Desenvolvimento cognitivo da autoconsciência em indivíduos com autismo: contribuições para a compreensão do cotidiano educacional / Cognitive development of self-consciousness in autism individuals: contributions to educational daily understanding

Alanny Nunes de Santana, Jessica Barbosa da Silva

Abstract


O desenvolvimento cognitivo de indivíduos que apresentam autismo ainda permanece enigmático. São diversos os estudos atuais que tratam de questões relacionadas ao Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), entretanto, ainda são poucos os trabalhos que abordam os aspectos cognitivos relacionados a este transtorno. Desse modo, considerando que ainda há muito a descobrir, especialmente se houverem pretensões de intervenção, objetivou-se com este artigo de revisão narrativa da literatura apresentar uma discussão sobre o desenvolvimento cognitivo de indivíduos com TEA, com ênfase nos aspectos referentes à autoconsciência. Apresentamos as principais alterações nos processos de autoconsciência experienciados por indivíduos com autismo, bem como a importância do desenvolvimento cognitivo impulsionado pela aprendizagem no âmbito de atividades interventivas voltadas ao contexto escolar. Sugere-se que pesquisas futuras sejam realizadas a fim de esclarecer questões não discutidas neste artigo, a exemplo das alterações em outros processos cognitivos também relevantes na compreensão do transtorno e das necessidades educativas especiais dos indivíduos com TEA.


Keywords


autismo, desenvolvimento cognitivo, autoconsciência, escola.

References


AGUIAR, A. Crianças com alterações do espectro do autismo: subsídios para o estudo da avaliação e intervenção psicoeducacional em casos de autismo. Dissertação de mestrado em psicologia educacional. Porto: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto,1997.

CAMARGO, S. P. H; BOSA, C. A. Competência social, inclusão escolar e autismo: um estudo de caso comparativo. Psic. Teor. e Pesq., v. 28, n. 3, 2012.

CUNHA, E. Autismo na escola: um jeito diferente de aprender, um jeito diferente de ensinar – ideias e práticas pedagógicas. 4. ed. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2016.

FERRARI M; MATTHEWS W. Self-recognitiondeficits in autism: syndromeor general developmentaldelay? J AutismDevDisord., v.13, n. 3, 1983.

FIORE-CORREIA, O. B.; LAMPREIA, C.; SOLLERO-DE-CAMPOS, F. As falhas na

emergência da autoconsciência na criança autista. Psic. Clin., v.22, n.1, p. 99-121, 2010.

GARCIA, T; RODRÍGUEZ, C. A criança autista. In: Bautista (coord). Necessidades especiais. Lisboa: Dinalivro, 1997.

GAUDERER, E. C. Autismo – Década de 80. Uma atualização para os que atuam na área: do especialista aos pais. 2. ed. Brasília: Almed, 1987.

GUZZO, R. A, J; KATZELL, R. A. Meta-analysisanalysis. Res OrganBehav., v.9, n.3, 1987.

HOBSON, R. P.; CHIDAMBI, G.; LEE, A.; MEYER, J. Foundations for self-awareness: anexplorationthroughautism. MonographsoftheSociety for Research in ChildDevelopment. v. 71, n.2,2006.

KANNER, L. Os distúrbios do contato afetivo. In: ROCHA, P.S. (Org.). Autismos. São Paulo: Escuta, p. 111-170,1997.

PEREIRA, C. A. V.; PEREIRA, C. F. V.; PEREIRA, C. C. V. Autismo infantil: aplicações do ensino estruturado na inclusão escolar. Rev. Ciênc. Saúde Nova Esperança, v.11, n.3, 2013.

PEREIRA, E. Autismo: o significado como processo central. Lisboa: Secretariado de Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência, 1999.

PINO, A. A psicologia concreta de Vygotsky: Implicações para a educação. In: MAHONEY,

A. A.; PLACCO, V. M. S. Psicologia e Educação: revendo contribuições. São Paulo: Educ., p. 33-61,2005.

RODRIGUES, J. M. C.; SPENCER, E. A criança autista: um estudo psicopedagógico. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2010.

ROGERS SJ. Briefreport: earlyintervention in autism. J Autism Dev. Disord., v.26, n.2, 1996.

ROTHER, E. T. Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta Paulista de Enfermagem, v.20, n.2, p. 4-5, 2007.

SACKS, O. Um antropólogo em marte: sete histórias paradoxais. São Paulo: Companhia das letras, 1995.

SOUZA, J.C; FRAGA, L.L; OLIVEIRA, M.R; BUCHARA, M.S; STRALIOTTO, N.C;

ROSÁRIO, S.P; REZENDE, T. M. Atuação do Psicólogo Frente aos Transtornos Globais do Desenvolvimento Infantil. Psicologia ciência e profissão, v.24, n. 2, p. 24-31, 2004.

STERNBERG, Robert J.Psicologia cognitiva. São Paulo: Cengage Learning, p. 383-437, 2010.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.