Kahoot! Como ferramenta de revisão de conteúdo em neurociências / Kahoot! As a tool for content review in neuroscience

Pedro Leonardo Perez Venturino, Thais Carolina Guilland Schmidt, Caroline Fernandes Santos

Abstract


O aprendizado baseado em jogos é uma estratégia com crescimento progressivo, sobretudo com o advento de novas tecnologias de informação e comunicação. O Kahoot! é uma ferramenta virtual para a criação de Quiz com questões de múltipla escolha. Assim, esse estudo pretende relatar a implementação do Kahoot! na disciplina de Neurociências como estratégia de revisão de conteúdos antes da prova discursiva nos cursos de graduação em Biomedicina e Fonoaudiologia da Universidade Federal Fluminense (Campus Nova Friburgo). As questões foram elaboradas pelos estudantes em grupos conforme os temas de aula que seriam cobrados na prova discursiva, revisadas pelo docente e inseridas no Kahoot! pelo monitor. No dia da aplicação do Kahoot!, as questões foram projetadas no quadro branco e os estudantes responderam as questões em grupo através de seus dispositivos móveis (Bring Your Own Device). Como resultado, notou-se grande interação entre o docente e os estudantes, assim como entre os estudantes na discussão das alternativas de resposta. O desempenho dos grupos foi satisfatório, demandando pouco tempo para responder às questões. O Kahoot! gera um rank em tempo real dos grupos e acertos e isso motivou os estudantes a se empenharem na atividade para ficar na primeira colocação. Concluímos que o Kahoot! é uma ferramenta dinâmica e valiosa como instrumento de avaliação, motivação e engajamento dos estudantes no processo de ensino-aprendizagem.


Keywords


aprendizado baseado em jogos, gamificação da sala de aula, sistema de resposta dos estudantes, traga o seu próprio dispositivo, Kahoot!

Full Text:

PDF

References


ABDUL JABBAR, A. I., & FELICIA, P. (2015). Gameplay Engagement and Learning in Game-Based Learning: A Systematic Review. Review of Educational Research, 85(4), 740-779. doi:10.3102/0034654315577210.

GESTWICKI, P. AND F.-S. SUN (2008). Teaching Design Patterns Through Computer Game Development. J. Educ. Resour. Comput. 8(1): 1-22.

JUDSON, E. (2002). Learning from past and present: Electronic response systems in college lecture halls. Journal of Computers in Mathematics and Science Teaching 21(2): 167-181.

BESSLER, W.C. AND J.J. NISBET (1971). The use of an electronic response system in teaching biology. Science Education 55(3): 275-284.

BUNCE, D. M., VANDENPLAS, J. R., & HAVANKI, K. L. (2006). Comparing the Effectiveness on Student Achievement of a Student Response System versus Online WebCT Quizzes. Journal of Chemical Education, 83(3), 488. doi:10.1021/ed083p488.

LLAMAS-NISTAL M., CAEIRO-RODRÍGUEZ M., GONZÁLEZ-TATO J. (2012). Web-based Audience Response System using the educational platform called BeA. International Symposium on Computers in Education (SIIE), Andorra la Vella, pp. 1-6.

WANG, A. I. (2015). The wear out effect of a game-based student response system. Computers & Education, 82, 217-227. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.compedu.2014.11.004.

WHITTON, N. (2011). Encouraging Engagement in Game-Based Learning. International Journal of Game-Based Learning, 1, n° 1, p.75-84.

BRAND, J., BROOKER, J., & VERSVIK, M. Kahoot Make learning awesome. Disponível em https://getkahoot.com/. Acesso em 09 Jan 2018.

DELLOS, R. (2015). Kahoot! A digital game resource for learning. In International Journal of Instructional Technology and Distance Learning. April 2015 Vol. 12. Nº. 4. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download? doi=10.1.1.694.5955&rep=rep1&type=pdf#page=53

COSTA, G. S.; OLIVEIRA, S. M. B. C. (2015). Kahoot: a aplicabilidade de uma ferramenta aberta em sala de língua inglesa, como língua estrangeira, num contexto inclusivo. 6º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação. Disponível em: http://www.nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto-2015/Kahoot%20-%20tecnologia%20aberta.pdf.

BOTTENTUIT JUNIOR, J. B. (2017). O aplicativo Kahoot na educação: Verificando os conhecimentos dos alunos em tempo real. Challenges 2017: Aprender nas Nuvens, Learning in the Clouds. Disponível em: https://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents/53672502/selection.pdf?AWSAccessKeyId=AKIAIWOWYYGZ2Y53UL3A&Expires=1511667789&Signature=ls7ba7ExJgfAjEyo41q5h09%2FB0A%3D&response-content-disposition=inline%3B%20filename%3DO_APLICATIVO_KAHOOT_NA_EDUCACAO_VERIFICA.pdf

GUIMARÃES, D (2015). Kahoot: quizzes, debates e sondagens. In Ana Amélia A. Carvalho (Coord.). Apps para dispositivos móveis: manual para professores, formadores e bibliotecários. Ministério da Educação, Direção-Geral da Educação.

CARVALHO, A. A. A. (2012). Mobile-Learning: Rentabilizar os Dispositivos Móveis dos Alunos para Aprender. In A. A. A. Carvalho (org.), Aprender na Era Digital – Jogos e Mobile-Learning (pp. 149-163). Santo Tirso: De Facto Editores.

SANTOS, I., GUIMARÃES, D., & CARVALHO, A. A. A. (2014b). Flipped Classroom: Uma Experiência Com Alunos do 8º Ano na Unidade de Sólidos Geométricos. In G. L. Miranda, J. F. Matos, N. Pedro, F. A. Costa, A. Runa, C. Nunes, J. Coelho, M. E. Monteiro, & P. Brás, (Orgs). ticEduca’2104. III Congresso Internacional TIC e Educação (pp. 338-342). Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n7-003

Refbacks

  • There are currently no refbacks.