Compostos bioativos em frutos pequi (caryocar brasiliense camb.) E baru (dipteryx alata vogel) e seus usos potenciais: uma revisão / Bioactive compounds in fruits pequi (caryocar brasiliense camb.) E baru (dipteryx alata vogel) and their potential uses: a review

Francine Oliveira Batista, Romaildo Santos de Sousa

Abstract


O bioma Cerrado apresenta uma diversa gama de fauna e flora ainda pouco exploradas. Da sua flora podem ser obtidos flores, sementes, frutos, cascas, caules e raízes e empregadas de diferentes formas. O pequi e o baru são exemplo dos frutos nativos desse bioma e são de grande importância socioeconômico para pequenas comunidades agroextrativistas. Esses frutos apresentam componentes nutricionais, como lipídeos, compostos fenólicos e carotenoides, que favorecem a saúde humana. O pequi e o baru são geralmente consumidos in natura ou na produção de óleo, sendo necessária a busca de novas alternativas para sua exploração e utilização pela indústria de alimentos.

 


Keywords


pequi, baru, agroextrativismo, compostos bioativos.

References


ALVES, A. M. et al. Avaliação química e física de componentes do baru (Dipteryx alata Vog.) para estudo da vida de prateleira. Pesq. Agropec. Trop., v. 40, p. 266-273, 2010.

ALVES, A. M. et al. Características físicas e nutricionais de pequis oriundos dos estados de Tocantins, Goiás e Minas Gerais. Brazilian Journal of Food Technology, v. 17, p. 198-203, 2014.

ARAKAKI, A. H. et al. O baru (Dipteryx alata Vog.) como alternativa de sustentabilidade em área de fragmento florestal do Cerrado, no Mato Grosso do Sul. Interações, v. 10, p. 31-39, 2009.

ARAÚJO, L. C. A.; et al. 196 - Profile of Antioxidant Activity of Fruits of the Savana Brazilian. Free Radical Biology and Medicine, v. 100 supplement, p. S95, 2016.

BAILÃO, E. F. L. C. et al. Bioactive Compounds Found in Brazilian Cerrado Fruits. International Journal of Molecular Sciences, v. 16, p. 23760-23783, 2015.

BRASIL, R. B. et al. Avaliação sensorial de bebida láctea saborizada com pequi (Caryocar brasiliense). PUBVET, v. 05, 2011.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. O Bioma Cerrado. Disponível em :< http://www.mma.gov.br/biomas/cerrado>. Acesso em: 23 de agosto 2018.

BRASIL. Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD). Coopcerrado leva produtos típicos do Cerrado à Apas 2014, 2014. Disponível em:< http://www.mda.gov.br/sitemda/casos-sucesso/coopcerrado-leva-produtos-t%C3%ADpicos-do-cerrado-%C3%A0-apas-2014>. Acesso em: 24 agosto 2018.

CARRAZZA, L. R.; ÁVILA, J. C. C. Manual tecnológico de aproveitamento integral do fruto do pequi (Caryocar brasiliense). Brasília: Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), 2010a.

CARRAZZA, L. R.; ÁVILA, J. C. C. Manual tecnológico de aproveitamento integral do fruto do baru. Brasília: Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), 2010b.

CARVALHO, B. de S. et al. Perfil sensorial e físico-químico do doce de leite com pequi (Caryocar brasiliense Camb). Global Science and Technology, v. 10, p. 128-135, 2017.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Boletim da Sociobiodiversidade. B. Sociobiodiversidade, v. 1, p. 1 - 67, 2017. Disponível em:< https://www.conab.gov.br/info-agro/analises-do-mercado-agropecuario-e-extrativista/boletim-da-sociobiodiversidade>. Acesso em: 20 agosto 2018.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária. Baru: biologia e uso. Documentos. EMBRAPA Cerrados, p. 56, 2004.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa e Agropecuária. Manual de viveiro e produção de mudas: espécies arbóreas nativas do Cerrado. Brasília: Editora Rede de Sementes do Cerrado, 124 p., 2016.

FERNANDES, D. C. et al. Nutritional composition and protein value of the baru (Dipteryx alata Vog.) almond from the Brazilian Savanna. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 90, p. 1650–1655, 2010.

FETZER, D. L. et al. Extraction of baru (Dipteryx alata vogel) seed oil using compressed solvents technology. The Journal of Supercritical Fluids, v. 137,23-33, 2018.

FREITAS, J. B.; NAVES, M. M. V. N. Composição química de nozes e sementes comestíveis e sua relação com a nutrição e saúde. Rev. Nutr., v. 23, p. 269-279, 2010.

GONÇALVES, G. A. S. et al. Qualidade do pequi submetido ao cozimento após congelamento por diferentes métodos e tempos de armazenamento. Revista Ceres, v. 57, p. 581-588, 2010.

