A identidade do professor na comunidade indígena Xerente: proposta de pesquisa sobre o cotidiano e constituição do sujeito / The identity of the teacher in the Xerente indigenous community: proposal of research on the daily life and constitution of the subject

Eder Ahmad Charaf Eddine

Abstract


Compreender a constituição do sujeito, principalmente, do sujeito professor, requer um estudo que contemple o seu fazer cotidiano e a suas representações sociais. O intento de nossa proposta, que é um projeto ainda em andamento, é perscrutar a constituição do sujeito professor inserido em uma comunidade indígena no Tocantins, mais especificamente, a comunidade Xerente, localizada, aproximadamente, à distância de 70 km de Palmas, capital do estado, com 56 aldeias entre o Rio Tocantins e o Rio Sono. Propomos investigar a constituição do ser professor no ambiente indígena e resgatar sua história e sua relação com o ambiente, compreendendo seu fazer cotidiano e suas práticas. Utilizaremos como metodologia a teoria da Representação Social alinhada com a técnica da História de Vida e o arcabouço teórico para as análises será constituído a partir de teorias sócio-históricas, que compreendem que o sujeito professor é social e historicamente construído e seu fazer é singular e universal, mesmo estando em um contexto específico. Até o momento realizamos uma pesquisa bibliográfica nos principais bancos de dados online. Como resultado preliminar identificamos que são poucos os estudos sobre a educação escolar Xerente e que as pesquisas estão relacionadas com questões de gênero, de espaços e com as lendas e mitos.  


Keywords


Constituição do sujeito; Etnia Xerente; Cotidiano Escolar Indígena.

References


AMARAL, J. B. ; OLIVEIRA, V. F. . A construção do ser professor na educação superior. UNIrevista (UNISINOS. Online), São Leopoldo – RS, v. 1 n.2, abr. 2006. Disponível em: < http://www.unirevista.unisinos.br/>. Acesso em: 28 ago. 2008.

BERGER, Peter L.; LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. Petrópoles: Vozes, 1985.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

BUENO, Belmira Oliveira et al. Histórias de vida e autobiografias na formação de professores e profissão docente (Brasil, 1985-2003). Educ. Pesqui. , São Paulo, v. 32, n. 2, 2006. Disponível em:

d=S1517-97022006000200013&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 31 ago. 2008.

CASTANHO, Maria Eugênia L. M. Prática docente no ensino superior e história oral temática. XXIII Anped, Caxambu – MG, 2000. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2008.

CIAMPA, Antonio da C. Identidade. In: LANE, S. T. M.; CODO, W. (Org.) O homem em movimento. São Paulo: Brasiliense, 1989, p. 58-75.

______. A estória do Severino e a história da Severina. São Paulo: Brasiliense, 2007.

CUNHA, Myrtes Dias da. Subjetividade e constituição de professores. In: GONZÁLEZ REY, Fernando (Org.). Subjetividade, complexidade e pesquisa em psicologia. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005, p. 191-213.

EDDINE, E. A. C.. Ser professor na comunidade indígena xerente: projeto de pesquisa sobre o cotidiano e a constituição do sujeito. In: II Encontro Internacional sobre Formação Docente para a Educação Básica e Superior (Interfor), 2017, Palmas. Anais do II Encontro Internacional Sobre Formação Docente para a Educação Básica e Superior (INTERFOR) e do VII Encontro Inter-Regional Norte, Nordeste e Centro-Oeste sobre Formação Docente para a Educação Básica e Superior (ENFORSUP). Palmas: Universidade Federal do Tocantins, 2017. v. 1. p. 516-530

GONZALEZ REY, Fernando. Pesquisa qualitativa e subjetividade: os processos de construção da informação. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

HELLER, Agnes. Sociología de la vida cotidiana. Barcelona: Ediciones Penísola, 1970.

______. O cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

LANE, Silvia T. M. A Psicologia Social e uma nova concepção do homem para a Psicologia. In: LANE, S. T. M.; CODO, W. (Org.) O homem em movimento. 5. ed. São Paulo: Brasiliense, 1989, p. 10-19.

MACIOTI, Maria Imacolata. Vida Cotidiana. In: SIMSON, Olga de Moraes von. Experimentos com histórias de vida: Itália-Brasil. São Paulo: Vértice, 1988.

MAHEIRIE, Kátia. Constituição do sujeito, subjetividade e identidade. Interações, vol. VII, n. 13, p. 31-44, jan-jun 2002.

MILHOMEM, Maria Santana Ferreira dos Santos. As representações de gênero na formação de professores indígenas Xerente e expressão da violência. 2010. 171 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2010.

MOI, Flávia Prado. Organização e Uso do Espaço em duas Aldeias Xerente: Uma Abordagem Etnoarqueológica. 2003. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

MOLON, Susana Ines. Subjetividade e constituição do sujeito em Vygotsky. São Paulo: EDUC, 1999.

MORETTINI, Marly T. A Constituição do Professor e a Atividade Docente: Implicações da Psicologia Histórico – Cultural. In: URT, Sônia da Cunha. Psicologia e Práticas Educacionais. Campo Grande – MS: Ed. UFMS, 2000a, p. 107-126.

MORETTINI, Marly T. Professoras de Educação Infantil: Personagens que se Constituem no Movimento de suas Trajetórias. Campo Grande – MS: Ed. UFMS, 2000b.

NÓVOA, António. O passado e o presente dos professore. In: NÓVOA, António (Org.). Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1995, p. 13 - 34

PEREIRA, Jacira Helena do Valle. Fronteiras étnico-cultural e geográfica: Indagações para educação sobre a (re) construção identitária de sujeitos migrantes. XXVI Anped, Poços de Caldas, 2003. Disponível em: Acesso em: 20 ago. 2008.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira. Relatos orais: do “indizível” ao “dizível”. Ciência e Cultura. Campinas, v. 39, n. 3, p. 272 – 286, mar. 1987.

SIFUENTES, Thirza Reis. Mulheres indígenas Xerentes: narrativas culturais e construção dialógica da identidade. 2007. 168 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

SILVA, Cleube Alves da. Os Xerente: contextos, contatos e construções. 2012. 175 p. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

SOUZA, Elizeu Clementino de. A arte de contar e trocar experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. Revista Educação em Questão, Natal, v. 25, n. 11, abr. 2006. Disponível em: < www.famettig.br/entrevista/docs>. Acesso em: 20 ago. 2008.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n7-015

Refbacks

  • There are currently no refbacks.