eSocial como tecnologia de informação e comunicação governamental: análise integrativa das publicações nacionais entre 2013 e 2018 / eSocial as a government information and communication technology: integrative analysis of Brazilian publications between 2013 and 2018

Bruna Deise Vieira Borges, Marlon Eduardo Domingues da Costa, Alexandre de Freitas Carneiro, José Arilson de Souza, Joelson Agustinho de Pontes, Ariadne dos Santos Massaro

Abstract


Nos dias atuais, o Governo conta com o apoio de várias ferramentas de gestão e controle, as quais são capazes de processar informações e obter resultados em tempo real. Uma dessas ferramentas é o eSocial, programa do Governo Federal que foi criado com o intuito de viabilizar e facilitar a garantia de leis previdenciárias e trabalhistas. Esta pesquisa teve como objetivo geral verificar o que tem sido discutido sobre programa enquanto Tecnologia de Informação e Comunicação governamental, considerando o período de 2013 a 2018. Para isso, foi realizada uma pesquisa bibliométrica, do tipo revisão integrativa, nas bases de dados Scientific Periodicals Electronic Library (Spell), Atena e Google Acadêmico, culminando com a elaboração de categorias de estudos. Disso resultaram 11 pesquisas. O estudo revelou que as publicações ganharam maior frequência a partir de 2013, o que praticamente coincidiu com a implantação do sistema, que ocorreu em 2014. Percebeu-se que existem poucos trabalhos publicados sobre o eSocial. Houve apenas um estudo com foco governamental. A categoria que agregou maior número de estudos foi Funcionamento.

 


Keywords


Bibliometria; eSocial; Obrigação social.

References


BOYACK, K. W.; WYLIE, B. N.; DAVIDSON, G. S. Domain visualization using VxInsight® for science and technology management. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 53, n. 9, p. 765-774, 2002. Disponível em: http://doi.org/10.1002/asi.10066. Acesso em: 10 abr. 2019.

BRASIL. Decreto n.º 8.373, de 11 de Dezembro de 2014. Institui o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas - eSocial e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/decreto/d8373.htm. Acesso em: 10 abr. 2019.

CAON, A.; NASCIMENTO, S. Percepção dos discentes de Ciências Contábeis sobre o sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Trabalhistas e Previdenciária (eSocial). Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ (online), Rio de Janeiro, v. 22, n. 1, p. 3-27, jan./abr., 2017.

CAVALCANTE, A. D. S. O eSocial e as mudanças nas relações trabalhistas no Brasil. Monografia (Graduação em Ciências Contábeis). 2012. Faculdades Cearenses, Fortaleza, 2012. Disponível em: https://bit.ly/2Mw1kfw. Acesso em: 30 abr. 2019.

CHUEKE, G. V.; AMATUCCI, M. O que é bibliometria? Uma introdução ao fórum.

Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 1-5, mai./ago. 2015.

COSTA, A. Q. M.; SANTOS, L. S. S.; ASSUNÇÃO, U. S. Fatores importantes na preparação das empresas contábeis na região metropolitana de Belém para adequação do Sped social: Uma Análise na Perspectiva dos Empresários Contábeis. Revista de Administração e Contabilidade, [S.l.], v. 2, n. 3, jun. 2015.

COSTA, S. L.; CRUZ, V. L.; SANTOS, R. R.; LEONE, R. J. G. Implantação do eSocial nas entidades públicas pela perspectiva de contadores públicos paraibanos. Caderno Profissional de Administração – Unimep, v. 8, n. 1, p. 91-107, 2018.

IKPAAHINDLI, L. An overview of bibliometrics: its measurements, laws and their applications. Libri, v. 35, n. 2, p. 163-177, june. 1985.

FARIAS FILHO, M. C.; ARRUDA FILHO, E. J. M. Planejamento da pesquisa cientifica. São Paulo: Atlas, 2013.

FILIPIN, R.; REICHERT, N. S.; BRIZOLLA, M. M. B.; VIEIRA, E. P. Fórum Temático - impactos e benefícios da implantação do EFD social para os profissionais de escritórios de contabilidade. Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 17, n. 2, p. 368-383, maio/ago., 2016.