GUEDES, A. M. M.; ANTONIASSI, R.; FARIA-MACHADO, A. F. Pequi: a Brazilian fruit with potential uses for the fat industry. Oilseeds & Fats Crops and Lipids, v. 24, p. 01-04, 2017.

GUEDES, M. N. S. et al. Minerais e compostos fenólicos em diferentes estádios de maturação de frutos de cagaiteira (Eugenia dysenterica). Rev. Bras. Frutic., v. 39, 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Anuário Estatístico do Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, v. 77, p. 436, 2017. ISSN 0100-1299.

LAMBIN, E. F. et al. Estimating the world's potentially available cropland using a bottom-up approach. Global Environmental Change, v 23, p. 892-901, 2013.

LEMES, E. de O. et al. Levantamento da Utilização do Pequi (Caryocar brasiliense camb.) como Agente Antioxidante na Prevenção de Doenças Neurodegenerativas. Uniciências, v. 21, p. 110-114, 2017.

LIMA, A de; et al. Composição química e compostos bioativos presentes na polpa e na amêndoa do pequi (Caryocar brasiliense, Camb.). Revista Brasileira de Fruticultura. v. 29, p. 695-698, 2007.

MORAES, C. et al. Development of lamellar gel phase emulsion containing baru oil (Dipteryx alata Vog.) as a prospective delivery system for cutaneous application. Asian Journal of Pharmaceutical Sciences, v. 13, p. 183-190, 2018.

NÓBREGA, R. L. B. et al. Impacts of land-use and land-cover change on stream hydrochemistry in the Cerrado and Amazon biomes. Science of The Total Environment, v. 635, p. 259-274, 2018.

NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM ALIMENTAÇÃO (NEPA). Tabela brasileira de composição de alimentos – TACO. 4. ed. Campinas: NEPA/Unicamp, 2011.

OLIVEIRA, H. F. E. et al. Desenvolvimento inicial de mudas de baruzeiro (Dipteryx alata vog) em função de substratos e lâminas de irrigação. Irriga, v. 22, p. 288-300, 2017.

OLIVEIRA, M. E. B. de. et al. Aspetos Agronômicos e de Qualidade do Pequi. Embrapa Agroindústria Tropical, v. 113, p. 33, 2008.

PINELIA, L. et al. Tracing chemical and sensory characteristics of baru oil during storage under nitrogen. LWT - Food Science and Technology, v. 62, p. 976-982, 2015.

PINHO, E. K. C. et al. Substratos e tamanhos de recipiente na produção de mudas de baruzeiro (Dipteryx alata Vog.). Ciência Agrícola, v. 16, p. 11-19, 2018.

RIBEIRO, R. V. et al. Ethnobotanical study of medicinal plants used by Ribeirinhos in the NorthAraguaia microregion, Mato Grosso, Brazil. Journal of Ethnopharmacology, v. 205, p. 69–102, 2017.

ROESLER, R. et al. Atividade antioxidante de frutas do cerrado. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 27, p. 53-60, 2007.

SANTOS, F. S. et al. A cultura do pequi (Caryocar brasiliense Camb.). Acta Iguazu, v. 2, p. 46-57, 2013.

SILVA, C. A. de A.; FONSECA, G. G. Brazilian savannah fruits: Characteristics, properties, and potential applications. Food Science and Biotechnology, v. 25, p. 1225-1232, 2016.

SILVA, C. L. M. et al. Composição centesimal de biscoitos tipo cookies adicionados de farinha de Caryocar brasiliense Camb. (Caryocaraceae). Caderno de Ciências Agrarias, v. 10, p. 78-82, 2018.

SOARES JUNIOR, M. S. S. et al. Qualidade de Biscoitos formulados com diferentes teores de Farinha de casca de pequi. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 39, p. 98-104, 2009.

SOUZA, D. G. et al. Parâmetros físico-químicos e sensoriais de queijos frescais saborizados com pequi (Caryocar Brasiliense Camb.). Global Science and Technology, v. 10, p. 105-111, 2017.

SOUZA, J. P. et al. Estabilidade de molho de pequi (Caryocar Coriaceum wittm) armazenado à temperatura ambiente. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 36, p. 425-432, 2014.

SOUZA, R. G. M. et al. A baru almond–enriched diet reduces abdominal adiposity and improves high-density lipoprotein concentrations: A randomized, placebo-controlled trial. Nutrition, v. 55–56, p. 154-160, 2018.

TORRES, L. R. O. et al. Bioactive compounds and functional potential of pequi (Caryocar spp.), a native Brazilian fruit: a review. Grasas y Aceites, v. 69, p. 1-16, 2018.

VIEIRA, F. A.; PACHECO, M. V.; LOPES, P. S. N. Método de escarificação de putâmens de Caryocar brasiliense Camb. Revista Científica Eletrônica de Agronomia, n. 8, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n7-120

Refbacks

  • There are currently no refbacks.