Curso de licenciatura em educação do campo em Arraias/TO: formação musical e profissionalidade docente / Course of degree in education of the field in Arraias/TO: music training and teaching professionals

Aparecida de Jesus Soares Pereira, Waldir Pereira da Silva

Abstract


Esta pesquisa refere-se à formação docente em música dos discentes do Curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Tocantins - UFT – Códigos de Linguagens: Artes Visuais e Música do Campus de Arraias/TO. Pretende-se promover uma reflexão sobre o processo de construção da profissionalidade docente em música, buscando compreender o currículo que norteou o início do Curso, implantado no ano de 2014, estabelecendo os princípios norteadores do Projeto Pedagógico do Curso no que tange à formação do professor e a organização curricular. A análise aponta para uma formação de professores de música e um currículo onde se contemple diferentes dimensões formativas, e que articule o trabalho pedagógico na dimensão do conhecimento e práticas na área Musical e das Artes Visuais, além da cultura tradicional e questões sociais, buscando também proporcionar a educadores musicais uma formação crítica, integral e humanizadora, como garantia do direito ao acesso a uma educação musical de qualidade.


Keywords


Educação do campo. Música. Formação docente.

References


BELLOCHIO, Cláudia Ribeiro. A formação profissional do educador musical: algumas apostas. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 8, 2003.

BRASIL. Presidência da República. Decreto n. 19.890, de 18 de abril de 1931. Dispõe sobre a organização do ensino secundário. Rio de Janeiro, 1931. Disponível em: . Acesso em: 26 jun 2015.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação 5.692/71. Brasília: 1971.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação 9.394/96. Brasília: 1996.

______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: pluralidade cultural e orientações sexuais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

______. Presidência da República. Lei nº 11.769, de 18 de agosto de 2008. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Diário Oficial da União, Brasília, 2008. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2014.

DOLL JR., William E. Currículo: uma perspectiva pós-moderna. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

FERNANDES, José Nunes. Educação Musical: temas selecionados. 1. ed. Curitiba:CRV, 2013.

FONTERRADA, M. T. O. De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação. São Paulo, Editora Unesp, 2005.

______, Marisa T. de Oliveira. De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação. São Paulo: Ed. UNESP, 2008.

FREIRE, José Ribamar Bessa. Desaprendendo na escola. Taqui pra ti. Manaus, 10/11/2013. Disponível em: http://www.taquiprati.com.br/cronica/1059-desaprendendo-na-escola. Acesso em 19/09/2018.

GONDIM, M. S. C.; MÓL, G.S. Interlocução entre os saberes: relações entre os saberes populares de artesãs do triângulo mineiro e o ensino de ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 7., 2009, Flo¬rianópolis. Anais... Florianópolis, 2009.

GOODSON, Ivor F. As políticas de currículo e de escolarização: abordagens históricas. Petrópolis, R.J: Vozes, 2013.

KLEBER, Magali. Projetos sociais e Educação Musical. In: SOUZA, Jusamara, (Org). Aprender e ensinar música no cotidiano. Porto Alegre: Sulina, 2008. 287 p. (Coleção Músicas) – 2º edição.

MARIZ, Vasco. Villa-Lobos: o homem e a obra. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 2005.

PENNA, Maura. Não basta tocar? Discutindo a formação do educador musical. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 16, p. 49-56, mar. 2007.

QUEIROZ, L. R.; MARINHO, V. M. Novas perspectivas para a formação de professores de música: reflexões acerca do Projeto Político Pedagógico da Licenciatura em Música da Universidade Federal da Paraíba. Revista da Abem, Porto Alegre, V. 13, 83-92 set, 2005.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e interdisciplinaridade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

SWANWICK, Keith (1999). Ensinando música musicalmente. Tradução: A. Oliveira e C. Tourinho. São Paulo: Moderna, 2003.

UFT. Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação do Campo:Códigos e Linguagens: Artes Visuais e Música.Arraias,2014.

VILLA-LOBOS, Heitor. Guia Prático. Estudo Folclórico Musical, São Paulo: Irmãos Vitale, 1941 (Reeditado com novo formato em 4 volumes pela FUNARTE/Academia Brasileira de Música, 2009).




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n7-054

Refbacks

  • There are currently no refbacks.