Recursos educacionais baseados em tecnologias móveis: uma possibilidade a ser difundida / Educational resources based on mobile technologies: a possibility to be disseminated

Paulo de Sá Filho, Marcos Antônio de Carvalho

Abstract


Nesse estudo inicialmente descrevemos o uso de tecnologias móveis com acesso à internet na contemporaneidade no Brasil. As quais seu uso está em expansão, permeando por diversos setores da sociedade. Diante disso, discutimos a implementação dessas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem que se esbarra em conflitos geracionais. E por fim apresentamos os resultados encontrados na aplicação de um questionário a 48 docentes, com o objetivo de avaliar se os docentes que atuam ou não na EaD são favoráveis ao uso de tecnologias móveis com acesso à internet no processo de ensino-aprendizagem. Mediante os resultados obtidos nesse estudo nota-se que os docentes são favoráveis ao uso de tecnologias móveis com acesso à internet. Contudo, a implementação dessas tecnologias ainda é um desafio a transpor no Sistema Educacional Brasileiro.


Keywords


Recursos educacionais. Tecnologias móveis. Processo de ensino-aprendizagem.

References


BOTTENTUIT JUNIOR. João Batista. Do Computador ao Tablet: Vantagens Pedagógicas na Utilização de Dispositivos Móveis na Educação. Disponível em:. Acesso em: 13 out. 2017.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

FERREIRA, J. B. et al. A disseminação da aprendizagem com mobilidade (m-learning). Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 8, n. 1, 2013.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOODE, William Josiah; HATT, Paul. (1973). Métodos em pesquisa social. São Paulo: Nacional.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica. Acesso à internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal 2017. Coordenação de Trabalho e Rendimento. – Rio de Janeiro : IBGE, 2018.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos metodologia científica. 4.ed.São Paulo: Atlas, 2001.

MATAR, F. N. Pesquisa de marketing. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2001.

MORAN. José.Tablets para todos conseguirão mudar a escola? Disponível em:. Acesso em: 20 set 2017.

MOORE, Michael G. et al. Educação a distância: uma visão integrada. Cengage Learning, 2007.

MOSCARDINI.Ticiana Nunes, MONTICELLI. Jefferson Marlon, VELLOSO. Marcia. Nível de utilização do M-learning (aprendizagem com mobilidade) por alunos de graduação: uma pesquisa survey. XXXVII Encontro da ANPAD, Rio de Janeiro, 2013.

NOSELLA. Paolo. Trabalho e perspectivas de formação dos trabalhadores: para além da formação politécnica. Disponível em:. Acesso em: 20 ago 2017.

PRENSKY. Marc. Nativos Digitais, Imigrantes Digitais. Disponível em:. Acesso em: 18 dez 2017.

RODRIGUES. Cleide Aparecida Faria, SCHMIDT. Leide Mara,MARINHO. Hermínia Bugeste. Tutoria em Educação a Distância. Disponível em:. Acesso em: 02 nov 2017.

SANTOS. Marisilvia dos, SCARABOTTO. Suelen do Carmo dos Anjos, MATOS. Elizete Lucia Moreira. Imigrantes e nativos digitais: um dilema ou desafio na educação? Disponível em:. Acesso em: 18 dez 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n6-099

Refbacks

  • There are currently no refbacks.