Tratamento do efluente da indústria de couro utilizando coluna de adsorção em leito fixo / Effluent treatment from the leather industry using fixed bed adsorption column

Luiz Gustavo Denbinski, Leonardo Henrique de Oliveira, José Carlos Azzolini, Agostinho Maria Deon

Abstract


A adsorção é uma operação unitária de separação, quando aplicada industrialmente, é proporcionada por equipamentos denominados colunas de adsorção. A seguinte pesquisa foi elaborada para avaliar a redução de parâmetros poluidores em uma indústria de couro, sendo estes o de cor aparente, turbidez, sólidos sedimentáveis totais, demanda bioquímica de oxigênio - DBO, demanda química de oxigênio - DQO, sulfeto e, principalmente, a redução de cromo presente. Uma coluna foi utilizada in loco como equipamento piloto para elaboração dos testes de adsorção, que ocorreram num período de 9 horas, com vazões de entrada e saída constantes de 2,8 L.min-1 de efluente industrial, utilizando a massa de 4 kg de adsorvente para o primeiro experimento e 8 kg de adsorvente para o segundo experimento. As amostras foram coletadas no tempo zero, logo após início da operação, e de 2 em 2 horas, até atingir um período experimental de 9 horas para ambos os testes. Para o primeiro experimento, verifica-se uma remoção de cromo trivalente e total, de respectivamente 81,74% e 69,44%, num tempo após 6 horas de operação. Com o segundo experimento, foi possível obter uma eficiência de remoção de cromo trivalente e total, de 62,83%, após 9 horas de operação e, 63,36%, após 2 horas de operação, respectivamente. Através dos valores das concentrações finais de cromo total do segundo experimento, foi possível obter o tempo de saturação aproximado da coluna, cujo tempo é de 4 horas. Além disso, a redução de cor aparente, turbidez, DQO e sulfeto no efluente também ocorreram.

 


Keywords


Efluente industrial. Curtume. Adsorção em coluna. Leito fixo.

References


AMERICAN PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater. Canadá: American Public Health Association, 2005. 21ª ed.

BRASIL. Resolução Conama n.º 430, de 13 de maio de 2011. Dispõe sobre condições e padrões de lançamento de efluentes, complementa e altera a Resolução n.º 357, de 17 de março de 2005, do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 16 maio 2011. Seção 2, n. 92, p. 89. Disponível em: . Acesso em: 14 mai. 2019.

COSTA, A.P.J.; SILVA, A.L.; MARTINS, R.S. Um estudo sobre estações de tratamento de efluentes industriais e sanitários da empresa Dori Alimentos LTDA. Marília: Revista de Graduação UNIVEM, 2009. V. 1, p. 6-22.

DALLAGO, R.M.; SMANIOTTO, A.; DE OLIVEIRA, L.C.A. Resíduos sólidos de curtumes como adsorventes para a remoção de correntes em meio aquoso. Erechim: Química Nova, 2005. V. 28, n. 3, p. 433-437.

GOEL, J.; KADIRVELU, K.; RAJAGOPAL, C.; GARG, V.K. Removal of lead (II) by adsorption using treated granular activated carbon: Batch and column studies. Journal of Hazardous Materials, Índia: Elsevier, 2005. V. 125, n. 1-3, p. 211-220.

MELO, K. R. B.; ANDRADE, R. G. S. A.; BARBOSA, F. D. S.; SOLETTI, J. I.; CARVALHO, S. H. V. Obtenção das curvas de ruptura na adsorção do azul de metileno em carvão ativado do endocarpo do coco. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA QUÍMICA EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 12., 2017, São Paulo. Blucher Chemical Engineering Proceedings. São Paulo, 2017. V. 1, n. 4. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2019.

MURANAKA, C.T. Combinação de adsorção por carvão ativado com processo oxidativo avançado (POA) para tratamento de efluentes contendo fenol. 2010. Tese (Doutorado em Engenharia) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

SANTA CATARINA. Lei estadual nº. 14.675, de 13 de abril de 2009. Ressalva a competência da União e dos Municípios, estabelece normas aplicáveis ao Estado de Santa Catarina, visando à proteção e à melhoria da qualidade ambiental no seu território. Diário Oficial do Estado, Assembleia Legislativa, Florianópolis, SC, 14 abril 2009. Cap. 7, seção 2, p. 42. Disponível em: . Acesso em: 15 mai. 2019.

SOUSA, F.W.; MOREIRA, S.A.; OLIVEIRA, A.G.; CAVALCANTE, R.M.; NASCIMENTO, R.F.; ROSA, M.F. Uso da casca de coco verde como adsorbente na remoção de metais tóxicos. Ceará: Química Nova, 2007. V. 30, n. 5, p. 1153-1157.

ZANIN, C.I.C.B.; FIGUEIREDO, F.C.A.; CARVALHO, W.A. Remoção de chumbo (II) em sistemas contínuos por carvão ativado com vapor. Campinas: Química Nova, 2009. V. 32, n. 9, p. 2318-2322.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n9-028

Refbacks

  • There are currently no refbacks.