As alternativas para agricultura e a agroindústria familiar rural e as contribuições ao desenvolvimento rural sustentável (DRS) / Alternatives for agriculture and rural family agroindustry and contributions to sustainable rural development

Marinês Luiza Guerra Dotto, Clério Plein, André Fernando Hein, Alcidir Mazutti Zanco, Luciana Oliveira de Fariña

Abstract


O presente trabalho apresenta uma revisão de alguns conceitos relacionados com o desenvolvimento rural com enfoque na agricultura e agroindústria familiar rural com base na pequena propriedade. O estudo caracteriza-se por uma pesquisa descritiva, com uma abordagem qualitativa. Pois a pequena propriedade serve de base para a agricultura familiar, que precisa de qualificação para produzir com sustentabilidade. Ainda deve ter condições para que a agricultura e agroindústria familiar rural possam gerenciar sua atividade, efetuar controles de custos e despesas, evitar desperdícios e perdas, aproveitar as oportunidades e alternativas de produção nos diversos setores da economia. Conclui-se que estão sendo ampliadas as oportunidades para a agricultura e agroindústria familiar rural, pois está crescendo a demanda por produtos desta natureza. 

 


Keywords


Agroindústria; Agricultura Familiar Rural; Desenvolvimento

References


ABRAMOVAY, R. Paradigmas do capitalismo agrário em questão. São Paulo / Rio de Janeiro / Campinas: Hucitec / Anpocs / Unicamp, 1992.

BRASIL. Constituição da Republica Federativa do Brasil. 05 de outubro de 1988. Brasília. 2007.

BRASIL. IN MAPA Nº 16, DE 23 DE JUNHO DE 2015. Estabelece as Normas para Pequenas Agroindústrias em todo território Nacional. Disponível em:

BRASIL. Lei n.4.504 de 30 de novembro de 1964. Art. 1° Esta Lei regula os direitos e obrigações concernentes aos bens imóveis rurais, para os fins de ... Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4504.htm>. Acesso em: 31 de agosto de 2017.

BRASIL. Lei 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa. Disponível em: < www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651>. Acesso em 04 de setembro 2017.

BRASIL. Lei 11.326 de 24 de julho de 2006. Estabelece as diretrizes para a formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais.Disponível em: . Acesso em 31 de agosto de 2017.

CASTILHO, M.L.; RAMOS, J.M. PLEIN, C. SCHNEIDER, S. Agronegócio e Desenvolvimento Sustentável; Agricultura familiar e Mercantilização. Francisco Beltrão 2003. calgan editora grafica ltda. Unioeste.

GURGACZ, Glaci; NASCIMENTO, Zinara Marcet de Andrade. Metodologia do trabalho científico com enfoque nas ciências exatas. Joinville: Sociesc, 2007.

INCRA.Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Classificação dos Imóveis Rurais. Disponível em: http://www.incra.gov.br/tamanho-propriedades-rurais. Acesso em 29 de Agosto de 2017.

MARION, J C; SEGATTI, S. Sistema de gestão de custos nas pequenas propriedades leiteiras. Custose@gronegócio on line - v. 2 - n.2 - Jul/Dez - 2006. ISSN 1808-2882. Disponível em: . Acesso em 25 de agosto de 2017.

MIELE, Marcelo; MIRANDA, Cláudio Rocha. O desenvolvimento da agroindústria brasileira de carnes e as opções estratégicas dos pequenos produtores de suínos do Oeste Catarinense no início do século 21. Brasilia: CGEE, 2013.

NANTES, J. F.D.; SCARPELLI, M. Elementos de gestão na produção rural. In: BATALHA, Mário O. (org.). Gestão Agroindustrial. 3.ed. v.1. São Paulo: Atlas, 2007. p.629-664.

NAVARRO, Z. Desenvolvimento rural no Brasil: os limites do passado e os caminhos

do futuro. Revista Estudos Avançados, São Paulo, USP, Vol. 16, nº 44, 2001.

PLEIN, C. Desenvolvimento, Mercados e Agricultura Familiar: Uma Abordagem Institucional da Pobreza Rural. CRV.Curitiba. 2016.

RAMOS, Pedro. Propriedade, estrutura fundiária e desenvolvimento (rural). V.15, N.43, São Paulo. 2001.

RAUPP, Fabiano Maury; BEUREN, Ilse Maria. Metodologia da pesquisa aplicável às ciências sociais. In: BEUREN, Ilse Maria (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em Contabilidade: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 76-97.

SACHS, Ignacy. Desenvolvimento Includente, Sustentável Sustentado. Rio de Janeiro. Garamond. 2008.

SENAR, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. O Manual de Orientação das Contribuições Previdenciárias na Área Rural e do SENAR. 8ª edição, 2016. Brasília – DF. . Acesso em 06/09/2017.

SCHNEIDER, Sergio. Teoria Social, Agricultura Familiar e Pluriatividade. Sao Paulo .V 18, n 51, p.99-121, 2003.

SCHNEIDER, Sergio. A abordagem territorial do desenvolvimento rural e suas articulações externas. Sociologias, Porto Alegre, ano 6, nº 11, jan/jun 2004, p. 88-125.

WILKINSON, John. Sociologia econômica, a teoria das convenções e o funcionamento dos mercados: inputs para analisar os micro e pequenos empreendimentos agroindustriais no Brasil. Porto Alegre. V 23, n 2, p.805-824, 2002.

VEIGA, José Eli. Desenvolvimento Sustentável. O Desafio do Século XXI. Rio de Janeiro: Garamond. 2010.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.