LIZOTE, S. A.; MARIOT, D. M. A estrutura do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED): um estudo das novas obrigações. NAVUS - Revista de Gestão e Tecnologia, v. 2, n. 2, p. 17-25, 2012.

LOPES PIÑERO, J. M. El análisis estatístico y sociométrico de Ia literatura científica. Valencia: Facultad de Medicina, 1972.

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DO eSOCIAL. Versão 2.4 [Mar. 2018]. Disponível

em: http://portal.eSocial.gov.br/manuais/mos-manual-de-orientacao-do-eSocial-2-4-publicada.pdf. Acesso em: 30 set. 2018.

MONTEIRO, E. C. F. Receita Federal transforma eSocial em Big Brother. Folha de São Paulo. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/11/1706850-receita-federal-transforma-eSocial-em-big-brother.shtml. Acesso em: 05 set. 2018.

OKUBO, Y. Bibliometric Indicators and Analysis of Research Systems: Methods and Examples. OECD Science, Technology and Industry Working Papers, 1997/01, OECD Publishing. Systems, 1997. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1787/208277770603. Acesso em: 05 set. 2018.

OLIVEIRA, A. eSocial: Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas: Manual Prático. São Paulo: Atlas, 2014.

OLIVEIRA, L. S; SANTANA, T. P; MARTINS, Z. B. Perspectivas dos contadores em relação à implantação do eSocial. Revista Mineira de Contabilidade, v. 18, n. 2, art. 4, p. 41-53, mai./ago., 2017. Disponível em: http://revista.crcmg.org.br. Acesso em: 05 de set. 2018.

PACHECO FILHO, J. G.; KRUGER, S. ESocial: Modernidade na Prestação de Informações ao Governo Federal. 1. ed. São Paulo: Atlas, 2015.

PRITCHARD, A. Statistical Bibliography or Bibliometrics? Journal of Documentation, v. 25, n. 4, p 348–349, 1969.

QUEVEDO-SILVA, F.; SANTOS, E. B. A.; BRANDÃO, M. M.; VILS, L. Estudo bibliométrico: orientações sobre sua aplicação. Revista Brasileira de Marketing, v. 15, n. 2, p. 246- 262, abr./jun. 2016.

RAMOS JÚNIOR, H. S.; GALIOTTO, S. Government-to-Business: The Brazilian Public Digital Bookkeeping System (Sped) and the eSocial Project. 14º Simpósio Argentino de Informática y Derecho - SID. Anais [...], 2014.

ROCHA, R. Vem aí o eSocial: o que você precisa saber. Contabilidade em Pauta, Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba, Curitiba, 2015. Disponível em: http://ojs.santacruz.br/index.php/Contabilidade/article/view/2049. Acesso em: 11 dez. 2018.

RODRIGUES, G. H.; SILVA, L. E; ALFREDO, M. L.; DONZELLI, O. eSocial: uma nova era nas relações entre empregadores, empregados e governos. Diálogos em Contabilidade: teoria e prática (Online), v. 1, n. 1, edição 1, jan./dez. 2013.

SANTOS, G.; LOCKS, L.; SILVEIRA, G. A. E social: um projeto do Governo Federal. Revista empreendedorismos e sustentabilidade, São Jose- SC, v. 1, n. 2015, p. 1-5, 2015.

TORRACO, R. Writing Integrative Literature Reviews: guidelines and examples. Human Resource Development Review, v. 4, p. 356, 2005.

VERDINELLI, M. A. Relação entre competências empreendedoras e desempenho: um estudo em empresas prestadoras de serviços contábeis. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 8, n. 22, p. 49-59, 2014.

VANTI, N. A. P. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Revista Ciência da Informação, v. 31, n. 2, p. -162, 2002.

VELUCCI, R. G; VALNELLI-COSTA, L.; CAPELLOZA, A; KUBO, E. K. M. Os desafios da implantação do eSocial. Revista da Micro e Pequena Empresa, Campo Limpo Paulista, v. 12, n. 1, p. 67-81, 2018.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 16. ed. São Paulo: Atlas, 2016




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n7-126

Refbacks

  • There are currently no refbacks.