(Re)pensando o HIV/Aids: novas respostas, velhos dilemas / (Re)thinking about HIV/Aids: new answers, old dilemmas

Luziana Marques da Fonseca Silva, Melba Godoi Vieria

Abstract


O presente trabalho discutirá a relação entre as percepções e as práticas de atendimentos dos profissionais de saúde da Atenção Básica sobre o HIV/Aids, a partir do material empírico de uma pesquisa realizada no município de Rio Tinto - Paraíba. A pesquisa teve como foco a compreensão das experiências e discursos dos profissionais de saúde relacionados a prevenção à epidemia e assistência às pessoas vivendo com HIV/Aids (PVHA) –  atendidas nos serviços da Atenção Básica ofertados pelo SUS no município. Através de uma abordagem socioantropológica fizemos observações participantes em duas Unidades de Básicas de Saúde (UBS) e, posteriormente, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os profissionais dessas unidades  (agentes comunitários de saúde, médicos, odontólogos, enfermeiras e técnicas de saúde). Durante o prazo de vigência da pesquisa, a saber, outubro de 2016 a julho de 2017 – mapeamos o campo para identificação dos serviços e atores-chaves, acompanhamos a rotina diária de atendimentos e as interações entre usuários dos serviços de saúde e os profissionais. Para além da observação, ainda buscamos informações sobre os exames ofertados, tratamentos e outros serviços disponibilizados pela Atenção Básica; o que, de certo, nos despertou o interesse em acompanhar outras ações extramuros da UBS, como no caso da observação direta feita em uma campanha de ação de prevenção e assistência as ISTs, HIV/Aids e Hepatites Virais organizada pela Secretaria de Saúde em praça pública para a população do município. Alguns dos resultados encontrados apontam para a invisibilidade do HIV/Aids nos serviços, para a escassez de treinamentos e a pouca presença da temática em materiais informativos nas Unidades Básicas de Saúde; questões estas que nos deflagraram muitas reflexões acerca das implicações locais para tal cenário, frente as carências de um serviço de atenção básica em uma cidade do interior da Paraíba, bem como, do lugar que as UBS ocupam, de fato, na política pública de territorialidade do combate ao HIV/Aids.

 


Keywords


Atenção Básica, Profissionais de Saúde, HIV/Aids, Rio Tinto.

References


AYRES, J; FRANÇA Jr, I.; CALAZANS, G.; SALETTI FILHO, H. Vulnerabilidade e prevenção em tempos de Aids. In: REGINA, M, B; RICHARD P. (Org) Sexualidades pelo Avesso: Direitos, Identidades e Poder. São Paulo: Editora 34/Rio de Janeiro: Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1999.

BASTOS, F. Aids na terceira década. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2006.

BEAUR, S. & WEBER, F. Guia para a pesquisa de campo: produzir e analisar dados etnográficos. Ed. Vozes, 2007.

GAVIGAN et al. Pedagogia da prevenção: reinventando a prevenção do HIV no século XXI. In: Revista Perspectiva Política, nº 1, 2015.

GEERTZ, Clifford James. A interpretação das Culturas. 1 ed, 13 reimpressão. Rio de Janeiro. 2008

FERREIRA, J; FLEICHER, S (Orgs). Etnografias em serviços de saúde. 1ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2014.

FONSECA, C. Família, fofoca e honra: etnografia de relações de gênero e violência em grupos populares. 2 ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004.

KNAUTH, D. R. Subjetividade feminina e soropositividade. In: REGINA, M, B; RICHARD P. (Org) Sexualidades pelo Avesso: Direitos, Identidades e Poder. São Paulo: Editora 34/Rio de Janeiro: Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 1999.

LA MAISON, C. Vulnerabilidade programática ao HIV/Aids nas unidades básicas de saúde de Cuiabá, 2014. São Paulo. Dissertação (Mestrado) – Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, 2014.

PARKER, R. & AGALLETON. Estigma, Discriminação e AIDS. Coleção ABIA: Cidadania e Direitos, nº 1, Rio de Janeiro, 2001.

SILVA, L. M. F. Fazendo a diferença: as dinâmicas de conjugalidade sorodiscordante para o HIV/AIDS. 2012. Tese (Doutorado do Programa em Pós-Graduação em Sociologia) – Universidade Federal da Paraíba, 2012.

UNAIDS. 90-90-90. An Ambitious Tretament Target to Help End the AIDS Epidemic: UNAIDS, 2014. http://www.unaids.org/sites/default/files/media_asset/90-90-90_en_0.pdf.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n8-003

Refbacks

  • There are currently no refbacks.