Estudo da localização de secadores de café da zona rural do município de Castelo, estado do Espírito Santo / Study of the location of coffee dryers of the rural area of the municipality of Castelo, state of Espírito Santo

Caio Henrique Ungarato Fiorese, Lima Deleon Martins

Abstract


A economia brasileira está muito ligada ao agronegócio, que possui grande potencial devido à expansão de áreas agrícolas e avanços tecnológicos na agricultura. É de grande importância analisar a localização de secadores de café, pois os mesmos provocam impactos ambientais negativos quando presentes em locais inadequados. O objetivo do trabalho foi verificar a localização de secadores de café do município de Castelo, estado do Espírito Santo, conforme a legislação vigente e propor medidas mitigadoras para a atividade. O estudo abrangeu quatorze secadores da zona rural do município, onde foram analisadas as distâncias dos secadores com Áreas de Preservação Permanente, cursos hídricos, rodovias, núcleos habitacionais, igrejas e postos de saúde. O dimensionamento ocorreu com base em softwares. Para tal, considerou-se as normas do Instituto de Defesa Agroflorestal (IDAF). Todos os secadores estavam regulares quanto a APP e cursos d’água, mas alguns foram irregulares quanto à distância de residências e outras construções. O secador C foi o mais irregular e o secador H, mais regular. Maior fiscalização, práticas de educação ambiental e adoção de equipamentos de controle de poluentes são medidas a serem adotadas para minimizar os efeitos da atividade local.   


Keywords


Secadores de Café; Normas; Impactos Ambientais.

References


CASTELO. Conheça Castelo. Disponível em: . Acesso em: 16 mar. 2018.

ESPÍRITO SANTO. Instrução Normativa n° 003, de 31 de janeiro de 2014. Regulamenta as atividades de secagem de café e outros grãos. Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo, Vitória, ES, 31 jan. 2014.

HELDMAN, D. R.; HARTEL, R. W. Principles of food processing. Chapman & Hall, p. 1-218, 2000.

HOFFMAN, A. M. Estudo sócio-econômico do município de Castelo, sul do Espírito Santo: verificação do viés capitalista de produção. Disponível em: . Acesso em: 17 mar. 2018.

INCAPER. Cafeicultura. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2018.

LACERDA FILHO, A. F. de.; SILVA, J. de S e. Secagem de café em combinação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 10, n. 3, p. 671-678, 2006.

MOREIRA, R. V. Caracterização do processo de secagem do café natural submetido a diferentes métodos de secagem. 2015. 116f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.

PULIDO, A. S.; RIZK, M. C. Diagnóstico ambiental em uma indústria de café. Unisinos, v. 8, n. 1, p. 28-34, jun. 2012.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.