A importância do uso modelo COBIT nos processos de TI diante de um contexto organizacional / The importance of using COBIT model in IT processes in an organizational context

Ely Severiano Junior, Diego de Oliveira da Cunha

Abstract


Governança em TI na governança corporativa é a peça chave para o alinhamento entre as diretrizes e estratégias da organização nas ações de TI. Não só as grandes empresas, mas as pequenas e médias perceberam a importância e investido nas melhores práticas no intuito de alcançar uma gestão mais eficaz e a maior transparência agregando valor e longevidade nos negócios.  Anteriormente utilizava-se apenas por bancos e grandes empresas, hoje, é adotada em larga escala pelo governo e negócios de todos os portes em sua devida escala, envolvendo temas como ITIL, COBIT, CMMI, PMBok, ISO 27001 (segurança), gestão de riscos, Val IT e BSC. Na visão geral de como e o que está sendo praticado, pretende-se transparecer que não serão considerados uma receita de bolo para algum setor e sim mecanismos a serem estudados, adotados e adaptados conforme a política de cada negócio. Este trabalho é direcionado aos que têm dúvidas sobre o tema, esclarecendo e trilhando um caminho simples de conhecimento na aplicabilidade e vantagens do COBIT nos negócios qualquer porte e área de atuação. A abordagem foca na exposição dos conceitos, para que servem, onde são utilizadas e quais as vantagens dos mecanismos de governança de TI com o modelo do COBIT de forma que os principais processos do ambiente de TI sejam executados com segurança. Por fim são expostos casos reais nacionais, com seus pequenos passos para adoção e implantação desse modelo que tem sido um sucesso na adoção em todo mundo que se encontra na versão 5.0.


Keywords


Governança de TI; Governança Corporativa; COBIT

References


ARAGON, Aguinaldo; Abreu, Vladimir. Implantando a governança de TI: da estratégia à gestão dos processos e serviços 3ª Edição, ISBN:978857452533-4 ed.Brasport, 2012.

ARRUDA, Péricles Alves Ferreira; DA SILVA FILHO, José Bezerra. Governança de tecnologia da informação para micro e pequenas empresas: um estudo de caso na cidade de Fortaleza. Dissertação (Mestrado em Informática Aplicada) –Universidade de Fortaleza, 2006.

ASSIS, B. Celia, LAURINDO, Fernando José B, Governança de TI e seu impacto na gestão de TI, 2010. Disponível em http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2010_TN_STO_120_781_16968.pdf, acesso em 02/10/2015 as 11:00

ASSIS, Celia Governança e Gestão da Tecnologia da Informação: Diferenças na aplicação em empresas brasileiras. São Paulo, 2011

CUNHA, Davi; PEREIRA, Marcos Alves; NEVES, Rodrigo de Oliveira Aplicação do COBIT em Empresas de Médio Porte. Pós-Graduação Gestão de Tecnologia da Informação, São Paulo, 2010.

GIAMPAOLI, Ricardo Zoldan; TESTA, Maurício Gregianin; LUCIANO, Edimara Mezzomo. Contribuições do modelo COBIT para a Governança Corporativa e de Tecnologia da Informação: desafios, problemas e benefícios na percepção de especialistas e CIOs. Análise A Revista Acadêmica da FACE Porto Alegre, v. 22, n. 2, p. 120-133, jul. /Dez. 2011.

History of the Basel Committee and its membership, Disponível em: http//www.docenti.unina.it/downloadPub.do?tipoFile=mid&id=181905, acesso em 24/08/2017 às 22h35)

ISACA, COBIT 5: Modelo Corporativo para Governança e Gestão de TI da organização, 2012, ISBN:9781604202847

ITGI (IT Governance Institute). COBIT 4.1: Rolling Meadows, Illinois, EUA, 2007

LERCH, Guilherme et al. Governança de TI no Brasil: uma análise dos mecanismos mais difundidos entre as empresas nacionais. 2007.

MANSUR, Ricardo. Governança de TI: modelo de trabalhos, metodologias e melhores práticas, ISBN:9788574523224 eds. Brasport,2007.

MOREIRA, W. ALLAN, Diferenças entre gestão de TI e governança de TI – Uma breve comparação,2014, ISSN 1984-9354.Disponivel em http://www.excelenciaemgestao.org/Portals/2/documents/cneg10/anais/T14_0075.pdf, acesso em 02/10/2015 as 10:16.

NOLAN, R; MCFARLAN, F.W. Information technology and the board of directors. Harvard Business Review, Boston, v.83, n.10, 2005.

OLIVEIRA, Renan Kleber; TANAKA, Simone Sawasaki. GOVERNANÇA DE TI: comparativo entre os padrões itil e COBIT. VI Semana Tecnológica dos Cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação da UNIFIL, 2012.

PWC, Por que conhecer o COBIT 5, 2014.Disponivel em: https://www.pwc.com.br/pt/10minutes/assets/10_min_COBITs_14.pdf, acesso em 20/08/2017, às 09:00

RIGON, Evandro Alencar; WESTPHALL, Carla Merkle. Modelo de avaliação da maturidade da segurança da informação. Revista Eletrônica de Sistemas de Informação ISSN 1677-3071 doi: 10.5329/RESI, v. 12, n. 1, 2013.

RIOTTO J, Understanding the Sarbanes-Oxley Act—A valued added approach for public interest, Critical Perspectives on Accounting, Vol. 19, 2008.

RODRIGUES, Leonel Cezar; MACCARI, Emerson Antonio; SIMÕES, Sergio Alexandre. O desenho da gestão da tecnologia da informação nas 100 maiores empresas na visão dos executivos de TI. Journal of Information Systems and Technology Management, v. 6, n. 3, p. 483-506, 2009.

SANDONATO, S. F., 2007. A Importância dos modelos de trabalhos de controle de processos para gestão efetiva da tecnologia da informação. Disponível em: http//www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2007_TR630468_0476.pdf, Acesso em 27/08/2017 às 10h09

SILVEIRA, Alexandre di Miceli da. Governança Corporativa no Brasil e no mundo, ISBN:9788535236484, ed.Elsevier, 2010.

SODRÉ, MARÍLIA GABRIELA; SOUZA, Suzana Maria de. Uma Análise Comparativa de Metodologias para Governança de Tecnologia da Informação–ITIL e COBIT. 2007.

TERRAZAN, C. As bandeiras da governança. Disponível em: http://institucional.ae.com.br Acesso em: 21/08/2017.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.