor causador é o Aedes aegypti, que através de sua picada, pode transmitir o vírus, causando a microcefalia e deixar consequências ao longo de toda a vida. Além do crescimento dos casos de microcefalia, o Zika vírus gera grandes problemas que envolvem toda a sociedade e a economia do país, como por exemplo, o custo do tratamento médico da criança microcefálica e de sua família, pois seus familiares deixarão de trabalhar para dar suporte e acompanhamento ao tratamento, e também ao custo do saneamento básico, como fator primordial para o combate ao mosquito e a elaboração de políticas públicas. Desta forma, o presente trabalho analisou tais aspectos econômicos e ambientais para a compreensão da influência do vírus e os fatores que proporcionaram o crescimento do vetor. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica para entender os efeitos do Zika vírus e seus impactos econômicos, sociais e ambientais. Neste trabalho, foram estimados os custos relacionados à microcefalia, a perda de rendimentos dos familiares da criança microcefálica e ao investimento do país com saneamento básico.


Keywords


Zika vírus, Brasil, Microcefalia, Política pública, Custos.

References


AGÊNCIA BRASIL. Exercícios simples estimulam o desenvolvimento de bebês com microcefalia. 2016.Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2016.

ALMEIDA, M.C.L. Microcefalia: conheça mais sobre os seus direitos para enfrentamento da doença. Meus direitos da saúde. Campo Grande. MS. 2016.

ASSOCIAÇÃO MÉDICO-ESPÍRITA DO RIO GRANDE DO SUL (AMERGS). Posição da AME – BRASIL sobre o Zika vírus e o aborto. 2016. Disponível em: , Acesso em: 5 jul. 2016.

REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (ARCA). Epidemiology of Microcephaly in Brazil.Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2016.

BENJAMIN, R. Educação, saúde e ambiente. 2016. Disponível em: . Acesso em: 7 set. 2016.

BRANCALEON, et al. Políticas públicas: conceitos básicos. 2015. Disponível em: Acesso em: 04 jun. 2016.

BRASIL. Lei nacional de saneamento básico: perspectivas para as políticas e a gestão dos serviços públicos. Brasília, 2009. Vol.1.

COMBATE AEDES. País Firma Acordo para Desenvolver Vacina contra Zika, 2016. Disponível em: . Acesso em: 08 dez. 2016.

EDUCAÇÃO INTEGRAL. Política pública. 2013. Disponível em: . Acesso em: 7 set. 2016.

ESTADÃO. Brasil tem 1616 casos confirmados de microcefalia. 2016.Disponível em:. Acesso em: 05 jul. 2016.

EXAME.COM. Microcefalia trará “geração de sequelados”, diz médica. 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

JÚNIA, R. Brasileiros ainda adoecem por falta de saneamento básico. 2004. Disponível em: . Acesso em: 7 set. 2016.

JUSBRASIL. Políticas públicas de saúde no Brasil. 2015. Disponível em: Acesso em: 25 mar. 2017.

KINDHAUSER, M.K., et al. Zika: the origin and spread of a mosquito-borne virus, World Health Organization, Geneva Switerzland, 2016.

KRONEN, M.R. Flaviviridae. 2008. Disponível em: Acesso em: 22 mar. 2016.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de atenção à saúde. Protocolo de atenção à saúde e resposta à ocorrência de microcefalia relacionada à infecção pelo vírus Zika. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde – Brasília: Ministério da Saúde, 2015.

PEREIRA, C.A.R. BARATA, M.M.L. Custo social de doenças e método proposto para sua estimação. J BrasEcon Saúde. 2014.

PORTAL BRASIL. Brasil adota norma da OMS e reduz medida para microcefalia. 2016. Disponível em:< http://www.brasil.gov.br/saude/2016/03/brasil-adota-norma-da-oms-e-reduz-medida-para-microcefalia>. Acesso em: 13 abr. 2016.

PORTAL G1. Governo diz que pagará bolsa mensal a família de bebês com microcefalia. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

PORTAL DA SAÚDE, Boletim Epidemiológico. 2016. Disponível em: < http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/197-secretaria-svs/11955-boletins-epidemiologicos-arquivos>. Acessoem 08 dez. 2016.

REVISTA SCIENCE. Zika virus impairs growth in human neurospheres and brain organoids. 2016.Disponível em: . Acesso em: 13 abr. 2016.

REVISTA SUPER INTERESSANTE. A Zika em foco. São Paulo: Abril, edição 359, abr. 2016.

SENADO FEDERAL DE BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL (DF). Perdas econômicas e custos orçamentários. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2016.

TRATA BRASIL. O que é Saneamento Básico. 2013. Disponível em: . Acesso em: 28/10/2016.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.