Crédito rural cooperativo, limitações e implicações na agricultura no litoral do Paraná / Cooperative rural credit, limitations and implications in agriculture in the Paraná coast

Ana Letícia Bubola de Andrade, Larissa Vanda Kuskoski, Marcos Antonio Surian Junior, Georgia da Cunha Ben

Resumo


A agricultura familiar possui uma relevante importância na economia brasileira. Em conjunto com a agricultura familiar, as cooperativas de crédito rural estão proporcionando um grande auxílio a essa atividade econômica. O presente estudo, buscou levantar o perfil do agricultor cooperado e relatar as implicações sofridas por ele ao acessar recursos financeiros advindos de uma cooperativa de crédito através de uma pesquisa exploratória descritiva, realizada com agricultores do município de Morretes, litoral do Paraná entre setembro e novembro de 2016, sendo que todos os membros participantes da pesquisa participam de uma cooperativa de crédito rural. Para análise dos dados e obtenção dos resultados foi utilizada a ferramenta estratégica denominada análise SWOT, em conjunto com a matriz de impacto cruzado. Concluiu-se que as facilidades encontradas pelos agricultores têm relação direta com a cooperativa ser voltada ao ramo agrícola, atendimento especializado e oportunidade de crédito com taxas e juros baixos, já as dificuldades encontradas pelos agricultores estão associadas a fatores burocráticos, como necessidade de avalistas e garantias, contudo, não são fatores que interferem diretamente o agricultor.

Palavras-chave


Agricultura Familiar; Cooperativa de Crédito Rural; PRONAF.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTAFIN, Iara. Reflexões sobre o conceito de agricultura familiar. Brasília: CDS/UnB, 2007.

APPIO, Jucélia et al. Análise SWOT como diferencial competitivo: um estudo exploratório na Cooperativa Muza Brasil. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, v. 3, n. 3, p. 1-18, 2009.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. FAQ - Cooperativa de crédito. Ago. 2015. Disponível em: . Acesso em 08/10/2016.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Manual de crédito rural. Disponível em: . Acesso em 08/10/2016.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. O que são cooperativas de crédito. Disponível em: . Acesso em 08/10/2016.

BITTENCOURT, Gilson Alceu; ABRAMOVAY, Ricardo. Inovações institucionais no financiamento à agricultura familiar: o Sistema Cresol. Revista Economia Ensaios, v. 16, n. 1, 2003.

BRASIL. Lei nº 11.326, de 24 de julho de 2006. Estabelece as diretrizes para a formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais.

BRASIL. Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário. O que é a agricultura familiar. Set. 2016. Disponível em: . Acesso em 08/10/2016.

CAVALLET, L.E. et al. Conhecimento da população sobre produto orgânico na região litorânea do Paraná. Rev. Bras. de Agroecologia, v.8, n.2, p. 62-74, 2013

DENARDI, Reni Antonio. Agricultura familiar e políticas públicas: alguns dilemas e desafios para o desenvolvimento rural sustentável. Agroecologia e desenvolvimento rural sustentável, Porto Alegre, v. 2, n. 3, p. 56-62, 2001.

FERREIRA, Marco Aurélio Marques et al. Investigação do desempenho das cooperativas de crédito de Minas Gerais por meio da análise envoltória de dados (dea). Revista Economia Aplicada, São Paulo, v. 11, n. 3, p. 425-445, Jul.-Set. 2007.

GOMES, Eder Pereira; PADUA, Juliana Benites; SCHLINDWEIN, Madalena Maria. Agricultura Familiar e Produção Orgânica: uma análise comparativa considerando os dados dos censos de 1996 e 2006. Interações (Campo Grande), v. 14, n. 2, 2015.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de Pesquisa. 5. Ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GUANZIROLI, Carlos Enrique; BUAINAIN, Antonio Marcio; DI SABBATO, Alberto. Dez anos de evolução da agricultura familiar no Brasil:(1996 e 2006). Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 50, n. 2, p. 351-370, 2012.

GUILHOTO, Joaquim et al. A Importância Da Agricultura Familiar No Brasil e em Seus Estados. V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, 2007.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia Científica. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MATTEI, Lauro. Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF): concepção, abrangência e limites observados. Encontro da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção, v. 4, 2001.

MATTEI, Lauro. Análise da produção acadêmica sobre o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) entre 1996 e 2006. Estudos Sociedade e Agricultura, v. 2, 2013.

MATTEI, Lauro. Emprego agrícola: cenários e tendências. Estudos Avançados, v. 29, n. 85, p. 35-52, 2015.

MOTTA, Francisco Meller da. Análise da contribuição do sistema de crédito cooperativo no aumento da eficiência econômica do sistema financeiro brasileiro. 2014. 131 f. Mestrado em Economia Modalidade profissionalizante, com ênfase em economia aplicada Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS, Porto Alegre, RS.

OLALDE, Alicia Ruiz; PORTUGAL, Cadja Araújo. Agricultura Familiar, Reforma Agrária e sua inserção no enfoque territorial no Brasil. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural “Dinâmicas Setoriais e Desenvolvimento Regional. 2004. p. 21-49.

PEREIRA, Eder Lucinda; NASCIMENTO, Jean Santos. Efeitos do Pronaf sobre a produção agrícola familiar dos municípios tocantinenses. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, n. 1, p. 139-156, 2014.

PINHEIRO, Marcos Antonio Henriques. Cooperativas de crédito: história da evolução normativa no Brasil. 6ª edição. Brasília: BCB, 2008. 92 p.

SANTOS, Marcio de Miranda et al. Prospecção de tecnologias de futuro: métodos, técnicas e abordagens. Parcerias estratégicas, v. 9, n. 19, p. 189-230, 2010.

SCHNEIDER, Sérgio. Teoria social, agricultura familiar e pluriatividade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 18, n. 51, p. 99-121, 2003.

SILVA, Evandro Henrique Figueiredo Moura da; BERNARDES, Elaine Mendonça. Estrutura Lógica como metodologia para avaliação de políticas públicas: uma análise do Pronaf. Revista de Administração Pública, p. 721-743, 2014.

SOARES, Marden Marques; SOBRINHO, Abelardo Duarte de Melo; Microfinanças: O papel do Banco Central do Brasil e a importância do cooperativismo de crédito. 2ª edição. Brasília: BCB, 2008. 202 p.

WANDERLEY, Maria de Nazareth Baudel. Raízes históricas do campesinato brasileiro. XX Encontro Anual Da Anpocs. Gt 17. Processos Sociais Agrários. Caxambu, MG. Out. 1996.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.