Trabalhando educação ambiental com turmas do ensino fundamental I / Working environmental education with classes of elementary education I

Telma Helena Verdelone, Glaziele Campbell, Camilla Ribeiro Alexandrino

Abstract


A Educação Ambiental tem um importante papel em preparar a sociedade para compreender a dimensão do meio ambiente, a relação entre homem e natureza e a necessidade de mudanças em relação aos problemas ambientais. O objetivo do trabalho foi executar atividades lúdicas relacionadas com a Educação Ambiental em ambiente escolar, facilitando aos alunos uma compreensão dos problemas existentes da presença humana no ambiente e da sua responsabilidade com o meio ambiente. Tendo por método a pesquisa exploratória e descritiva, brincadeiras lúdicas foram desenvolvidas em uma escola municipal da cidade de Paraty RJ com alunos do Ensino Fundamental I. Os resultados foram satisfatórios, mostrando que cada faixa etária tem uma determinada compreensão de alguns temas e que outros precisam ser mais trabalhados, aprofundando e ressaltando atividades que façam com que eles tenham interesse e venham a cooperar e se integrarem numa convivência harmoniosa com o Meio Ambiente.


Keywords


Conscientização ambiental, Atividades lúdicas, Reciclagem

References


Brasil. Ministério da Educação e Cultura. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: MEC.

Dias, G. F. (1992). Educação Ambiental: princípios e práticas. (p. 400). São Paulo: Gaia.

Effting, T. R. (2007). Educação Ambiental nas Escolas Públicas: Realidade e Desafios. Monografia de Pós-Graduação “Latu Sensu”. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Ferreira, J. E., Pereira, S. G., & Borges, D. C. S. (2013). A Importância da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. Revista Brasileira de Educação e Cultura, 7(7), 104-119. Disponível em http://periodicos.cesg.edu.br/index.php/educacaoecultura/article/viewFile/113/158

Hernandéz, F., & Ventura, M. (1998). A organização do currículo por projetos de trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. (p. 198) Porto Alegre: Artmed.

Martine, G. (Org.) (1996). População, meio ambiente e desenvolvimento, verdades e contradições. (p. 208). Campinas: Unicamp.

Medeiros, A. B., Mendonça, M. J. S. L., Sousa, G. L., & Oliveira, I. P. (2011). A Importância da educação ambiental na escola nas séries iniciais. Revista Faculdade Montes Belos, 4(1), 1-17. Disponível em http://www.terrabrasilis.org.br/ecotecadigital/pdf/a-importancia-da-educacao-ambiental-na-escola-nas-series-iniciais.pdf

Miranda, A. M. (2008). Percepção ambiental: O despertar para o conhecimento científico através de uma horta educativa. In 1º Encontro de Educação do Colégio Gonçalves Dias (1 EEGD) (pp. 1 – 11). Nova Iguaçu, RJ. Disponível em http://novaiguacu.com.br/eegd/2008/percepcao_ambiental.pdf

Piaget, J. & Inhelder, B. (1968). A psicologia da criança. (Tradução de Octavio M. Cajado). (p. 146). São Paulo: Difel.

Piletti, C. (1993). Didática Geral. (p. 258). São Paulo: Ática.

Silva, M. M. P. (1995). Educação ambiental integrada a coleta seletiva de lixo. Monografia de especialização. Universidade Estadual da Paraíba.

Telles, M. Q., Rocha, M. B., Pedroso, M. L., & Machado, S. M. C. (2002). Vivências Integradas com o Meio Ambiente. (p. 144). São Paulo: Sá Editora.

Tessaro, J. P. & Jordão, A. P. M. (2007). Discutindo a importância dos jogos e atividades em sala de aula. Psicologia.pt, 1-14. Disponível em http://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0356.pdf


Refbacks

  • There are currently no refbacks.