Use of digital technologies of information and communication and active learning methodology: analysis of a case in project management course. / Uso de tdcise metodologias ativas de aprendizagem: análise de um caso da disciplina administração de projetos.

Luciano Alves Nascimento, Sandra Lúcia Magri, Roberta Francisca Gonçalves de Lima, Beatriz Mendes Marinho

Abstract


The Digital Technologies of Communication and Information have stimulated important advances in the way people live, work, communicate and learn. In this sense, the School has been pressured to propose new arrangements and new ways of become teaching-learning processes more effevtive. In this perspective, the active learning methodologies have gained prominent role, allowing the students to assume the role of their own development. With the accomplishment of the present research, from a pedagogical experience of the students of the CST in Hospitality Management in  Faculdade de Tecnologia SENAC Minas in Barbacena city, it was identified that one of the essential conditions for the productive use of active methodologies is that the students have availability of time to take charge of the didactic activities that will allow its full academic development, facilitating the interactions with the environment, the offer and reception of feedbacks, as well as the reflections that lead to the production and consolidation of knowledge.


Keywords


Active Learning Methodologies; Project Management; TDICs.

References


Castells, M., Majer, R. V., & Gerhardt, K. B. (2002). A sociedade em rede (Vol. 1). Fundação Calouste Gulbenkian.

Coutinho, C. P., & Lisbôa, E. S. (2011). Sociedade da informação, do conhecimento e da aprendizagem: desafios para educação no século XXI. Revista de Educação, 18(1), 5-22.

Fonseca, S. M. (2017, October). O Estado da Arte sobre as Metodologias Ativas Aplicadas na Educação à Distância. In Congresso da Associação Brasileira de Educação à Distância - ABED) (Vol. 28, No. 1, p. 1775).

Fonseca, S. M., & Mattar, J. (2017). Metodologias ativas aplicas à educação a distância: revisão da literatura. Revista EDaPECI, 17(2), 185-197.

Freire, P. (1994). Pedagogia da libertação em Paulo Freire. Editora Paz e Terra.

Gil, A. C.(2007). Como Elaborar Projetos de Pesquisa. Editora Atlas.

Hargreaves, A. (2004). O ensino na sociedade do conhecimento: educação na era da insegurança; trad. Roberto Cataldo Costa, Porto Alegre: Artmed.

Miranda, G. L. (2007). Limites e possibilidades das TIC na educação. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 3, 41-50.

Mitre, S. M., Siqueira-Batista, R., Girardi-de-Mendonça, J. M., Morais-Pinto, N. D., Meirelles, C. D. A. B., Pinto-Porto, C., ... & Hoffmann, L. M. A. (2008). Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciência & saúde coletiva, 13(2), 2133-2144.

Nascimento, L. P. do. (2012). Elaboração de projetos de Pesquisa. Editora Cengage Learning.

Pinho, J. A. G. D. (2008). Investigando portais de governo eletrônico de estados no Brasil: muita tecnologia, pouca democracia.

Pinto, A. M. (2004). As novas tecnologias e a educação. ANPED SUL, 6, 1-7.

Pinto, A. S. S., Bueno, M. R. P., Silva, M. A. F. A., Sellman, M. Z., & Koehler, S. M. F. (2012). Inovação Didática-Projeto de Reflexão e Aplicação de Metodologias Ativas de Aprendizagem no Ensino Superior: uma experiência com “peer instruction”. Janus, 9(15).

Valente, J. A., de Almeida, M. E. B., & Geraldini, A. F. S. (2017). Metodologias ativas: das concepções às práticas em distintos níveis de ensino. Revista Diálogo Educacional, 17(52), 455-478.

Veen, W., & Vrakking, B. (2009). Homo Zappiens: educando na era digital. Artmed Editora.

Verdegem, P., & Verleye, G. (2009). User-centered E-Government in practice: A comprehensive model for measuring user satisfaction. Government information quarterly, 26(3), 487-497.

Zuin, A. A. (2010). O Plano Nacional de Educação e as tecnologias da informação e comunicação. Educação & Sociedade, 31(112).


Refbacks

  • There are currently no refbacks.