Avaliação da atividade bactericida do leite materno e os possíveis efeitos da pasteurização na integridade da lactoferrina / Evaluation of bactericide activity of breast milk and the possible effects of pasteurization on lactoferrin integrity

Anabele Azevedo Lima, Breno Pereira Soares, Naomí Souza Rodrigues

Abstract


Após o nascimento, o lactente necessita de alimento capaz de atender suas insuficiências imunológicas e microbiológicas. Nesse sentido, o leite materno é ideal por possuir componentes de defesa, em especial, imunoglobulinas e proteínas antimicrobianas (lactoferrina). O colostro é o primeiro leite a ser secretado e possui uma rica concentração de proteínas quando comparado ao leite maduro que é secretado quinze dias após o parto. O processo de pasteurização tem por objetivo eliminar a transferência de patógenos através da amamentação, no entanto, isto demonstra ser capaz de desnaturar proteínas essenciais, reduzindo a capacidade de proteção do leite. Desse modo, esse projeto teve como objetivo, avaliar a atividade bactericida do leite materno antes e depois do processo de pasteurização térmico aplicável (63 °C) frente a bactérias patogênicas. As amostras foram coletadas no Hospital Materno Infantil de Brasília. Visando avaliar a eficácia antimicrobiana do leite materno, utilizou-se duas cepas bacterianas: Escherichia coli e Pseudomonas aeruginosa cultivadas em ágar BHI (Brain Hearth Infusion)  por 24 horas à 37°C. Dado isso, as cepas foram semeadas em ágar Mueller-Hinton com adição de discos embebidos de leite materno sobre as placas, e cultivadas por 24 horas à 37°C. Tal processo foi realizado com discos embebidos tanto com amostras de leite maduro como amostras de colostro antes e após o processo de pasteurização. Este foi dado pelo método térmico aplicável, o qual consistiu em submergir os tubos contendo as amostras de leite à água a temperatura de 63 °C por 30 minutos, e em seguida  promover o choque térmico por meio da imersão dos frascos em água abaixo de 5°C. Das 18 amostras utilizadas 2 inibiram o crescimento bacteriano frente  Pseudomonas aeruginosa formando halos de 1 cm e 1,4 cm; quanto inibir o crescimento frente a Escherichia coli 3 amostras demonstram ação antimicrobiana formando halos de 1,3 cm, 1 cm e 0,5 cm. Com base nesses resultados, é possível concluir que o leite materno possui ação antimicrobiana, no entanto, se faz necessário a realização de mais pesquisas com intuito definir melhor essa ação.

 

 


Keywords


atividade bactericida. lactoferrina. pasteurização

References


ANTONINI, G. et al. Lactoferrin from Milk: Nutraceutical and Pharmacological Properties. Pharmaceuticals. Itália. v.:10.3390, n.9040061, p. 9-15, set..2016.

ANVISA - Banco de Leite humano: funcionamento, prevenção e controle de riscos / Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília, 2008.

CALIL, V.M.L.T.; FALCÃO, M.C. Composição do leite humano: o alimento ideal. Revista de Medicina. São Paulo. v.82, n.4, p.1-10, dez.2003.

CAMPOS, L.F. A influência da aditivação do leite humano no crescimento bacteriano in vitro. Dissertação (Mestrado em Pediatria) - Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

COUTSOUDIS, A. et al. The Effect of Simulated Flash-Heat Pasteurization on Immune Components of Human Mil. Nutrients. Estados Unidos. v.9, n.9020178, p.1-12, fev.2017.

EMBLETON, N.D. et al. Lactoferrin: Antimicrobial activity and therapeutic potential. Seminars in Fetal & Neonatal Medicine. Nova York. v.18, n. 144, p.143-149, mar. 2013.

EWASCHUK, J.B., UNGER, S. Human milk pasteurization: benefits and risks. Current opinion in clinical nutrition and metabolic care. Londres. v. 18, n.3, p. 269-275, maio, 2015.

GIANSANTI, F. et al. Lactoferrin from milk: nutraceutical and pharmacological properties. Pharmaceuticals: London, v. 9, n. 4, p. 61, set. 2016.

GONZÁLEZ- CHÁVEZ, S. A. et al. Lactoferrin: structure, function and applications. International Journal of Antimicrobial Agents. Los Angeles. v. 33, n. 1, p. 301 – 308, agosto.2009.

MORAN, H. V. et al. Nutritional requeriments during lactation. Towards European alignment of reference values: the EURRECA network. Maternal & Child Nutrition. Londres. v. 6, n. 2, p. 39 – 54, jan. 2010

NASCIMENTO, A.L.D.R. Ação antimicrobiana do extrato de Eugenia Uniflora L. (pitanga) sobre Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Escherichia coli. 2013. 27f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2013.

NEPOMUCENO, L.L. Susceptibilidade antimicrobiana de Escherichia Coli isoladas de aves abatidas sob inspeção no estado do Tocantins. 2015. 59f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal Tropical) – Universidade Federal do Tocantins, Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal Tropical, Araguaína, 2015.

PASSANHA, A.; MANCUSO, A.M.C.; SILVA, E.M.P. Elementos protetores do leite materno na prevenção de doenças gastrintestinais e respiratórias. Revista Brasileira de Crescimento Desenvolvimento Humano. São Paulo. v.20, n.2, p.351-360, jan. 2010.

QUEIROZ, V.A.O. et al. Efeito protetor da lactoferrina humana no trato gastrintestinal. Revista Paulista de Pediatria. Salvador. v.31 n.90-5, maio. 2013.

RAI, D. et al. Longitudinal changes in lactoferrin concentrations in human milk: a global systematic review. Critical reviews in food science and nutrition. Londres. v. 54, n. 12, p. 1539-1547, maio. 2014.

ROSA. L. et al. Lactoferrin: A Natural Glycoprotein Involved in Iron and Inflammatory Homeostasis. International Journal of Molecular Sciences Colúmbia Britânica.v.18, n.1985, p.1- 26, set. 2017.

SGRO, M., et al. Early-onset neonatal sepsis: rate and organism pattern between 2003 and 2008. Journal of Perinatology. Canada. v.31, n.12, p.794–798, 2011.

SILVA, F.F. Qualidade do leite materno em banco de leite humano: aspectos bacteriológicos, físico-químicos e perfil de aminas bioativas. 2008. 77f. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) – Universidade Federal de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Belo Horizonte, 2008.

VILLACICENCIO, A. et al. Factors Affecting Lactoferrin Concentration in Human Milk: How Much Do We Know. Biochemistry Cell Biology. Moscow v.95, n.1, p. 12 -21, fev. 2017.

WANG, T.W., et al. Influence of Prolonged Storage Process, Pasteurization, and Heat Treatment on Biologically-active Human Milk Proteins. Elsevier Taiwan LLC Pediatrics and Neonatology. Taiwan. v.54 p.360 – 366, maio. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n8-024

Refbacks

  • There are currently no refbacks.